Pai de Sérgio Moro foi fundador do PSDB em Maringá (PR) #boato

Boato – Dalton Áureo Moro, pai do juiz Sérgio Moro, foi fundador do PSDB na cidade de Maringá (Paraná). 

Depois que o ex-presidente Lula prestou um depoimento para a Operação Lava-Jato, o nome mais citado em boatos na internet mudou. O título, que já foi do próprio Lula, de Dilma, de Jean Wyllys e outros, foi para o juiz Sérgio Moro. Só nos últimos dias, a informação de que ele era filiado ao PSDB, que a esposa era advogada do partido e que sofreu críticas de artistas circulou na internet.

Além destas informações, há uma história que aponta que o pai dele (Dalton Áureo Moro) havia sido um dos fundadores do PSDB do Paraná. Tudo começou com uma matéria do site Diário do Centro do Mundo (favorável ao governo) que “vasculhava” a vida pregressa de Moro. Leia:

Confira o desmentido em vídeo

O pai do juiz se dizia apolítico. Ele viveu os melhores anos de sua carreira durante a ditadura, período em que os amigos o descreveram como “conformado”, “protegido” e “satisfeito”. Foi vice-diretor e tesoureiro do Colégio Gastão Vidigal. […]

Na abertura política, Dalton participou da fundação do PSDB, ajudando a eleger ex-arenistas. Impossível saber se ele fez a cabeça do filho, então com 16 anos – só Sérgio Moro sabe quais foram os conselhos que recebeu do pai.

O professor Basílio Baccarin enveredou pela política e registrou a única participação conhecida de Dalton em um partido. Baccarin ligou-se a Mário Covas (1930-2001) e participou da fundação do PSDB em Maringá, elegendo-se vereador (1990): “Moro me apoiou, como amigo. Esteve sempre comigo durante minha campanha e só me dizia que eu deveria ser menos radical”.

A partir da matéria sobre Moro, outros sites resolveram dar “mais destaque” à informação. Um deles é o Sul 21. Leia:

PAI DE SÉRGIO MORO FOI FUNDADOR DO PSDB DE MARINGÁ PARANÁ Pai de Sérgio Moro foi um dos fundadores do PSDB em Maringá Paraná e egresso dos quadros da ARENA, partido político que apoiava a Ditadura

Andou de busão pela primeira vez ao começar a frequentar a faculdade, aos 18 anos. Religioso ao extremo, mãe carola. Idolatrava o pai, falecido em 2005, um professor muito respeitado, homem conservador, apoiador da ditadura, fundador e militante do PSDB de Maringá, que foi formado majoritariamente por quadros egressos da ARENA. O próprio Moro recentemente prestigiou um evento promovido pelo PSDB em companhia de João Dória. Sua esposa trabalhou como assessora jurídica do gabinete do governador José Richa (PSDB do Paraná).

Tentamos achar evidências que atestem ou derrubem a história de que o pai de Sérgio Moro seja um dos fundadores do PSDB do Paraná. Tentamos dois caminhos: conversar com o PSDB do Paraná e com o Diário do Centro do Mundo. Leia as mensagens:

Ao PSDB (PR): Caros. Tudo bem? Sou Edgard Matsuki, editor do site Boatos.org. Gostaria de saber se vocês podem confirmar a informação de que Dalton Áureo Moro, pai do juiz Sérgio Moro, participou da fundação do diretório de Maringá do partido. Há algum registro que comprove ou derrube esta informação? Vocês têm a lista (em regimento interno) de quem fundou o PSDB em Maringá? Desde já agradeço.

Atualizado: o PSDB-PR respondeu o seguinte: Estamos levantando essas informações, Edgard. Segundo membros do partido, ele nunca participou direta ou indiretamente do PSDB. Consta que apenas ajudou um amigo candidato a vereador. Mas aguarde, temos que confirmar ainda.

A minha “tréplica”: Muito obrigado. Estou em busca da informação verdadeira pq há muitas pessoas querendo saber a verdade. Fico no aguardo. Se tiver alguma ata ou algo do tipo, agradeço

Ao DCM: Caros, tudo bem? Circula na internet uma informação deste site que aponta que o pai do juiz Sérgio Moro foi fundador do PSDB em Maringá. Como eles citam vocês como fonte, gostaria de confirmar se a informação é real e se vocês têm alguma prova material da fundação (algum regimento ou mesmo depoimento). A pedido de leitores, estou investigando se a informação é verdadeira ou falsa. Um abraço. Atualizado: o DCM confirmou que a publicação era a reportagem citada acima, porém não deu detalhes de provas materiais.

Pedimos ajuda aos nossos leitores para tentar desvendar se a história é verdadeira ou falsa por meio do Você Desvenda. Fizemos as seguintes perguntas.

– O pai de Sérgio Moro foi fundador do PSDB, como diz a matéria do Plantão Brasil, ou apoiou “como amigo” a eleição de Baccarin?

Primeiramente, nem o DCM acaba citando que Moro é fundador e sim que Baccarin seria. O leitor Tonho Espechdt nos enviou um artigo do maringaense Ângelo Rigon em que fundadores do PSDB apontam que o pai de Sérgio Moro apenas apoiou o amigo quando foi candidato. Leia:

Confirma o empresário Pedro Vier, que estava na fundação do partido e foi vice de Georges Khoury (falecido em 2007, aos 71 anos) e presidente do partido em 1992, que Dalton era apolítico. Acrescenta que Dalton não foi um dos fundadores, mas quando o professor Basílio Bacarin, 80, saiu candidato a deputado estadual pelo PSDB, na eleição de 1990, ele se engajou na campanha, pois eram muito amigos. A participação do pai de Sergio Moro na política ficou restrita ao apoio a um colega professor, que em 1996 elegeu-se vereador pelo PSDB.

– O que prova que o pai de Moro participou da fundação do partido na cidade? Quando ocorreu a tal fundação?

Não há prova alguma sobre isso. Sequer um documento que ateste.

– O pai de Sérgio Moro foi filiado ao partido?

Recebemos um documento de obituário retirado da revista da Unesp dos leitores Piu Mju e Márcia Dias. Nele não há sequer citação do pai de Moro em partidos políticos. Leia. Para jogar a pá de cal no boato, o leitor Alessandro Cyrino nos mandou uma entrevista da viúva de Dalton em que ela nega veementemente a informação. Depois que a viúva da pessoa fala, um amigo fala, não dá para sustentar a informação de que ele era do PSDB.

Além disso, há mais algumas informações para refletirmos: 1) o site Plantão Brasil já foi responsável por alguns boatos desmentidos por aqui; 2) o próprio texto do DCM aponta que ele se “dizia” apolítico e que quem fundou o partido foi Baccarin; 3) Nem o PSDB nem o juiz falou nada a respeito.

Com tudo isso podemos, sim, afirmar que a história que aponta que o pai de Sérgio Moro era do PSDB é falsa. Não passa de mais um boato sobre o juiz.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet