Mentira: governo vai confiscar FGTS e poupança para Fies e BNDES

Boato – Governo vai tirar o FGTS por 10 anos dos brasileiros para financiar o BNDES e a poupança acima de R$ 10 mil para financiar o Fies.

Se 2014 foi o ano dos boatos eleitorais e da Copa, 2015 tem sido o ano dos boatos ligados ao confisco da poupança. Pela terceira vez neste ano, o Boatos.org publica um texto relacionado ao assunto. Apesar de repetitivo, isso se faz necessário já que os boatos (assim como os vírus) se modificam e fortalecem. Então, aí vamos nós.

Boato diz que FGTS e poupança serão confiscados
Boato diz que FGTS e poupança serão confiscados

Tem circulado desde o começo de maio e principalmente pelo WhatsApp, a informação de que o governo teria tomado uma atitude drástica para frear os problemas econômicos neste ano: tirar o dinheiro do FGTS dos trabalhadores para cobrir o rombo do BNDES e usar o dinheiro da poupança para cobrir o rombo do Fies. Leia:

Bom acabou de ser votado… a PresidAnta vai usar o FGTS para suprir o BNDES… e vai devolver em 10 anos este dinheiro aos trabalhadores.. e vai para votação na sexta o uso do “excesso na poupança” para financiar o FIEs .. quem tiver acima de 10 mil reais depositado terá este valor confiscado e devolvido em até 8 anos… sem correção… Parabens PT… devo ser o único imbecil do mundo que assiste TV Câmara…

A história viralizou no WhatsApp por meio de uma foto no Facebook de um tal de Marcelo Micheletto. E é aí que começamos a achar o furo da história. Procurando pelo perfil, achamos outros xarás. Porém, nenhum tinha a foto semelhante da que o print da história aponta. Com isso, podemos dizer que o perfil é fechado ou falso (ou que não procuramos direito).

Para além do detalhe citado acima, vamos falar o que é boato ou não na história. Começando com o que é verdade. É fato que o governo vai usar um fundo do FGTS para auxiliar o BNDES. Essa matéria do G1 explica tudo certinho.

Também é fato que a economia no Brasil vai mal das pernas e que realmente haverá alguns cortes (chamados de ajustes fiscais) para tentar recuperar o país (ou pelo menos desafogar). O ajuste, que inicialmente prevê mudanças nas regras do seguro-desemprego, na aposentadoria e aumento de impostos, foi aprovado no Congresso.

Também é fato que o Fies não anda bem das pernas. Após enfrentar problemas nos cadastros, o Financiamento Estudantil fechou para cadastros sem contemplar todos que queriam. E mais, o ministro da Educação declarou que o dinheiro acabou.

Bem, dito o que é verdade, vamos desmentir a história. A primeira das mentiras está na informação de que o dinheiro do FGTS dos trabalhadores ficará congelado por 10 anos. Como você pode ler na matéria do G1 que citamos acima, o fundo do FI-FGTS não atinge em nada o bolso dos trabalhadores. Ou seja, se você precisar sacar o FGTS e cumprir as regras para isso, poderá fazer à vontade. Essa matéria da Exame explica.

O segundo ponto está na teoria de que o dinheiro da poupança com mais de R$ 10 mil será confiscado para ajudar o Fies. Apesar do Fies não estar na melhor das situações, ninguém teve essa ideia e tampouco será votado “na sexta” na Câmara (até porque às sextas-feiras não têm sessões deliberativas). Se você duvida, é só conferir a agenda da Casa.

Sendo assim, podemos dizer que a história é mais um boato que se aproveitou de algumas informações soltas e circula por aí pela internet. Não vai ter confisco de FGTS e poupança para cobrir rombos de BNDES e Fies.

PS: esse artigo foi uma sugestão da leitora (e amiga) Nathália Mendes. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.  

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)