Juíza Gabriela Hardt toca flauta em apresentação musical, mostra vídeo #boato

Boato – Vídeo mostra a juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro na Lava Jato, tocando flauta durante apresentação musical.

Com a escolha de Sérgio Moro como ministro da Justiça do governo de Bolsonaro, a Lava Jato terá um novo juiz no comando. Por enquanto, a missão de substituir Moro está com Gabriela Hardt, juíza substituta da 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná.

Em um dos seus primeiros trabalhos, a juíza ouviu o ex-presidente Lula em depoimento no dia 14 de novembro de 2018. Assim que o depoimento terminou (com direito a debates acalorados), um vídeo que seria de Gabriela Hardt começou a circular com força na internet.

Na filmagem, há a apresentação de um grupo musical (dos bons) no qual, de acordo com mensagens que a acompanham, a flautista é a juíza substituta da Lava Jato. Leia algumas versões da mensagem que circula online e assista ao vídeo:

Versão 1: NA FLAUTA É A NOSSA JUIZA GABRIELA HARDT (TALENTOSA). Versão 2: Conjunto de mulheres poderosas. Na flauta, nada mais nada menos que a juíza Gabriela Hardt, a nova musa do Brasil. Versão 3: Na flauta, Gabriela Hardt, substituta do Juiz Sérgio Moro. Boa noite, grupo!!!

Versão 4: A flautista é a juíza Gabriela Hardt, assim me informaram, sucessora do juiz Moro na Lava-jato. Ela é ótima vamos curtir … Lula é que não gostou ..vai dançar com muito chorinho.. Versão 5: MAGNÍFICA A flautista é a juíza Gabriela Hardt, sucessora do juiz Moro na Lava-jato, e por sinal ela TÊM COMPETÊNCIA É EM TUDO QUE FAZ.

Vídeo mostra juíza Gabriela Hardt tocando flauta em apresentação?

Muita gente ficou empolgada com as habilidades musicais da juíza. Outros até sugeriram que ela deveria levar a flauta para o próximo depoimento de Lula. Mas será mesmo que a pessoa no vídeo é mesmo Gabriela Hardt? Não, não é. Vamos aos fatos.

Nem precisamos dar muitas voltas para descobrir a verdade. Ao nos deparar com a mensagem (que, por sinal, é vaga e não cita fontes confiáveis) já vimos que era grande (por questões lógicas) a chance de a história ser falsa.

De cara, fomos buscar mais informações sobre os “dotes” de Gabriela Hardt. Por meio deste perfil da Piauí, descobrimos que ela é não tem as características físicas da pessoa do vídeo (informação confirmada ao buscarmos por uma imagem da juíza) e que ela é triatleta. Não há nada em fontes confiáveis que corrobora com a informação de que ela também é flautista profissional.

Já que não achamos nada sobre a juíza ser flautista, fomos procurar pela origem do vídeo. Com a ajuda do leitor Omar Lay, descobrimos que a pessoa do vídeo é uma musicista chamada Gabriela Machado e o grupo se chama Choronas. Mais uma busca e achamos o vídeo original (de uma apresentação no Sesc Consolação em São Paulo no ano de 2011). Não há qualquer menção à juíza. Assista e leia a descrição sobre o grupo:

Choronas é o nome do grupo formado por quatro musicistas, que encanta e comove o público tocando ritmos próprios da música brasileira: choro, baião, maxixe e samba. Atuando desde 1994, Choronas tem se apresentado em diversos espaços culturais de São Paulo, outras cidades brasileiras e no exterior.

Formado por Gabriela Machado (flauta transversal); Ana Cláudia César (cavaquinho); Paola Picherzky (violão de 7 cordas) e Roseli Câmara (percussão). Gênero: Choro Show que ocorreu no Teatro Anchieta do Sesc Consolação dia 28/11/2011

Resumindo: a história que aponta que Gabriela Hardt estava tocando flauta em uma apresentação musical é falsa. A pessoa que está no vídeo é a flautista Gabriela Machado e não tem nada a ver com a juíza ou com a operação Lava Jato. Bora para a próxima fake news.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)