Notícia falsa: Maria do Rosário confunde controle remoto com telefone

Maria do Rosário confunde telefone com controle remoto, diz boato
Maria do Rosário confunde telefone com controle remoto, diz boato

Boato – Durante entrevista coletiva, a ministra Maria do Rosário comete gafe ao falar de homofobia e pedir pena de morte a menores infratores. Para disfaçar, ela finge falar ao telefone. Porém, era o controle remoto do ar condicionado.

Dos ministros do governo de Dilma Rousseff, não há dúvidas que um dos mais visados é a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário. Só aqui no Boatos.org já falamos do boato que falava que ela se solidarizou com um assaltante de moto em São Paulo. Desta vez, o boato passa por uma gafe da ministra que teria acontecido durante uma entrevista.

Uma imagem que supostamente seria de um recorte de jornal aponta que Maria do Rosário começou a comentar o assassinato de um produtor de TV homossexual em São Paulo (leia sobre este caso neste link do UOL). De acordo com o texto, ela disse que os assassinos mereciam pena de morte.

Porém, um repórter teria dito que os assassinos eram menores de idade e que nem seriam presos por causa da redução da maioridade penal. Aí, ela teria fingido que estava falando ao telefone. Mas na verdade, ela pegou o controle remoto do aparelho de ar condicionado. Leia o texto que circula na web:

Há dias, a ministra Maria do Rosário, dos Direitos Humanos, horrorizada com o homicídio de um produtor de TV homossexual, que teve o corpo jogado num canavial, no interior de São Paulo, não deixou por menos: “Essas hordas reacionarias e direitistas-liberais não suportam o convívio com os gays. Quem cometer um crime contra um gay merece a pena de morte”.

Aí, um repórter informou a ministra que os responsáveis eram quatro menores e que nem ficariam presos graças à rejeição da proposta de redução da maioridade penal, que ela apoiou. Surpresa, ela interrompeu a conversa e fingiu falar no celular: era o controle remoto do aparelho de ar condicionado.

A história fez tanto sucesso na internet que foi compartilhada incessantemente no Facebook. Um dos grandes colaboradores para a difusão foi o deputado federal Jair Bolsonaro. Só a postagem dele teve mais de 100 mil compartilhamentos em dois dias.

Apesar da difusão e do “ilustre” colaborador, a história é falsa. O recorte de jornal é um resumo de uma postagem do blog Joselito Muller (que já é nosso conhecido no Boatos.org). A página é assumidamente de notícias falsas.

Diante da repercussão do assunto, a página do PT no Facebook publicou uma nota desmentido que tenha acontecido isso. De acordo com a postagem, jornais e colunas não checaram e republicaram a notícia do blog de humor. Ela também publicou o desmentido na página oficial no Facebook. Sendo assim, chegamos à conclusão de que a história não aconteceu e a notícia é falsa.

PS: esse artigo foi uma sugestão do leitor e amigo Felipe de Souza. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.  

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)