Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Vídeo de mulher com carrinho de supermercado “da realidade vivida no Brasil” é de 2022

Vídeo de mulher com carrinho de supermercado “da realidade vivida no Brasil” é de 2022

Mulher faz protesto contra Lula com carrinho de supermercado vazio em 2024, diz boato (Foto: Reprodução/X)

Boato – Mulher levou carrinho de supermercado quase vazio, em evento de Lula, para protestar contra preços abusivos, em 2024

Análise

A alimentação é uma das necessidades básicas de qualquer cidadão. Por isso, quando os preços estão descontrolados e os valores nas prateleiras estão acima daquilo que as pessoas podem pagar, o medo e o desespero se instalam imediatamente.

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, uma mulher teria feito um protesto contra Lula e a alta de preços. Segundo a publicação, a mulher teria levado um carrinho de supermercado quase vazio em um evento com Lula e, no local, teria falando sobre a alta de preços e como não era mais possível encher o carrinho. Ainda segundo a história, a situação teria ocorrido em 2024. Confira:

Vídeo: é falso que Lula parou doações em Lajeado e Encantado destruiu donativos

Versão 1: “Lula não vai as ruas, e esta jovem merece PREMIO por apresentar carrinho de supermercado da realidade vida do Brasil –  ao Lula, Haddad, Janja e toda a corriola. Parabéns menina incrivel”. Versão 2: “menina sobe no palco e encontro de Lula e mostra alimentos no carrinho que fala sobre preços absurdo. essa corajosa e verdadeira kkkk não mudou nada só piorou só faltou chamar ele de mentiroso kkk”. Versão 3: “Lula não vai as ruas, e esta jovem merece PREMIO por apresentar carrinho de supermercado da realidade vida do Brasil –  ao Lula, Haddad, Janja e toda a corriola”.

A história não demorou muito para viralizar nas redes sociais, em especial, no X (antigo Twitter), no Facebook e no Tik Tok. Apesar disso, a história apresenta algumas características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

A partir daí, resolvemos pesquisar um pouco mais essa história e agora vamos te contar, em três etapas, todos os motivos para não acreditar nela: 1) A mulher mostrou a “realidade do Brasil” com carrinho de supermercado vazio com críticas a Lula? 2) Qual é o contexto do vídeo em que uma mulher mostra o carrinho de supermercado para Lula? 3) Faz sentido falar que o preço dos alimentos subiu com Lula?

Checagem

A mulher mostrou a “realidade do Brasil” com carrinho de supermercado vazio com críticas a Lula?

Não. Não existe nenhuma notícia recente sobre o assunto. Além disso, se fosse verdade, com certeza chamaria a atenção das redes sociais e da mídia. E ao contrário do que se esperava, o assunto não está circulando de forma intensa nas redes sociais. Se isso não bastasse, seria muito improvável que a organização do evento permitisse que alguém fizesse um protesto desses sem qualquer intervenção. Por isso, fomos atrás das imagens originais.

Qual é o contexto do vídeo em que uma mulher mostra o carrinho de supermercado para Lula?

O vídeo foi gravado no dia 30 de abril de 2022, durante um encontro de mulheres pelo direito à alimentação, em Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo. O encontro reuniu mulheres da região e lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT), inclusive, o presidente Lula que, na época, era candidato à Presidência. Na oportunidade, uma mulher mostrava a disparidade dos valores dos alimentos em 2022 em comparação aos anos 2000. Ela não criticava Lula, mas sim apresentava o cenário do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Faz sentido falar que o preço dos alimentos subiu com Lula?

Sim e não. É fato que os alimentos tiveram uma alta bastante acentuada no início de 2024. Porém, esse problema não é de hoje e, ainda que os governos possam influenciar na alta dos alimentos, não são os únicos culpados. Desde 2018, o Brasil vem registrando uma alta no valor dos alimentos bem acima da inflação. Isso é explicado por uma série de fatores, como a alta nos preços internacionais, mudanças em políticas públicas, redução dos estoques reguladores, mudanças climáticas, a guerra na Ucrânia e o dólar supervalorizado. Em 2023, o valor da cesta básica fechou em queda em 15 das 17 capitais.

O problema registrado em 2024 é explicado, sumariamente, pela crise climática que afetou o mundo todo em 2023. Vale ressaltar que, em 2023, diversos estados foram atingidos por calor intenso e chuvas torrenciais, que causaram seca e alagamentos em distintos períodos. Por causa disso, o volume de produção de alimentos foi afetado. Com a diminuição da oferta de alimentos, o preço subiu. Para evitar que o problema se agrave, o governo Lula está buscando alternativas, como conversar com representantes do agronegócio e acrescentar no Plano Safra 2024-2025 formas de garantir uma maior área plantada de alimentos básicos, como arroz, feijão, trigo, milho e mandioca, incluindo a oferta de crédito aos produtores.

Conclusão

Fake news ❌

Mulher que se encontrou com Lula não fez um protesto com carrinho de supermercado em 2024. O vídeo usado supostamente como prova, na realidade, foi retirado de contexto e não é novo. As imagens foram feitas em 2022, durante um encontro de mulheres pelo direito à alimentação, em Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo.

O encontro contou com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na oportunidade, a mulher mostrava a disparidade do valor dos alimentos em 2022, no governo do ex-presidente Bolsonaro, em comparação aos anos 2000. Além disso, a alta no valor dos alimentos não é uma exclusividade do governo Lula e tem sido registrada desde 2018. Dentre os fatores que explicam o aumento do custo dos alimentos estão as mudanças climáticas, a alta nos preços internacionais e a redução dos estoques reguladores.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).