Mulher de Gilmar Mendes agride repórter durante entrevista sobre Itaipu #boato

Boato – Mulher do Gilmar Mendes agride repórter ao ser se questionada sobre nomeação no Conselho da Itaipu.

Depois da nomeação de Samantha Ribeiro Meyer, ex-mulher do ministro Gilmar Mendes, para o cargo de conselheira da Itaipu Binacional, empresa que controla a Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR), o nome da advogada não saiu da boca do povo.

Entre as polêmicas da nomeação está um vídeo onde supostamente a mulher de Gilmar Mendes agride um repórter durante entrevista sobre Itaipu. De acordo com as informações repassadas na internet, a mulher reage ao ser questionada sobre “o cargo no Conselho da Itaipu ganhando R$ 37.000,00 por mês trabalhando 6 vezes ao ano”. Confira a mensagem e vídeo:

Mulher de Gilmar Mendes agride repórter durante entrevista sobre Itaipu, diz boato
Mulher de Gilmar Mendes agride repórter durante entrevista sobre Itaipu, diz boato

Mulher de Gilmar Mendes agride repórter durante entrevista sobre Itaipu?

Para aqueles que ficaram “de cara” com a reação da mulher e compartilharam a história como verdadeira, temos um recado: a notícia é completamente falsa. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Para começar, a mensagem diz uma coisa e o vídeo mostra outra completamente diferente. Digo isso porque a mulher que aparece nas imagens não é a esposa do Gilmar Mendes. Na verdade, é a procuradora Alice Ribeiro da Câmara de Vereadores de Uberlândia, Minas Gerais.

O repórter foi agredido durante uma entrevista para o programa Brasil Urgente, da Band, sobre o aumento de quase R$ 3 mil no salário dos vereadores e a decisão da justiça de suspender o reajuste. Nas imagens, a procuradora chama o repórter de “capcioso” e arranca o microfone da mão do jornalista. Confira no vídeo:

Mas não é só isso. A mensagem afirma que a advogada nomeada para o cargo é a esposa de Gilmar Mendes. Na verdade, não é. Como já mencionamos anteriormente, Samantha Ribeiro Meyer é ex-mulher do ministro. A atual esposa dele é Guiomar Mendes.

Com isso, ‘matamos dois coelhos com uma cajadada só’: a mulher de Gilmar Mendes não foi nomeada para o cargo de conselheira da Itaipu e muito menos agrediu o repórter da Band durante a entrevista sobre a nomeação. Ou seja, tudo não passa da velha história do aumenta e inventa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)