Paulo Guedes foi o responsável pela reforma da Previdência no Chile #boato

Boato – Ministro da Economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes, foi responsável pela implantação da reforma da Previdência no Chile na década de 1980.

As crises e polêmicas entre o governo Jair Bolsonaro e o Congresso refletem na dificuldade de articulação política para aprovar a proposta de reforma da Previdência. Em meio a discussões sobre o texto enviado pelo governo, algumas publicações prometem esquentar os boatos sobre o assunto.

Os últimos que circulam pela internet ligam o ministro da Economia, Paulo Guedes à implantação da reforma da Previdência no Chile. Há versões contrárias e favoráveis ao ministro. Leia alguns trechos das publicações:

Texto favorável: Visão econômica do Chile: – Salário mínimo de U$ 300,00; – Previdência por capitalização, aprovada por maioria da população; – Quanto mais vc contribui, mais você recebe; – Contribuição de 35 anos, homens 65 anos e mulher 60 anos; – Aposentadoria mínima de 1 salário; – Pessoa física não paga IR; – Imposto único chama IVA para PJ de 19%; – Só existem 4 estatais; […] Adivinha quem ajudou a construir um ambiente fiscal do governo na década de 80 a convite do governo Chileno, para que hoje tivesse esse nível de excelência? Acertou se vc disse: – Paulo Guedes.

Texto contrário: Jornal do Chile, da época da reforma da previdência, feita em 1981, pela equipe dos Chicago Boy’s, integrada por Paulo Guedes, que hoje é ministro do governo Bolsonaro. Na época, a promessa era que em 2020 o sistema de previdência capitalizado pagaria 100% do salário. Hoje, o Chile é um dos países recordistas em suicídios de idosos por causa do baixo valor das pensões que oscilam entre 40% e 60% do salário mínimo e são insuficientes para a subsistência dos velhinhos chilenos […]

Paulo Guedes foi o responsável pela reforma da Previdência no Chile?

Não vamos entrar no mérito do impacto da reforma da Previdência no Chile. Há quem diga que foi bom. Outros dizem que foi ruim. Mas o que importa é que Paulo Guedes não estava na equipe dos “Chicago Boys” de 1981.

Antes de continuar, entenda como surgiu o termo “Chicago Boys”. O termo apelidava o grupo de economistas chilenos formados na Pontifícia Universidade Católica do Chile e que fizeram pós-graduação na Universidade de Chicago. Ele ficaram conhecidos após implantar a política econômica da ditadura do general Augusto Pinochet.

Dito isso, saiba que a história começou com uma “confusão” entre três detalhes. O primeiro está no fato de que Paulo Guedes estudou na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, assim como os “Chicago Boys”, grupo de economistas responsáveis pela reforma da Previdência chilena. O segundo está no período em que o ministro viveu no Chile. O último está no fato do economista defender a reforma da Previdência como uma das soluções para o Brasil.

Apesar das “semelhanças”, Guedes não estava na equipe do Chicago Boys. Nesta matéria, o Jornal El País explica os laços entre o ministro e os Chicago Boys. Segundo o jornal, na época em que Guedes viveu no Chile, acompanhou de perto as reformas realizadas pelo grupo (você pode conferir a lista dos principais membros aqui). Por sinal, vale dizer que se Guedes tivesse mesmo participado do grupo, a informação estaria estampada em todos os jornais, o que não é o caso.

Na realidade, Paulo Guedes até se inspirou nas propostas implementadas pelo regime chileno. Inclusive, sua própria equipe é uma “versão brasileira” do grupo. São quatro economistas, incluindo o próprio ministro, formados na Universidade de Chicago, considerada o grande centro de estudo do liberalismo econômico.

Com isso, chegamos a conclusão que, apesar do ministro se inspirar no modelo chileno, a informação de que ele foi responsável pela reforma no país é falsa. A história só existe no Facebook, WhatsApp e na imaginação de alguns desavisados.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)