Lula pediu para Bolívia cortar 30% do gás que vem para o Brasil #boato

Boato – Para prejudicar Jair Bolsonaro, Lula pediu para o presidente da Bolívia cortar 30% do gás que envia para o Brasil. Moeda de troca foi refinaria doada pelo ex-presidente.

A questão econômica é uma das que mais promete acender o debate político para as eleições deste ano. A prova disso é que algumas das desinformações que circulam online têm como pano de fundo os preços que enfrentamos no país. A última aponta para uma suposta manobra do ex-presidente Lula.

De acordo com textos que acompanham um vídeo, Lula teria pedido que o atual presidente da Bolívia, Luis Arce, cortasse 30% do gás fornecido do país para o Brasil. O objetivo seria prejudicar Bolsonaro e a moeda de troca seria a “refinaria doada” pelo ex-presidente. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Versão 1: Lula pede para presidente da Bolívia cortar 30% do gás que vem para o Brasil para prejudicar Bolsonaro, mas vai prejudicar os brasileiros. Versão 2: BRASIL LULA pediu para a Bolívia cortar o GÁS do Brasil. Saiba porque: aumenta a INFLAÇÃO que corrói o seu SALÁRIO! ELETROBRAS (energia) + PETROBRAS (combustível) = CUSTO. Preço da energia + preço de combustível = Aumento dos preços de todos os produtos => INFLAÇÃO.

Lula pediu para Bolívia cortar 30% do gás que vem para o Brasil?

Não demorou muito para a história circular com todas as forças entre redes sociais bolsonaristas. Porém, não há qualquer prova de que o ex-presidente Lula tenha participação na tal redução de gás para o Brasil.

Para que você entenda o caso, precisamos fazer uma contextualização. Em maio de 2022, reportagens apontaram que a YPFB (estatal boliviano responsável pela produção de gás natural) estaria enviando 30% a menos de gás natural do que o firmado em um contrato de 2020.

A redução, que prejudica as demandas da empresa brasileira, foi explicada pela YPFB. De acordo com a estatal, há uma tentativa de renegociação do contrato. Eles entendem que o preço fechado em 2020 é baixo (é quase metade do valor que a Argentina firmou em contrato recentemente) e apontam que o governo brasileiro não seguiu tratativas.

Você pode ver (e também constatamos) que não há qualquer relação do ex-presidente Lula com a redução em questão. Em checagem feita recentemente, o Projeto Comprova também atestou que não há qualquer relação entre Lula e a redução em questão. Não há encontros do ex-presidente brasileiro com Luis Arce e tampouco o vídeo que está circulando acusa Lula de ter “pedido” a tal redução.

É importante citar que, para “coroar”, a mensagem cita uma informação falsa: de que Lula “doou” uma refinaria à Bolívia. Essa informação já foi classifica como falsa por diversos serviços de checagem como, por exemplo, Aos Fatos, Lupa, AFP e UOL.

Resumindo: a acusação que aponta que Lula pediu uma redução no envio do gás da Bolívia para o Brasil não procede. Não há qualquer prova da interferência dele sobre isso e, ainda por cima, a tese é baseada na falsa informação sobre “doação de refinaria” para a Bolívia.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet