Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Lula não foi responsável pela distribuição do livro O Avesso da Pele em escolas

Lula não foi responsável pela distribuição do livro O Avesso da Pele em escolas

Lula é o responsável pela distribuição do livro O Avesso da Pele em escolas, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – O livro O Avesso da pele é pornográfico e foi distribuído em escolas pelo presidente Lula

Análise

Nos últimos dias, um assunto está bombando nas redes sociais. Trata-se da distribuição do livro O Avesso da Pele, do escritor Jeferson Tenório, em escolas públicas. Parece que o livro não agradou muitos pais e professores e uma onda de fake news sobre o assunto invadiu a internet.

De acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o responsável pela distribuição do livro O Avesso da Pele em escolas públicas. Segundo a publicação, o livro teria conteúdo pornográfico e não seria adequado para jovens e adolescentes. Confira:

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Versão 1: “É isso mesmo senhoras e senhores… Surreal… Inacreditável… Covarde… Governo Lula libera  livros com conteúdo pornográfico para as escolas públicas… Livro: O avesso da pele. Autor: Jeferson Tenório”. Versão 2: “URGENTE Governo Lula distribui material Po#N0grafico para escolas de ensino médio! “A denúncia foi feita por uma professora de Santa Cruz do Sul -RS””.

Versão 3: “Lula transformou o Ministério da Educação em MINISTÉRIO DA PORNOGRAFIA e está entregando as escolas públicas o livro “O Avesso da Pele”, de Jeferson Tenório. O livro foi incluído no Programa Nacional do Livro e do Material Didático – PNLD. No livro há trechos de s*x* explícito, um deles aborda o tamanho do p.. de um negro. Outro diz: “Vem, minha branquinha. Vem, meu negão. Chupa a tua branquinha. Chupa o teu nego. Adoro a tua pele branquinha. Adoro a tua pele, meu nego. Adoro tua b… branca. Adoro teu p… preto””.

A história rapidamente se espalhou nas redes sociais, em especial, no X (antigo Twitter) e no Facebook e causou revolta na internet. Apesar disso, a história segue aquele velho roteiro de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

A partir daí, resolvemos investigar um pouco mais dessa história e vamos te contar em detalhes os motivos para não acreditar nessa história: 1) O que é o livro O Avesso da Pele e qual a polêmica envolvendo ele? 2) Lula é o responsável pela distribuição do livro em escolas? 3) O Avesso da Pele não deveria estar sendo distribuído em escolas?

Checagem

O que é o livro O Avesso da Pele e qual a polêmica envolvendo ele?

O livro O Avesso da Pele fala sobre relações raciais, violência, identidade e negritude. Na trama, Pedro, personagem principal da história, perde o pai após uma abordagem policial desastrosa. Com a morte do pai, Pedro sai em busca do passado da família, tentando resgatar suas histórias e refazendo os passos de seu pai. O livro, inclusive, já foi premiado no Prêmio Jabuti, o principal prêmio literário brasileiro, em 2021, e chegou a ser traduzido para 16 idiomas.

Toda a história envolvendo o livro começou, após a diretora de um colégio viralizar nas redes sociais lendo um trecho explícito do romance. Não demorou muito para o trecho ser retirado de contexto e histórias falsas começarem a pipocar na internet, misturando outros assuntos, como conservadorismo, “ideologia de gênero” etc.

Lula é o responsável pela distribuição do livro em escolas?

Não. Para começo de história, o livro foi inserido no Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), pelo Ministério da Educação, durante o governo Bolsonaro, em 2022. O PNLD é um programa que avalia e distribui livros didáticos, pedagógicos e literários de forma universal e gratuita às escolas públicas.

Após a repercussão, a Secretaria de Comunicação Social informou que a escolha dos livros a serem adotados em sala de aula é feita pelos próprios educadores das escolas. A partir de um guia digital, que mostra todas as obras disponíveis no PNLD, educadores e gestores escolhem as obras e só aí elas são disponibilizadas.

O livro O Avesso da Pele foi incluído no guia digital em 2019. Se isso não bastasse, a diretora que gravou o vídeo falando sobre o conteúdo explícito do livro teve que se retratar depois que as imagens viralizaram. Uma ata do dia 17 de novembro de 2022, mostrou que os professores e a coordenação da escola se reuniram para decidir quais obras seriam solicitadas ao PNLD. Além disso, a alegação de que os professores não tiveram acesso ao material na íntegra também é falsa, uma vez que o PNLD disponibiliza uma senha para que professores e coordenadores possam ler todo o conteúdo do material antes de fazerem o pedido.

O Avesso da Pele não deveria estar sendo distribuído em escolas?

O livro é destinado para o ensino médio (15 anos ou mais) e possui questões pertinentes para essa idade, ainda mais que o personagem principal do livro também é um jovem adolescente. Apesar do trecho explícito (que, de fato, existe), não é uma obra pornográfica. Além disso, nessa idade, jovens já estão saindo, namorando e se descobrindo e o trecho não é algo fora da realidade dessa idade.

Por fim, o escritor Jeferson Tenório, autor do romance O Avesso da Pele, alega que toda essa história, na verdade, é uma forma de censura ao seu livro. É difícil dizer o que, de fato, essa história busca, mas podemos garantir que boa parte das pessoas que estão compartilhando essa história não estão se importando muito com as crianças, mais sim com política.

Conclusão

Fake news ❌

Lula não foi o responsável pela distribuição do livro O Avesso da Pele em escolas públicas. Na realidade, o livro foi distribuído pelo governo Bolsonaro, em 2022, por meio do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD). Nesse sistema, professores e coordenadores podem acessar um guia virtual com os materiais disponíveis, ler as obras na íntegra e selecionar os livros de interesse para o ano letivo. Apesar do trecho explícito, o livro contém questões importantes para o debate dos jovens, como relações raciais, negritude, violência e identidade. O livro O Avesso da Pele, inclusive, já ganhou o Prêmio Jabuti, o maior prêmio literário brasileiro, em 2021.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).