Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Padre é agredido por bolsonaristas na cidade de Candiota (RS) #boato

Padre é agredido por bolsonaristas na cidade de Candiota (RS) #boato

Padre é agredido por bolsonaristas na cidade de Candiota (RS), diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Um padre foi agredido por bolsonaristas na cidade de Candiota (RS). G1 deu uma notícia a respeito do assunto e mostrou a foto dele.

Acabamos de falar no A Semana em Fakes que as questões religiosas se tornaram um dos tópicos mais utilizados em fake news nas eleições. Agora, estamos com mais um exemplo. Desta vez, estão falando uma agressão de bolsonaristas na cidade de Candiota (RS).

Um print de uma suposta matéria do G1 aponta que um padre da cidade de Candiota (RS) teria sido agredido por bolsonaristas. No texto, é dito que o padre foi chamado de comunista por pregar preceitos da Bíblia. Também há uma foto do suposto pároco que foi agredido. Leia a mensagem que circula online:

Versão 1: POLÍTICA Padre é agredido por Bolsonaristas “Estava pregando sobre os ensinamentos Bíblicos, quando um grupo achou que eu estava pregando contra o presidente Bolsonaro, vieram aos gritos me chamando de comunista safado, respeita o presidente, e começaram a me agredir” disse o padre da cidade de Candiota, Rio Grande do Sul. Versão 2: BRASIL Bolsonazistas invadiram igreja na cidade de Candiota, no Estado do Rio Grande do Sul, xingando e agredindo o padre que pregava o Evangelho da Bíblia.

Padre é agredido por bolsonaristas na cidade de Candiota (RS)?

Vídeo: é falso que a Anvisa esteja barrando entrada de remédios no RS

A história se espalhou com muita força entre pessoas que não nutrem simpatia pelo presidente Jair Bolsonaro. Porém, a informação que aponta para a tal agressão ao padre de Candiota (RS) é falsa.

A mensagem e o formato da história já nos deixaram desconfiados da veracidade da informação. O texto tem alguns erros de ortografia e de diagramação que não parecem ser de uma matéria do G1. Não bastasse isso, prints forjados do portal de notícias têm sido uma constante nas fake news na internet. Ou seja: a lorota já recorrente.

Para descobrir a verdade, fizemos o básico. Primeiro, procuramos por notícias da suposta agressão. Como era de se imaginar, nada encontramos em fontes confiáveis. Nem mesmo encontramos a matéria no G1. Não há qualquer relato de agressão ao padre por bolsonaristas na cidade do Rio Grande do Sul.

Ao procurar pela imagem em questão, descobrimos que o sujeito sequer é um “padre da cidade de Candiota”. Na realidade, a pessoa em questão é o padre Thomas Haake. Ele foi machucado ao ser assaltado na cidade de Washington (EUA). E agora vem a surpresa.

A foto do padre machucado já foi utilizada em fake news nos Estados Unidos. Na fake news, apontavam que ele havia sido agredido por integrantes do Black Lives Matter. A informação não procedia.

Resumindo: não é verdade que um padre de Candiota foi agredido por bolsonaristas. O print que está circulando é de uma notícia forjada e a imagem sequer é de um padre do Brasil.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso