Marcelo Rezende previu greve dos caminhoneiros em áudio de 2014 #boato

Boato – Em áudio gravado em 2014, Marcelo Rezende previu a greve dos caminhoneiros de 2018 e a falta de combustível por causa da corrupção na Petrobras e no Brasil. 

A greve dos caminhoneiros, que começou na segunda-feira (21), tem causado um verdadeiro frisson nas cidades e na internet. Devido aos bloqueios, muitas cidades decretaram estado de emergência. O estoque de combustível em muitas delas já foi esgotado e os ônibus funcionam parcialmente.

Há, inclusive, quem tenha feito uma marcha ao mercado com o intuito de garantir comida para os próximos dias. O medo da falta de itens básicos já toma conta de muita gente. Nem a proposta acordada pelo governo federal e pelos representantes dos caminhoneiros (uma “trégua” de 15 dias) foi capaz de acalmar os ânimos.

Principalmente porque no dia de hoje (25 de maio de 2018), a paralisação ainda está acontecendo. E, segundo uma publicação nas redes sociais, se a população tivesse escutado Marcelo Rezende, já estaria preparada para a situação. “Veja o que disse Marcelo Resende em 2014 Tava certo.pena q morreu antes e n pode ver”, diz. De acordo com a publicação, Rezende teria previsto a greve dos caminhoneiros e a falta de combustível em todo o país. Confira:

“É uma vergonha esse país. Um dia, vai haver uma manifestação tão grande, tão grande, que vai faltar combustível pra todo mundo no Brasil. Eu ainda vou estar vivo pra ver essa história. Acontece que a Petrobras rouba muito. Um dia ainda vai acontecer um escândalo tão grande, que ninguém vai conseguir segurar essa bomba. E quem vai mudar o Brasil vai ser os caminhoneiros. Escuta o que eu tô te falando, meus amigos. Os caminhoneiros ainda vão mudar esse Brasil. Eu vou falar procês: guarde isso muito bem guardado, as minhas palavras, porque onde o pobre não tem vez, os caminhoneiros vão mostrar quem é que carrega nas veias o verdadeiro sentido de ser brasileiro”.

Marcelo Rezende previu greve dos caminhoneiros em áudio de 2014?

Bom, sabemos que os ânimos estão super exaltados e os boatos não param de pipocar nas redes sociais e na internet. Mas será mesmo que Marcelo Rezende poderia ter evitado toda essa situação se sua previsão tivesse sido levada a sério? Ou melhor, será mesmo que ele teria previsto essa greve? A resposta é não. Se você quiser mais detalhes, continua lendo.

Para começo de história, não temos registro de nenhuma previsão feita por Marcelo Rezende antes dele morrer. Por sinal, essa tal previsão que está circulando só apareceu hoje. Engraçado, não é mesmo?

Se a suposta previsão realmente existisse, não seria possível encontrar vestígios de alguma publicação em 2014? Por que ela não foi divulgada antes? Vale lembrar que outras previsões falsas, desmentidas aqui no Boatos, seguiam a mesma história: apareciam sempre após a “tragédia” acontecer. Assim, até eu.

Outro ponto estranho nessa história é o trecho onde ele diz “ainda estarei vivo para ver”. Marcelo Rezende faleceu em setembro de 2017, vítima de câncer. Por que ele diria algo tão forte se, em 2014, ele ainda nem sabia da doença? Ele iniciou o tratamento somente em abril de 2017.

Por último e não menos importante (pelo contrário), temos o fato curioso sobre Marcelo Rezende nessa “previsão”. A voz não pertence ao ex-jornalista. Tem dúvidas? Vamos fazer um exercício! Presta atenção quando a pessoa do áudio fala a letra S no final das palavras e compara com vídeos antigos do ex-jornalista. No áudio, ele é muito mais chiado, denunciando a imitação.

Além disso, Marcelo Rezende costumava respirar durante as pausas que ele fazia estrategicamente nas frases, coisa que não aparece no áudio da previsão (a única coisa que se escuta nas pausas é um ruído ambiente). Ou seja, é uma imitação (não das melhores).

Em resumo: a história que diz que o ex-jornalista Marcelo Rezende teria previsto a greve dos caminhoneiros em 2018 é falsa. A confirmação pode ser feita pela análise do áudio. A imitação (não tão bem feita) da voz de Rezende fica escancarada. E o pior de tudo é que ele nem está aqui para negar ou desmentir a história (algo, com certeza, pensado pelo criador do áudio). Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)