José Dirceu só foi solto porque ameaçou delatar ministros do STF #boato

Boato – Ex-ministro José Dirceu só conseguiu ser solto com um habeas corpus na 2ª Turma do STF porque ameaçou delatar os ministros que votaram a favor dele.

Em meio à Copa do Mundo, o cenário político está, em termos de exposição, mais tranquilo do que normalmente. Isso não significa que tudo esteja parado. Nos últimos dias, aconteceram, no mínimo, dois fatos relevantes no STF. 1) O ex-presidente Lula teve um pedido de habeas corpus negado. 2) Em contrapartida, o ex-ministro José Dirceu teve o pedido de liberdade aceito. É neste segundo caso que vamos focar hoje.

Só para contextualizar: no dia 26 de junho, a 2ª Turma do STF decidiu conceder liberdade a José Dirceu. Os ministros que votaram a favor da decisão foram Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. O argumento foi que haveria probabilidade de ele ter recursos favoráveis em tribunais superiores.

Após a decisão ter sido promulgada no STF, surgiu na internet uma tese que apontava que José Dirceu foi solto porque ameaçou delatar ministros. A tese surgiu em um vídeo e leva em conta o caso das malas de Renan Calheiros (apesar de não explicar qual a relação) e afirma que Dirceu foi o único solto e que outros habeas corpus são “só para disfarçar”. Leia algumas das mensagens que circulam online:

JOSÉ DIRCEU AMEAÇOU DELATAR GILMAR MENDES, DIAS TÓFOLI E LEWANDOWSKI SE NÃO O LIBERTASSEM. E ASSIM O MANDARAM PRA CASA, AGORA EXIGIU QUE RETIRASSEM A TORNEZELEIRA E TAMBÉM FOI ATENDIDO…

Eu vou tentar de esplicar toda a MARACUTAIA que está por trás do STF…. Se eu fosse um General já teria realizado a INTERVENÇÃO MILITAR no Brasil, só as sujeiras do STF é motivo suficiente para a INTERVENÇÃO IMEDIATAMENTE….. (Assista o vídeo)!!!

José Dirceu só foi solto porque ameaçou delatar ministros do STF?

A tal história está se espalhando na internet de forma bem rápida. Mas será mesmo que é possível confirmar a tal acusação com base no que está sendo publicado por aí? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Antes de falar sobre o assunto, vamos deixar bem claro que não estamos julgando se a decisão do STF foi correta ou não. Tem gente que acha que é e tem gente que acha que não é. Dito isso, vamos à acusação direta de “delação de José Dirceu”.

Sabe aquela história do “ônus da prova é de quem acusa”? Pois bem, a tese que circula online não carrega prova alguma. É só alguém que disse que ouviu de alguém sobre o caso. Mesmo o próprio vídeo, que começa falando do caso das malas e termina falando que o habeas corpus de Cunha foi só balão de ensaio, não pode ser usado como prova.

Se fosse só isso, tudo bem. Mas há também algumas incongruências que fazem a tese não valer. Desde 2013, José Dirceu tem entrado e saído da prisão (algumas vezes por condenações no Mensalão e algumas vezes por questões relacionadas à Lava Jato). Será que se ele tivesse a tal carta na manga da delação, não teria chantageado ministros antes de ficar tanto tempo preso?

Outro ponto: o caso das malas de Renan aconteceu em 2016. Na época, José Dirceu estava preso. Ok, a gente sabe que é possível ter informações mesmo estando preso. Agora vamos convir que, mesmo em uma delação (algo não cogitado ainda pelo ex-ministro), ele teria que penar muito para comprovar o envolvimento de Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski no caso. Mais do que isso: com certeza, ele não seria o único a saber do caso e tampouco “seria especial” por causa disso.

Além disso: (mais uma vez, vamos reiterar que não estamos opinando se é certo ou não) José Dirceu não é o único “agraciado” por decisões benevolentes da Segunda Turma do STF (apelidada carinhosamente de Jardim do Éden) em relação a políticos por causa do “perfil garantista”: um dos soltos foi Fernando Capez, acusado pelo caso das merendas em São Paulo.

Resumindo: sabemos que as decisões do STF têm feito grande parte da opinião pública se voltar contra alguns ministros (como, por exemplo, Gilmar Mendes, apelidado de “o libertador”). Porém, é preciso ter parcimônia antes de comprar teses sem provas. E a história que aponta que Dirceu ameaçou delatar todo mundo é, pelo menos, por enquanto, isso: apenas acusações sem nenhuma comprovação.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)