Lula se aposentou por invalidez após perder um dedo #boato

Boato – Ex-presidente Lula ganha uma aposentadoria por invalidez após a perda do dedo mínimo em 1964.

Não são poucos os boatos que envolvem políticos. E, entre a gama imensa de alvos, um dos preferidos das informações falsas na internet são as relacionadas ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. Aqui no Boatos.org já desvendamos uma dúzia deles. E hoje vamos desmentir mais um.

Lula se aposentou após perder um dedo, diz boato
Lula se aposentou após perder um dedo, diz boato

Há muito tempo circula na internet a informação de que o ex-presidente estaria recebendo uma aposentadoria por ter perdido um dedo quando era torneiro mecânico. Além de ser compartilhada em blogs, a informação também tomou conta das redes sociais.

A história de que Lula recebia aposentadoria deu margem a comparações como, por exemplo, compará-lo com Stephen Hawking ou mesmo criticar o INSS brasileiro. Leia um dos textos que circulou na web:

Lula se aposentou por perder 1 dedo,qd deveria ter sido indenizado.Qts pessoas vc conhece q n conseguem se aposentar?

Bem, vamos agora colocar os pingos nos “is”. Tá certo que o sistema de aposentadoria do INSS é injusto (e inclusive mais direitos estão sendo cortados), que Stephen Hawking é um exemplo de determinação ou mesmo que Lula realmente recebe uma aposentadoria (como anistiado). Mas tem uma coisa: o ex-presidente realmente não recebe aposentadoria por causa do dedo.

O acidente que causou a perda do dedo de Lula aconteceu no ano de 1964. Essa matéria da revista Trip conta a história. Na época, ele tinha 18 anos. E, como se sabe, ele continuou trabalhando por muito tempo como metalúrgico. Imagina só: se ele tivesse se aposentado, teria largado as fábricas (e o movimento sindical). Aposentados por invalidez não podem exercer outras atividades remuneradas.

Para além disso, temos um desmentido do próprio Instituto Lula. Em nota publicada no dia 27 de março, é afirmado que o ex-presidente não recebe aposentadoria nenhuma. Sendo assim, podemos chegar à conclusão de que a história é mais uma notícia falsa da internet.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet