Jornalista diz que atentado a tiros contra ônibus de Lula e PT “foi armação” #boato

Boato – Jornalista que estava no ônibus que foi atingido por tiros diz que atentado contra Lula e PT “foi tudo armação”.

Desde que surgiu a notícia de que os ônibus que carregavam militantes de Lula e jornalistas de sites de esquerda foram atingido por tiros, muito tem se especulado a respeito do assunto. O que não faltaram na internet foram “especialistas em balística”, “especialistas em política” e até um “depoimento bombástico”.

De acordo com uma notícia publicada em um blog, “um jornalista que estava na caravana de Lula” teria afirmado que o atentado a tiros foi uma armação do PT para “vitimar” (SIC) o ex-presidente. “Foi tudo armação os tiros”, teria dito. Leia o texto que circula online:

Jornalista dentro no ônibus entrega PT “Foi tudo armação os tiros”. Foi tudo armação – Estava tudo muito suspeito mas, vindo do PT pode esperar qualquer coisa. Aqui. Um jornalista contou entre os bastidores da Caravana do PT que, depois dos ovos que LULA recebeu em seu ultimo comício, uma FALSA emboscada seria armada para atingir o ônibus de LULA, a intenção era VITIMAR o ex-presidente para ele se sair de coitadinho.

Pois é, nada que o PT tentar armar para cima do Brasil ficará em secreto, LULA está cercado de inimigos, todos vão entregar seus passos. Resta agora a POLICIA CIVIL investigar para desmascarar toda essa FARSA imposta… […]

Tudo leva a crer que é uma grande FARSA montada pelo próprio PT para vitimar, deixar LULA de santo, como sempre. Não se assuste se ainda seu processo não for revisado e ele sair de inocente ao meio de tanta corrupção.

Jornalista disse que atentado a tiros contra ônibus de Lula e PT “foi armação”?

Como dito no início do texto, o que não faltou foi gente “dando pitaco” em relação ao acontecimento. Mas será mesmo que o tal jornalista da caravana de Lula entregou que tudo era uma armação? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Apesar de não ser possível afirmar, por enquanto, qual a natureza do atentado (vamos deixar isso com as investigações da polícia) e responder outras questões como a que levantou (de forma imprudente) que os tiros “foram de perto” do ônibus (vamos deixar isso, por enquanto, com a perícia), o fato é que a história do “jornalista que entregou o PT” não passa de uma fake news.

A resposta está no próprio texto e na própria fonte da informação. Ponto 1: o site que publicou a notícia é um conhecido site de fake news (talvez um dos mais conhecidos do gênero). O ápice da página foi o ano de 2016, mas parece que estão voltando a viralizar. Tentamos procurar mais informações sobre o depoimento “do jornalista” e nada encontramos em fontes confiáveis. Não é estranho a denúncia surgir justamente em um site que costuma publicar boatos?

Ao olhar o texto, percebemos também alguns detalhes, no mínimo, duvidosos. O primeira está no caráter vago do texto. Quem seria o jornalista? Em que situação ele deu a declaração? Essas e outras perguntas suscitam mais dúvidas quanto a veracidade da informação.

Outra questão: a notícia tem alguns erros crassos de português. Que intenção é essa de “vitimar” Lula? Se você não sabe, vitimar é, de fato, “tornar alguém vítima”. Ou seja: vitimar só seria o termo certo a ser utilizado se a intenção fosse, de fato, matar Lula. Caso a intenção fosse fazer com que Lula “se mostre como vítima”, o termo certo seria vitimizar. Tanto o jornalista que “deu o depoimento” como o que “escreveu a notícia” deveriam saber disso, não é?

Ainda fazendo uma análise do texto: grande parte do conteúdo não passa de uma cópia desta matéria do jornal Estado de Minas. Se você não sabe, a tática de copiar e colar grandes trechos de notícias verdadeiras é muito usual em sites de fake news. Isso é feito, principalmente, para dar “uma cara” de notícia às fake news.

Resumindo: não temos condições de dizer quem foram os autores dos tiros contra a caravana de Lula e o PT. Porém, temos condições e provas para afirmar que a “denúncia” do jornalista que estava no ônibus é mais um boato que circula online.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)