Maria do Rosário critica PM que matou três assaltantes em SP #boato

Boato – Deputada federal Maria do Rosário (PT/RS) criticou, em postagem no Facebook, policial Militar (PM) que matou três assaltantes em São Paulo.

É fato que os boatos sobre o PT e partidos aliados a Dilma Rousseff na internet diminuíram após a saída dela da Presidência da República. Mesmo assim, volta e meia circula alguma informação falsa sobre algum político da sigla. É o caso da postagem de hoje.

Maria do Rosário criticou PM que matou três assaltantes, diz boato
Maria do Rosário criticou PM que matou três assaltantes, diz boato

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

Tem circulado, pelo Facebook e WhatsApp, uma imagem que seria de uma postagem da deputada federal Maria do Rosário (PT/RS) no Facebook. Nela, a deputada teria feito críticas ao Policial Militar que reagiu a um assalto e matou três assaltantes em São Paulo. Leia o que diz o texto:

Notícia do G1: PM que dirigia Uber em SP mata 3 que tentaram assalta-lo; veja vídeo. Policial reagiu a tentativa de assalto em Cidade Líder, na Zona Leste. Um dos assaltantes tinha 15 anos, diz Secretaria de Segurança Pública.

Suposta postagem: Era bom que a sociedade parasse para pensar: Hoje temos 3 famílias chorando em razão da ação deste PM opressor. Caso ele não tivesse reagido apenas uma família choraria, assim, o prejuízo teria sido menos para a sociedade.

Maria do Rosário criticou PM que matou três assaltantes em SP?

É claro que a história viralizou no Facebook e WhatsApp, principalmente entre grupos que defendem “direitos humanos para humanos direitos”. Mas será mesmo que a deputada Maria do Rosário deu tal declaração a respeito do ocorrido em São Paulo? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Não é a primeira vez que boatos envolvendo a deputada e segurança pública circulam na internet. Aqui no Boatos.org já desmentimos histórias que apontavam que ela queria proibir o uso de defesa pessoal no Brasil, que criou decreto após ladrão morrer em janela, que queria transformar reagir assalto em crime hediondo e outros. Ou seja, não é de hoje que aparecem boatos sobre ela. Só isso já nos causa desconfiança.

A desconfiança com o conteúdo vira certeza de que é boato quando olhamos três coisas. A primeira delas é que a página do Facebook dela não tem nenhuma postagem na data e horário descritos. No dia 04/11, ela fez uma postagem às 11h46 e não 10h46. Mas aí você pode me falar, “ele deve ter apagado a mensagem”.

Ok. Ela pode até ter apagado (não achamos isso nem analisando o cache da página), mas além disso também deve ter poderes de premonição. Como dito antes, a postagem teria sido no dia 04/11 às 10h46. Porém, o caso citado, em que o policial (que não teve o nome divulgado) matou três adolescentes, aconteceu no dia 05/11, às 14h29. Seria esse um caso inédito de crítica antes do fato acontecer?

O terceiro ponto está no próprio Facebook da deputada. Por meio da sua página na rede social, ela escreveu o seguinte:

MAIS UMA MENTIRA: A dignidade e a justiça de nosso trabalho seguidamente são atacadas por notícias falsas que rolam pela internet.

Falsificar tweets e postagens se tornou fácil com programas de computador. Tentam atacar nosso mandato com cards falsos, como este, que caluniosamente afirmam que a deputada Maria do Rosário declarou posicionamentos aos quais ela nunca proferiu. Aliás, é tão grosseira a montagem que imputa a declaração dois dias antes do fato acontecer. O caso ocorreu em 6 de novembro e o pronunciamento teria ocorrido no dia 4.

Ao contrário do que as calúnias falam, defendemos uma segurança pública com cidadania e defendemos os policiais das mais diferentes áreas. Entre os projetos de lei apresentados pela deputada na Câmara, está o projeto 7478 de 2014, que aumenta a pena nos crimes de homicídio e lesão corporal quando praticados contra agentes públicos, em especial, policiais civis e militares. Este projeto já se tornou a Lei de número 13.142, de 6 de julho de 2015. Não compartilhe calúnias na rede! Isso é crime!

Resumindo: a história que aponta que a deputada Maria do Rosário criticou policial Militar que matou três assaltantes é falsa. Ela não publicou nada a respeito do assunto, só o desmentido. É só mais um boato que circula online.

Esse artigo foi uma sugestão da leitora Sônia Soares  e mais seis que não se identificaram. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 99331 6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)