Pastor do juiz Sérgio Moro diz que ele está sendo ameaçado de morte #boato

Boato – Em áudio no WhatsApp, o pastor do juiz Sérgio Moro revelou que ele está sendo ameaçado de morte. Pastor Rodrigo pediu orações para Moro (que é diácono) e para a família dele.

Considerado herói por alguns e vilão por outros, o juiz Sérgio Moro (mesmo sem ser candidato a nenhum cargo eletivo nas eleições deste ano) é figura central no debate político na internet. Não são raras as vezes que o nome dele é envolvido em comentários, posts e histórias. Algumas não procedem. É o caso da história de hoje.

Circula no WhatsApp um áudio que seria do “pastor” do juiz Sérgio Moro. De acordo com a mensagem que circula online, o Pastor Rodrigo, da Tribo de Judá, havia dito que Moro, que seria diácono da Igreja Batista, estava sendo ameaçado de morte. Leia a mensagem que circula online, a transcrição e escute o áudio:

Mensagem: *URGENTE**Esse áudio recebi de grupo da igreja de uma amiga; quem está falando é o pastor do juiz Sérgio Moro*

Transcrição: Atenção tribo de Judá. Quem tá falando aqui é o Pastor Rodrigo. Se você que tiver acesso a esse áudio e poder repassar esse áudio para várias pessoas, Eu pediria a você… que dobrasse o seu joelho pelo menos cinco minutos em prol do juiz Sérgio Moro. Ele está sendo ameaçado de morte. Estão conspirando a morte dele. Eu estou falando de algumas Fontes que são seguras, que estão querendo eliminar ele. Ele está desmascarando e trazendo tudo à tona. Então eu pediria a todos da Tribo de Judá e de outros Ministérios que orasse, botasse o joelho no chão e orar se não só pelo Sérgio Moro como pela esposa, pela família dele, pela… por pessoas que estão próximas dele ali, em Curitiba, na base da Polícia Federal. A todos que estão trabalhando ao lado dele… todos colocassem os joelhos no chão que e clamasse porque tem muito, muito dinheiro envolvido e ele tá mexendo com um praticamente o Brasil inteiro. […]

Pastor do juiz Sérgio Moro disse que ele está sendo ameaçado de morte?

Muita gente compartilhou a mensagem no WhatsApp e, provavelmente, “dobrou os joelhos” para orar por ele. Quem quiser orar até pode, mas saiba de uma coisa: alguns elementos denunciam que a nem a pessoa que gravou o vídeo é pastor de Sérgio Moro, nem o juiz é da Igreja Batista e nem a denúncia é real. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Para começar, fomos tentar buscar se o pastor Rodrigo da Tribo de Judá é o pastor de Moro. Ao procurar pelo religioso, chegamos a uma igreja do interior de São Paulo. Como se sabe, Moro é morador de Curitiba e a família dele mora em Maringá. Logo, a geografia dificultaria que a pessoa do áudio fosse “pastor” de Moro.

Mas não é só isso. No próprio áudio, o pastor dá a entender que Moro é da Igreja Batista. Pois bem, se o pastor é da Tribo de Judá e Moro é da Batista, temos mais um motivo para a pessoa do áudio não ser “o pastor de Moro”.

Só que ainda tem mais um detalhe que “derruba” a tese de que foi o pastor do juiz Sérgio Moro que gravou o áudio: Moro não é da Igreja Batista (tampouco diácono). Em 2016, a própria Batista de Curitiba desmentiu que o juiz (que é católico) era membro da igreja.

E em relação às ameaças, o que temos a dizer? Além de a pessoa que gravou não ser a “melhor fonte do mundo” (pô, ela nem sabe que Moro não é diácono na Igreja Batista), o áudio é antigo. Em 2016, um site de fake news circulou, sem citar que se tratava do pastor de Moro”, o mesmo áudio. Escute (com direito a trilha sonora).

Agora, vamos raciocinar. Já se passaram dois anos (no mínimo) desde que o áudio começou a circular e Moro não sofreu nenhum atentado. É claro que ninguém está livre de ameaças, mas o fato é que a informação não era tão quente assim.

Resumindo: a história que aponta que o pastor do juiz Sérgio Moro gravou um áudio falando que ele estava sendo ameaçado é falsa. Nem o pastor dele deu a informação e nem a ameaça (pelo menos no áudio) procedia. Boato duplo.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

3 comentários em “Pastor do juiz Sérgio Moro diz que ele está sendo ameaçado de morte #boato

    • 05/05/2018 em 10:29
      Permalink

      Moro é do satanas bicho do capeta nem sabia que ele era crente , as igreja s crentes tão cada vez pior roubam as ovelhas e ainda ta cheio de bandido de membro

      Resposta
  • 01/05/2018 em 10:54
    Permalink

    Sem contar os vários erros da Língua Portuguesa. Talvez, seja de um “adevogado” do Lula. Kkkkkkkkkk

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)