Renan Calheiros é condenado à perda de mandato em 2018 #boato

Boato – O senador Renan Calheiros foi condenado à perda do mandato e suspensão de direitos políticos por oito anos pela 14ª Vara Federal de Brasília. Decisão ocorreu em 2018.

Quando as fake news entram em um período de “entressafra”, um tipo de desinformação começa a circular na internet: a notícia que foi verdadeira um dia, mas se tornou falsa com o passar do tempo. Casos de crianças desaparecidas são um clássico desse tipo de boato, mas, de vez em quando, a metodologia se aplica com histórias relacionadas à política.

A última que circulou online dá conta de que o senador Renan Calheiros foi condenado à perda de mandato pela 14ª Vara Federal de Brasília. A decisão foi publicada em blogs em dezembro de 2018 e começou a suscitar dúvidas como, por exemplo, por que ele ainda está no cargo. Leia trechos do texto que circula online:

Renan Calheiros é condenado à perda do mandato pela 14ª Vara Federal de Brasília. O senador reeleito por Alagoas, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi condenado esta semana pela 14ª Vara Federal de Brasília à perda do mandato e suspensão de seus direitos políticos por oito anos por improbidade administrativa.

A sentença foi dada pelo juiz de primeira instância Waldemar Carvalho, da 14ª Vara Federal do Distrito Federal, e obtida pelo UOL . O senador foi condenado por “enriquecimento ilícito” e “vantagem patrimonial indevida”. O caso ainda é segredo de Justiça, mas o UOL apurou que a sentença está relacionada ao caso Mônica Veloso, suposta amante do senador alagoano.

O senador disse que vai recorrer e que a decisão sobre esse tema por um juiz de primeira instância “causa surpresa”. Ele argumentou que o Supremo Tribunal Federal já analisou o caso e não o recebeu por falta de provas.

Renan Calheiros foi condenado à perda do mandato em 2018?

Em meio a muitos compartilhamentos da história, muita gente se esqueceu de um detalhe: checar a informação que foi publicada como nova na internet. Checamos e descobrimos que, digamos, ela não vale mais. Vamos aos fatos.

Ao procurar pelo texto publicado na internet, descobrimos que ele é exatamente uma matéria publicada pelo UOL em de novembro de 2017. Na época, de fato, a Justiça do Distrito Federal havia condenado o senador à perda de mandato.

Aí você me fala, “então é verdade, rapá!”. Então, era verdade, mas não é. Isso porque em novembro de 2018, a Primeira Turma de desembargadores do TRF-1 absolveu Renan Calheiros da perda de mandato. Veja o que diz essa matéria do O Globo:

A decisão do TRF-1 reverte condenação que havia sido imposta a Renan na primeira instância, pelo juiz da 14ª Vara Federal de Brasília Waldemar Carvalho, que também havia determinado a perda do mandato e a suspensão dos seus direitos políticos por oito anos. Com o julgamento no TRF1, todas essas penalidades são anuladas.

Resumindo: Renan Calheiros foi, de fato, condenado pela Justiça do DF. Porém, a condenação, ao contrário do que aponta a matéria que viralizou na internet, não é recente e também já foi anulada por um órgão de instância superior da Justiça. E, nesse caso, notícia velha também é notícia falsa.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Renan Calheiros é condenado à perda de mandato em 2018 #boato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)