ONU desmentiu que comitê inocentou ex-presidente Lula #boato

Boato – A ONU veio a público desmentir a informação que aponta que um comitê inocentou o ex-presidente das acusações de corrupção.

Na última semana, Lula e seus correligionários conseguiram um trunfo na justiça internacional. O Comitê de Direitos Humanos da ONU entendeu que o ex-presidente teve seus direitos violados durante o processo que apurava denúncias de corrupção na Operação Lava Jato.

Entre comemorações com a decisão (que tem pouco impacto prático na Justiça Brasileira), uma história começou a circular entre detratores de Lula. Um texto aponta que a ONU teria “desmentido” que inocentou o ex-presidente das acusações. A mensagem vem em conjunto com um link opinativo da revista Isto É. Leia o texto que circula online (principalmente, pelo WhatsApp):

A ONU DESMENTIU A DIVULGAÇÃO DE FAKE NEWS ONDE UM “COMITÊ INOCENTOU” O EX-PRESIDENTE LULA.ESTA FAKE NEWS FOI DIVULGADA PELO PRESIDIÁRIO E VÁRIOS VEÍCULOS DE IMPRENSA DA EXTREMA MÍDIA COMUNISTA. CONCLUSÃO: “A MENTIRA TEM PERNA CURTA!” https://istoe.com.br/fake-a-onu-jamais-inocentou-lula-alias-nem-mesmo-o-stf/

ONU desmentiu que comitê inocentou ex-presidente Lula?

A mensagem se espalhou com todas as forças na internet. Só há alguns “detalhezinhos”: em nenhum momento a ONU apontou que o “comitê não inocentou Lula” e o texto linkado não tem qualquer relação com o posicionamento das Nações Unidas e seu comitê.

O texto que circula online já nos deixa desconfiados. Ele tem características de fake news como o caráter vago, o tom alarmista e os erros de português. Como o texto linka uma fonte confiável, até tivemos um ponto inicial para a busca.

O link da Isto É nada mais mostra do que o posicionamento de um jornalista sobre o impacto da decisão na ONU. No entendimento dele (e não da ONU) a decisão do Comitê de Direitos Humanos não seria em relação a Lula “ser inocente” e sim em relação ao julgamento não ter transcorrido com o rito correto.

É importante citar que há o outro lado da discussão, que aponta que uma vez que exista presunção de inocência, uma vez que as condenações de Lula foram anuladas (seja por competência de quem julga ou erros processuais), o ex-presidente é inocente.

De qualquer forma, o fato é que, em nenhum momento, a ONU “desmentiu” que Lula seja inocente. O último posicionamento de um órgão ligado às Nações Unidas foi a do Comitê de Direitos Humanos e, após isso, não houve nenhuma “nota explicativa” sobre o assunto.

Resumindo: é falsa que a ONU desmentiu que Lula seja inocente. O artigo que está circulando online é um texto opinativo de um jornalista e nada tem a ver com o que pensa as Nações Unidas. Apesar de existir divergências sobre a decisão garantir que o ex-presidente é inocente ou não, o fato é que a Organização das Nações Unidas nada falou após a decisão de seu Comitê de Direitos Humanos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet