PT entra com ação no STF para impedir que Bolsonaro reduza preço do gás de cozinha #boato

Boato – Após Petrobras anunciar redução do preço de gás para distribuidoras, PT entrou com ação no STF para tentar impedir decisão de Bolsonaro.

Que o gás de cozinha anda caro, isso (quase) todo mundo já sabe. O preço, em algumas regiões, chega a ultrapassar os R$90 e tem pesado bastante no bolso do consumidor. Mas em meio à alta, uma boa notícia.

No início da semana, a Petrobras anunciou a redução do preço do botijão de gás de até 13kg para as distribuidoras e animou os consumidores. Mas, de acordo com uma história que começou a circular na internet, parece que essa alegria pode durar pouco.

Segundo publicações, o PT não teria gostado nada dessa redução. Tanto que teria entrado com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a decisão e impedir que Bolsonaro reduza o preço do gás. Confira:

PT entra com ação no STF para impedir que Bolsonaro reduza o preço do gás. De acordo com uma fonte de dentro do Congresso, integrantes do Partido dos Trabalhadores enviaram nesta segunda-feira (05) para o STF, uma ação exigindo que o presidente Jair Bolsonaro seja impedido de prosseguir com o projeto de redução do preço do gás no país. Para eles, a medida do presidente é inconstitucional e tem objetivo único de aumentar sua popularidade perante a população mais pobre. Bolsonaro, em parceria com o ministro da Economia Paulo Guedes, pretende reduzir o preço do gás doméstico em até 50% em 2 meses.

Essa é uma das medidas do ministro para melhorar a economia do país de curto a médio prazo. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que o partido fará de tudo para que o preço do gás continue como está. “Nós acabamos de enviar uma ação para que o STF barre essa medida populista e descabida desse fascista. Essa redução no preço do gás trará grandes prejuízos para a nossa querida Petrobrás e para os cofres públicos. Em qualquer país sério isso seria considerado crime de improbidade. Se depender de nós, o preço do gás continuará como está, pois a população pobre não precisa de migalhas desse presidente autoritário.” Disse a deputada durante entrevista. […]

PT entrou com ação no STF para impedir que Bolsonaro reduza preço do gás de cozinha?

A notícia caiu como uma bomba para os brasileiros e gerou indignação nas redes sociais, com diversos comentários condenando a suposta ação. Mas será que essa história do PT ser contra a redução do preço do gás é verdade? A resposta é não e os detalhes você confere a seguir.

Vamos lá! Logo quando a equipe do Boatos.org se deparou com a história, achou, no mínimo, bastante estranha (uma vez que a oposição teria outros tantos assuntos para questionar e resolveu atacar justo uma proposta considerada de agenda positiva).

Resolvemos, então, investigar melhor essa história e (como já era de se imaginar), não encontramos nenhuma outra referência a respeito do tema. Uma história como essa, no mínimo, teria uma grande repercussão na mídia, porém, não há nenhuma nota em veículos de comunicações, no site do partido e muito menos na página do STF.

Ao procurar pela fonte da informação, percebemos que se trata de uma página de notícias falsas. E mais! O site é idêntico a vários outros que também distribuíram notícias falsas na internet, que chegaram a ser desmentidas no Boatos.org, como o caso onde o STF teria autorizado o governo dos EUA a monitorar o WhatsApp dos brasileiros.

Vasculhando os arquivos do Boatos.org… Tcharan! Encontramos uma fake news, desmentida em janeiro de 2019, que, pasmem, é idêntica ao boato de hoje. Na época, a história afirmava que o PT havia entrado com um pedido no STF para impedir que Bolsonaro acabasse com a seca no Nordeste.

Só para terminar: a assessoria da deputada federal Gleisi Hoffmann, citada na fake news, desmentiu a informação que aponta que o PT entrou no STF contra o corte no preço do gás. Leia:

É mentira a matéria intitulada “PT entra com ação no STF para impedir que Bolsonaro reduza o preço do gás”, do site Midia Fiver, bem como declaração atribuída à deputada Gleisi Hoffmann (PR), presidente do PT, no texto da publicação. Ao contrário do que diz o texto, a deputada apresentou projeto de lei justamente para reduzir e fixar o preço do gás de cozinha em R$ 49,00, como pode ser visto nesse link do site da Câmara dos Deputados e nesse vídeo.

Em resumo: A história que diz que o PT entrou com uma ação no STF para impedir que Bolsonaro reduza o preço do gás é falsa! Além da história não citar fontes confiáveis, a fonte da informação é um site de notícias falsas e a mesma história já foi usada em outra fake no início de 2019. Ou seja, o caso era mentira em janeiro e continua sendo agora também. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)