Mentira: Coronel diz que Eduardo Campos sofreu atentado terrorista

Coronel diz que morte de Eduardo Campos não foi acidente
Coronel diz que morte de Eduardo Campos não foi acidente

Boato – Texto de coronel do Exército Brasileiro afirma que acidente do presidenciável foi um ato de terrorismo

Em época de eleição todos os fatos que envolvem os candidatos a algum cargo, são discutíveis, noticiáveis e polêmicos. No início da corrida presencial o até então candidato à presidência pelo PSD, Eduardo Campos, sofreu um acidente de avião e faleceu, deixando a sua candidatura para a até então vice, Marina Silva.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

Desde o acidente, e a morte repentina do candidato, surgiram várias especulações sobre o real motivo da queda do avião, se a queda foi uma falha mecânica ou então manipulada. Alguns dessas histórias esclarecidas aqui mesmo no Boatos.org.

A história da vez é um texto Coronel do Exército (Cel.Dolvim – especialista em terrorismo e atentados terroristas), que afirma com vários argumentos que o acidente na verdade foi um atentado.

Veja o texto completo sobre o atentado terrorista que matou Eduardo Campos nesse link

O texto foi compartilhado em uma página no Facebook chamada PT Saudações, uma página que por si só já tem um direcionamento político. Sobre o coronel, ele de fato existe, basta procurá-lo no Google. A busca rápida também resulta em vários sites que publicaram algo sobre a morte de Eduardo Campos relacionando o coronel ao fato.

No entanto, o coronel José Ori Dolvin Dantas, em nota publicada no blog Alerta Total, afirma não ser o autor do texto. Mais um caso em que usam um nome com peso para poder circular um boato e para que ele pareça mais real, pois se o José da Silva fosse o autor da notícia dificilmente as pessoas acreditariam, ou compartilhariam mais de 44 mil vezes, ou curtiriam 10.300 vezes como aconteceu.

É tempo de eleição, a morte de Eduardo Campos ainda segue sem todas as respostas, diferentes hipóteses sugerem diferentes causas, mas até o momento só podemos afirmar é que o caso foi uma fatalidade. E que o texto do coronel sobre o atentado terrorista é mais uma daquelas velhas histórias que aparecem pela internet e a gente acredita vai saber por quê. Mais um daqueles típicos boatos.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet