MST está bloqueando transposição do rio São Francisco para faltar água aos nordestinos #boato

Boato – Vídeo prova que o mais novo plano do PT. O MST está bloqueando a transposição do Rio São Francisco para que falte água no Nordeste do Brasil.

Um dos tipos de fake news que mais tem se espalhado nos últimos tempos é o que aponta para “algo bizarro” que o MST teria feito. A última história que está se espalhando em redes sociais aponta para uma suposta ação criminosa do Movimento dos Sem Terra.

Um vídeo que mostra um grupo de homens colocando sacos de areia no leito de um canal de um rio está circulando junto com a informação de que seriam militantes do MST que estariam bloqueando o leito do Rio São Francisco para que falte água para as pessoas. Há, ainda, a informação de que o vídeo seria de um momento atual. Leia:

Confira o desmentido em vídeo:

@boatos.org Fake News sobre o MST ter bloqueado o Rio São Francisco para prejudicar Bolsonaro. Confira detalhes no Boatos.org #Eleições2022 #noticias #MST #Bolsonaro #lula #trend #fakenews #foryou #fyp #foryoupage #fy #notícias ♬ som original – Boatos.org

Versão 1: Grupo do MST bloqueia transposição do são Francisco.. Versão 2: Os terroristas do MST estão lá bloqueando o Rio São Francisco para a água não chegar ao povo,ele  Versão 3: Lulista ataca e fecha rio são Francisco, lula e lulista apoia MST aconteceu agora pela manhã Versão 4: TERRORISTAS DO MST A SERVIÇO DO BANDIDO CONDENADO #NOVEDEDOS BLOQUEIAM RAMAL DA TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO

Versão 5: MST, braço armado do PT, bloqueando a transposição do Rio São Francisco que Bolsonaro concluiu para levar água aos miseráveis que Lulla deixou passando sede e fome.  Por isso nunca foi terminado. Nunca foi pelos nordestinos, era apenas para desviar dinheiro e servir de palanque. Versão 6: MST colocando barreiras no córrego da transposição do rio são Francisco Versão 7: Grupo do M S T bloqueando a transposição do Rio São Francisco, para faltar água aos nordestinos

MST está bloqueando transposição do rio São Francisco para faltar água aos nordestinos?

Não demorou para a história circular com todas as forças na internet. Porém, a acusação contra o MST não é sustentada pelo vídeo em questão e faltam provas para apontar que o grupo está “bloqueando o canal do Rio São Francisco”.

Ao analisar o conteúdo, percebemos logo de cara um “detalhe” que inviabiliza a tese de que o MST está “bloqueando o Rio São Francisco”. A mensagem (que tem características de fake news como o caráter vago, o tom alarmista e a falta de citação de fontes confiáveis) não aponta nenhuma prova de que as pessoas do vídeo são do MST ou mesmo que a ação teria ocorrido no Rio São Francisco. Sem a indicação correta de local (cidade, grupos etc) e detalhes sobre o assunto, fica muito difícil acreditar na acusação.

Ao buscar mais detalhes sobre supostas ações do MST de “bloqueio do Rio São Francisco” recentemente (por que alguém iria querer fazer isso em pleno período eleitoral?), nada encontramos em fontes confiáveis. Mesmo o vídeo não nos deixa claro nenhuma referência de as pessoas são do MST, são ribeirinhos ou, se ainda, são trabalhadores da obra em questão.

O único registro que encontramos de ocupações do grupo é de 2013. Há uma matéria da Folha e uma do Estadão que falam sobre a ação. A Folha apontou que os militantes chegaram a interromper o funcionamento do local em protesto.

De lá para cá, não encontramos nenhuma ação similar do movimento. Vale apontar que também que uma ação de bloqueio como essa resultaria em uma ação policial. E sabe quantas ocorrência recentes vimos em fontes confiáveis falando do MST ter bloqueado o rio São Francisco? Nenhuma.

Vamos analisar, então: um vídeo sem identificação de data, local ou mesmo de pessoas que estão sendo filmadas está circulando com uma acusação de algo que viraria caso de polícia (e notícia), mas não consta em nenhuma fonte confiável. Mesmo sem saber da real origem do vídeo (quem souber nos ajuda), podemos cravar que a acusação contra o MST não passa de um boato.

Atualização em 24/10 às 19h56: leitores do Boatos.org apontaram que o vídeo (que, de fato, não tem ligação com o MST) foi gravado em Santa Maria da Boa Vista (Pernambuco). Na realidade, tratam-se de barreiras de contenção para que seja realizada uma limpeza do canal de aproximação. Esta matéria fala sobre o assunto e destaca que o conteúdo que cita o MST é uma fake news.

Vale apontar que o próprio MST desmentiu a informação falsa. No Twitter, o perfil do movimento escreveu o seguinte: “Em nota, MST repudia nova mentira e relembra a defesa do direito ao livre acesso e a destinação das águas da transposição para os pequenos agricultores”. Leia nota:

Mais uma vez, o MST é alvo de ataque de fake news, mirando atingir o desempenho de Lula nas eleições. Desta vez, nos acusam de estar bloqueando o curso de água do Rio São Francisco para impedir a chegada do recurso a quem precisa. Logo nós, que sempre defendemos o direito ao livre acesso e a destinação das águas da transposição para os pequenos agricultores e fazemos a crítica a sua destinação para grandes projetos do capital na agricultura.

Ressaltamos que não temos nenhum conhecimento sobre o fato retratado e difundido no vídeo. O vídeo, aliás, nem deixa claro se trata de um protesto ou algo do tipo, que mais parece uma obra para estabelecer a travessia entre as margens. Também não há nenhuma simbologia do MST entre os presentes, seja boné ou bandeira.

Lamentamos que nesta reta final da corrida eleitoral de 2022, o número de ataques deste tipo estejam aumentando e a desinformação seja um cavalo de batalha do campo bolsonarista contra o MST e na sua tentativa de atingir a candidatura Lula. A verdade vencerá.

Resumindo: o vídeo que está circulando online não prova que o MST está bloqueando o Rio São Francisco. Também não consta a acusação em nenhuma fonte confiável. Ou seja: até que tenhamos informações mais precisas, podemos cravar a acusação como um #boato.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet