Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Não há qualquer prova de que motoboys têm que usar fralda para trabalhar como entregadores de aplicativo

Não há qualquer prova de que motoboys têm que usar fralda para trabalhar como entregadores de aplicativo

Motoboys têm que usar fralda para trabalhar como entregadores de aplicativo, diz boato (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Boato – No Brasil, os motoboys têm que usar fralda para trabalhar porque os aplicativos não fornecem banheiro para eles. 

  Análise

Durante uma entrevista “quebra-queixo” com jornalistas nos Estados Unidos, o presidente Lula deu uma declaração em relação ao trabalho de motoboys que trabalham como entregadores para aplicativos.

Ele classificou o trabalho de entregadores como “escravo”. Ele deu a seguinte declaração: “No caso do Brasil, aquela meninada que trabalha de moto, bicicleta, às vezes não têm banheiro para ir. Às vezes trabalham de fraldão porque não tem banheiro para ir”.

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

A partir da fala de Lula, opositores do governo começaram a criticar e, inclusive, ironizar a declaração. A partir daí, uma dúvida surgiu: é verdade que os motoboys no Brasil têm que usar fraldão para trabalhar?

Checagem

Na parte da checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões. 1) Lula, de fato, falou que os motoboys têm que usar fraldas para trabalhar no Brasil? 2) É verdade que motoboys usam fraldas para trabalhar com aplicativos porque não têm banheiro? 3) A questão trabalhista dos aplicativos de entrega merece um debate?

Lula, de fato, falou que os motoboys têm que usar fraldas para trabalhar no Brasil?

Sim. Como é possível ver no vídeo abaixo (divulgado no Twitter da GloboNews), Lula deu a seguinte declaração: “Que as plataformas muitas vezes tratam as pessoas quase que como trabalho escravo. No caso do Brasil, aquela meninada que trabalha de moto, bicicleta, às vezes não têm banheiro para ir. Às vezes trabalham de fraldão porque não tem banheiro para ir. É inimaginável num mundo todo digital o ser humano ser tratado como se fosse escória”.

A fala surgiu em um contexto no qual Lula estava fechando um acordo para o aumento dos direitos trabalhistas e que citou como exemplo a questão dos trabalhadores de aplicativo, que, de acordo com o que defende, mereceria mais na questão trabalhista.

É verdade que motoboys usam fraldas para trabalhar com aplicativos porque não têm banheiro?

Não há qualquer comprovação disso. Infelizmente, trata-se de mais um caso em que o presidente deu uma declaração sem base (pelo menos com o que sabemos) na realidade. É possível que haja algum caso isolado como o citado por Lula? Sim. Porém, não é a regra. Tanto que até motoboys começaram a ironizar a fala e publicaram fotos e vídeos com fraldas ou mesmo tripudiando do que Lula disse.

Há relatos da prática em um relatório de 2016 que apontaria que empresas multinacionais como a Walmart teria obrigado, em algum momento, nos Estados Unidos, trabalhadores a usarem fraldas. Não há nenhum estudo que aponte que isso ocorreu no Brasil, muito menos com motoboys.

Vale apontar que seria estranho um motoboy ter que usar fralda para não ir ao banheiro. Além de a profissão prezar pela mobilidade (a pessoa está com uma moto), por ser um trabalho “autônomo” (ou quase), o motoboy não precisa “pedir autorização” para ir ao banheiro.

A questão trabalhista dos aplicativos de entrega merece um debate?

Debate é a palavra certa. Quando falamos de um tipo de trabalho novo, há diversos interesses envolvidos. Um deles é o do próprio governo. Afinal, se os trabalhadores forem, por exemplo, registrados, os caixas com tributos e previdência social seriam reforçados.

Também há o interesse das empresas, que pensam em cortar custos e lucrar mais. Há, ainda, o interesse do próprio trabalhador, que quer lucrar mais. No final, será preciso fazer uma equalização para que todos os lados fiquem contemplados. Está claro que a fala de Lula é um tensionamento para isso (mesmo que com uma informação que não está embasada). Aguardemos.

Conclusão

Boato sem comprovação 👎

Para quem quer saber, é verdade, sim, que Lula falou que motoboys têm usar fraldas durante o trabalho. E, para quem quer saber, a informação (assim como outras de autoridades) não têm embasamento na realidade (mesmo que se descubra um caso isolado, o que não é o caso, não é regra). Classificamos como “boato sem comprovação”.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm