Mortos votaram em Lula em diversas cidades no Nordeste do Brasil #boato

Boato – Está aí a prova da fraude nas eleições de 2022. Mais de 200 cidades do Brasil tiveram mais votos para Lula do que habitantes. Ou seja: colocaram mortos para votar nele.

O que não tem faltado na internet são notícias falsas em relação a apuração do primeiro turno das eleições. Já estamos, inclusive, vendo evoluções de fake news já desmentidas aqui no Boatos.org. Na história de agora, vamos falar de uma suposta denúncia de “mortos votando em Lula”.

De acordo com a mensagem que circula online, houve cidades em que até mortos votaram no ex-presidente Lula. A lista cita supostas cidades de estados como Sergipe, Pernambuco e Bahia. É dito, ainda, que isso ocorreu em mais de 200 cidades brasileiras. Leia a mensagem que circula online:

CIDADES QUE ATÉ OS MORTOS VOTARAM EM LULA. N.S. da Glória (Se) 3.053 habitantes. 4.615 votaram em Lula. Porto da Pedra: (Pe) 6.122 habitantes: 8.090 votaram em Lula. Poço das Antas(Pe) População: 4.342 habitantes. 5.873 Votaram em Lula. Xique Xique (BA) 43.548 habitantes: Pasmem: 64.805 habitantes votaram no Lula. Barragem(BA) 25.687 habitantes: 31.338 votaram em Lula. Nova Liberdade (BA) 11.026 habitantes: 16.192 votaram em Lula. Novaçores (BA) 9.622 habitantes: 12.351 votaram em Lula. Guananbim(BA) população: 19.764 habitantes: 22.538 Votaram em Lula. Joaçaba (BA) 6.142 habitantes: 6.984 votaram em Lula. Antas(BA) população: 11.434 habitantes: 18.001 votaram em Lula. e mais 192 cidades Brasileiras (Bahia com maior número) em que os mortos RESSUSCITARAM para VOTAR em Lula.

Mortos votaram em Lula em diversas cidades do Nordeste no Brasil?

A história não demorou a viralizar na internet. Porém, a informação é falsa. Nem os números contidos na mensagem são reais tampouco há qualquer informação sobre “mortos que votaram em Lula”.

A mensagem (com características de fake news como o tom alarmista, os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis) e histórico de fake news (há uma parecidíssima falando da cidade de Barreiras, na Bahia) já nos deixam desconfiados da veracidade da informação.

Para além disso, nada encontramos em fontes confiáveis sobre informações de denúncias de “mortos” votando em peso em Lula. Na realidade, a “fonte da informação” da mensagem está em perfis de redes sociais de pessoas simpatizantes a Bolsonaro.

Ao analisar ponto a ponto, descobrimos que a mensagem está, além de sem provas, com diversos erros de informação e dados. Para que você entenda, vamos falar das 10 cidades citadas na mensagem (a fonte do número de eleitores está aqui).

A primeira delas é Nossa Senhora da Glória (SE). A mensagem aponta que a cidade tem 3.053 habitantes e que 4.615 votaram em Lula. Na realidade, a cidade, de acordo com dados do TSE, tem 22.524 habitantes e Lula teve 17.024 votos na cidade.

Com a cidade apresentada como “Porto da Pedra em Pernambuco”, há mais erros ainda. Não existe nenhuma cidade com este nome em Pernambuco. Há uma cidade em Alagoas chamada de Porto de Pedras. Os números também estão errados. Enquanto a mensagem aponta que há 6.122 habitantes na cidade e que 8.090 votaram em Lula, a realidade aponta para 7.062 eleitores e  2.832 votos em Lula.

O mesmo ocorre na cidade apresentada como “Poço das Antas, Pernambuco”. Na realidade, existe uma cidade chamada Poço Dantas e ela fica na Paraíba. Também há erro nos números: a mensagem apresenta a população de 4.342 habitantes e 5.873 votos em Lula. Os números reais são 4.062 eleitores e 2.543 votos em Lula.

No caso da cidade apresentada como “Xique Xique (BA)”, há um erro menor. Há uma cidade chamada Xique-Xique (com hífen) na Bahia. Nos números, há erros crassos como nos outros casos. É dito que há 43.548 habitantes e que 64.805 votaram no Lula. Na realidade, a cidade tem 36.866 eleitores e 19.928 votaram em Lula.

Há outra cidade com o nome grafado errado. A cidade que é apresentada como “Guananbim (BA)” é, na realidade, Guanambi. É dito que a população é de 19.764 habitantes e 22.538 votaram em Lula. Porém, a cidade tem 64.990 habitantes e 33.200 votos em Lula.

A cidade de Antas é uma das poucas que está identificada corretamente. Porém, os números do município baiano estão errados. A mensagem aponta para uma população de 11.434 habitantes e 18.001 votos em Lula. Os números reais são 11.018 eleitores e 5.699 votos no petista. 

O mesmo não pode se dizer de Joaçaba. Enquanto a mensagem identifica o município como baiano e ele é, na realidade, catarinense. O número apresentado na mensagem é de 6.142 habitantes e 6.984 votos em Lula. Os números reais são 22.613 eleitores e 4.691 votos em Lula (que perdeu para Bolsonaro por lá).

Nos casos das cidades de “Barragem (BA)”, “Nova Liberdade (BA)” e “Novaçores (BA)”, a situação é pior ainda: não existem municípios com estes nomes no Brasil. Ou seja: inventaram números e inventaram cidades.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que mortos votaram em Lula no primeiro turno das eleições de 2022. A denúncia é inventada “do nada”, os números apresentados estão errados, há erros em nome de cidades e até municípios foram inventados para dar credibilidade no fake.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet