PT paga R$ 30 para manifestantes, diz carta #boato

Boato – Documento mostra que partido vai pagar R$ 30 para manifestantes irem a protesto pró-Dilma.

Circula na internet a informação de que vazou uma carta interna do PT apontando que estava autorizado o pagamento de R$ 30 para pessoas irem na manifestação pró-Dilma, que acontece no dia 18/03. Confira imagem:

PT lançou carta pedindo pagamento de 30 R$ para manifestantes, diz boato
PT lançou carta pedindo pagamento de 30 R$ para manifestantes, diz boato

Mas será que é verdade? Pelo o que tudo indica, não. Vamos aos fatos. Para começar, quem iria se arriscar a lançar um documento destes internamente? Em tempos que até conversas de dirigentes podem estar sendo monitoradas, só um suicida.

Para além disso, o texto é típico de um boato. Não cita fontes e também não têm muita lógica. E procurando no site do partido, encontramos muitas semelhanças com desta carta com a carta “Em Defesa da Democracia”, divulgada no dia 26/02.

Por fim, o próprio partido negou oficialmente a informação. Em nota publicada na noite desta quinta-feira (17), o vice-presidente e Secretário de Comunicação do Partido dos Trabalhadores negou que tal carta foi distribuída.

“É absolutamente falso um suposto ofício que tem circulado pelas redes sociais, como sendo convocatória do Partido dos Trabalhadores. Mais uma vez indivíduos ou grupos inescrupulosos teimam em tentar enxovalhar movimentos legítimos contra o golpismo organizados por forças democráticas e populares da sociedade. Como diz o ditado popular: “mentira tem perna curta”. E não com ardis dessa natureza que essa sanha antidemocrática irá prosperar.

Alberto Cantalice – Vice-presidente e Secretário de Comunicação do PT”

Sendo assim, tudo aponta que a história da carta é falsa. No meio de tanta boataria dos dois lados, um documento sem fonte como este não soa mais do que mais um boato que circula online.

Em tempo: em 2015, houve a denúncia de que o partido estaria pagando R$ 35 para manifestantes irem em protestos. Talvez a história da carta tenha se baseado nesta história. Infelizmente, não conseguimos apurar se a informação do pagamento é verdadeiro ou falso. Mas a carta, essa sim é falsa.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)