Ricardo Salles foi envenenado, vítima de ecoterrorismo e sofreu infarto #boato

Boato – Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi para o hospital porque sofreu um infarto causado por envenenamento de “ecoterroristas”.

O nome do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, nunca foi tão comentando como nas últimas semanas (especialmente por conta da crise que se estende pela floresta amazônica). Mas na quarta-feira (28 de agosto de 2019), Ricardo Salles estampou as manchetes do noticiário.

O motivo? Uma internação, às pressas, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília (DF). E é claro que os internautas começaram a especular qual seria a causa de Salles ir parar no hospital. Uma teoria, em particular, viralizou nas redes sociais.

De acordo com a publicação, o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles teria sofrido um infarto ocasionado por um envenenamento criminoso. Ainda segundo a história, o fato teria sido causado por supostos ecoterroristas. “*Ricardo Salles* sofreu *infarto*, nesta madrugada e está internado no *Hospital das Forças Armadas*, em Brasília”, diz uma da mensagens. Leia outra:

URGENTE: Nosso Valente Ministro Ricardo Salles, foi vítima do ‘Ecoterrorismo’, provavelmente envenenado ontem durante a Reunião com os governadores da Amazônia. As evidências são de mamona, um conhecido agente utilizado por ataques ecoterrorista.

O Ministro passou a noite no HFA- Hospital das forças Armadas, lutando por sua Vida. O procedimento foi de protocolo de guerra Biológica… Desintoxicação por hemodiálise. O GSI em Alerta Máximo, fazendo varredura no Palácio do Planalto. É guerra minha gente é guerra, a CAMBADA só larga o OSSO na base das Baionetas.

Ricardo Salles foi envenenado, vítima de ecoterrorismo e sofreu infarto?

A teoria ganhou as redes sociais e a mensagem foi compartilhada diversas vezes. Muitos apoiadores de Salles começaram a criticar a suposta ação dos “ecoterroristas”, especialmente por causa dos últimos acontecimentos na Amazônia. Mas será que essa história de infarto, causado por envenenamento, é verdadeira? A resposta é não!

Vamos aos fatos! Dada à crise (que se instalou no governo devido às queimadas na região da Amazônia Legal), era bastante óbvio que teorias da conspiração começassem a surgir. Ao ler o texto, é possível identificar diversos detalhes que deixam dúvidas. Como, o caráter vago (não diz, por exemplo, quem teria dado o diagnóstico) e alarmista. Além disso, as mensagens ainda apresentam erros de português e não citam fontes confiáveis.

Logo quando a teoria de que Salles teria sofrido um infarto (história, aliás, muito parecida com um boato sobre o general Mourão) invadiu a rede, ela foi prontamente desmentida pelos médicos. Segundo um boletim, emitido logo após a internação, o ministro deu entrada no hospital após sentir um mal-estar e permanecia assintomático. Vale ressaltar que quem passa por um infarto não fica assintomático.

Pois bem, com o passar do dia, mais exames foram feitos e os médicos não detectaram nenhuma anormalidade, liberando Salles ainda no dia 28 de agosto de 2019. O fato, por si só, já derruba a segunda teoria (a de envenenamento). Se alguém fosse envenenado, exames médicos, com certeza, iriam indicar a condição e o paciente não seria liberado em seguida (já que a situação inspiraria um maior cuidado).

Por fim, ainda no dia 28 de agosto de 2019, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que a causa do internamento do ministro Ricardo Salles teria sido ocasionada por estresse. Mas não só isso: Salles teria passado pelo o que Azevedo e Silva chamou de “estresse ambiental” (vale lembrar que, de fato, o ministro do Meio Ambiente não está passando por dias fáceis a frente da pasta).

Em resumo: a história que diz que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi internado após sofrer um infarto, causado por envenenamento de “ecoterroristas”, é falsa! Além da teoria dos supostos ecoterroristas não ser sustentada por veículos de comunicação confiáveis, Salles foi liberado do hospital no mesmo dia após a realização de exames (convenhamos que ninguém envenenado seria liberado tão rapidamente). Ou seja, tudo não passou de balela. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)