Jair Bolsonaro recebeu R$ 200 mil de propina da JBS em 2014 #boato

Boato – Durante a campanha eleitoral de 2014, o deputado federal Jair Bolsonaro recebeu propina de R$ 200 mil da JBS.

Depois das delações de executivos da Odebrecht e da JBS, poucos são os políticos de expressão nacional que falam que estão limpos. Um desses políticos que “podem encher a boca para falar” é o deputado Jair Bolsonaro (PSC/RJ). Quer dizer, “podia”. Porque, de acordo com um texto que circula online, ele está na lista de propinas da JBS.

Um texto, publicado por um blogs (um deles, curiosamente, ligado a militares), dá conta que ele recebeu uma “propina” de R$ 200 mil na campanha para deputado federal de 2014. O blogs que publicaram a versão usam como fonte (na verdade copia descaradamente e só troca o título) uma matéria (da qual vamos falar mais para frente) que “provaria” a propina. Leia o texto que circula online:

Bolsonaro recebeu R$ 200 mil em propina da JBS, durante campanha de 2014. Jair Bolsonaro (PP) não se cansa de falar que é um político de moral ilibada. Ainda assim, o deputado federal compartilhou um vídeo para explicar a doação no valor de R$ 200 mil que recebeu da JBS durante sua campanha de 2014.

Os dados constam na Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Reeleito deputado federal com o maior número de votos no Rio de Janeiro naquele ano, foram mais de 460 mil votos, Bolsonaro, por sua vez, afirma ter devolvido o valor doado pela empresa detentora da Friboi.

Em vídeo postado no seu canal de YouTube, o deputado indica que o montante de R$ 200 mil, que corresponde à metade do total gasto na sua última campanha, foi devolvido como “doação ao partido”. Na planilha do TSE, porém, os mesmos R$ 200 mil voltam à conta de Bolsonaro, agora numa doação feita pelo fundo partidário.

Jair Bolsonaro recebeu R$ 200 mil de propina da JBS em 2014?

Não precisa nem dizer que o link que o acusava de receber propina da JBS/Friboi viralizou online. Mas será mesmo que a história é verdadeira? A resposta é não. Vamos aos fatos.

De fato, ao olhar no site do TSE é possível ver que Bolsonaro recebeu R$ 200 mil da JBS como doação de campanha. Porém, ele devolveu o dinheiro ao partido (por sinal, ele aproveitou a devolução do montante para esbravejar que não recebe “propina legalizada”). A devolução pode ser vista no link de gastos de campanha.

O furo da bala é que uma matéria da Vice aponta que Bolsonaro recebeu R$ 200 mil do fundo partidário do Partido Progressista (PP) no mesmo dia que devolveu o dinheiro da JBS. Logo, outros sites passaram a levantar a hipótese que o dinheiro foi “lavado” pelo PP para não ter como fonte a JBS para, por fim, blogs postarem a história como “propina”.

A tese até faria sentido se não fosse um detalhe: o da história ter sido explicada por Bolsonaro faz tempo. Mais exatamente em uma postagem de janeiro de 2016 e um vídeo de março deste ano.

De acordo com o deputado, a história foi a seguinte: uma pessoa do PP ligou para Bolsonaro oferecendo dinheiro do fundo partidário para a campanha. Quando o dinheiro entrou na conta, foi visto que era doação da JBS. Bolsonaro reclamou com o partido sobre a fonte do recurso e devolveu o dinheiro. A doação seguinte foi como combinada: do fundo partidário.

A questão é por que o PP doaria dinheiro do fundo partidário ao deputado? Fizemos um cálculo e a tese dita no vídeo de que Bolsonaro “rende” dinheiro para a legenda faz sentido. O fundo partidário é pago da seguinte forma: 5% dos recursos são divididos igualmente entre os partidos e 95% proporcionalmente às votações para a Câmara Federal.

Em 2014, o fundo partidário destinou R$ 300 milhões para os partidos. Sendo assim, R$ 285 milhões (95%) foram definidos pela votação para deputado federal de 2010. Ou seja, 135.804.433 eleitores decidiram para quem iria o montante.

Fazendo um cálculo superficial, (300.000.000/ 135.804.433, igual ao número de eleitores) cada voto “renderia” R$ 2,20 (não contamos votos anulados e abstenções. Neste caso, a conta subiria). Como Bolsonaro teve 464.572 votos em 2010, renderia, em teoria, R$ 1.022.058 ao partido. Por isso, ele conseguiu exigir (de forma esperta) que o dinheiro viesse do fundo partidário.

A título de conhecimento, levantamos no site do TSE para quem o PP doou via fundo partidário em 2014. Nomes como Aline Corrêa (R$ 200.000), Euricélia Cardoso (R$ 385.000), Iracema Portella (R$ 1.090.000), Conceição Sampaio (R$ 600.000), Ronaldo Carletto (R$ 400.000) e outros candidatos a deputado federal também receberão via fundo partidário. Ou seja, não foi nada de extraordinária a doação.

Só para terminar: e se a doação fosse real? Isso significa necessariamente que se trata de propina? Na realidade, não. Apesar de a JBS ter afirmado que “pagou propina por meio de doação oficial”, é preciso fazer uma investigação mais profunda para saber qual a parte das doações eleitorais serviram para comprar agentes públicos. Por enquanto, não se sabe ainda qual a porcentagem das doações (que eram legais em 2014) teve esse destino.

Resumindo: quer você goste ou não do deputado, a história que aponta que Bolsonaro recebeu propina da JBS nas eleições de 2014 não pode ser comprovada. O dinheiro que foi doado pelo partido é, de fato, do fundo partidário que, por sinal, foi ganho com alguns votos do deputado. Nesta, Bolsonaro foi esperto ao “recusar” o dinheiro como vindo de doação da JBS. Por enquanto, não há provas contra ele.

 Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores pelo WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

62 comentários em “Jair Bolsonaro recebeu R$ 200 mil de propina da JBS em 2014 #boato

  • 10/09/2018 em 21:26
    Permalink

    Mano do céu…como é que você “doa ” para um partido um dinheiro que não é seu?

    Que explicação trágica. Pareceu a equipe de campanha do Bolsonaro escrevendo essa matéria.

    Resposta
    • 16/09/2018 em 15:52
      Permalink

      Percebi tendencia em outros “boatos também!” já n confio nesse site.., tchau

      Resposta
  • 09/09/2018 em 00:00
    Permalink

    Não vão publicar meu comentário, mas tanto faz. Deram um monte de volta, encheram linguiça com números, e falaram de outros políticos, mas continua sendo dinheiro ilegal “esquentado” através do fundo partidário. Óbvio que o intuito desse artigo não é esclarecer nada e sim passar pano no “mito”, que inclusive admitiu na ocasião “e quem nunca recebeu?” sobre pagamento de propinas (só pesquisar “ao explicar 200 mil da jbs, bolsonaro admite que PP recebeu propina”, matéria da Joven Pan).

    Resposta
  • 04/09/2018 em 18:07
    Permalink

    Bola fora do site, poderiam pelo menos ter usado a palavra repassou ao invés de devolver, pelo que entendo da palavra devolução, é retornar o bem recebido para quem o deu, nunca vi devolver para outra pessoa ou entidade. Acho que cabe uma correção para não tirar a credibilidade deste site que tanto admiro e utilizo todos os dias!!!

    Resposta
  • 26/08/2018 em 19:38
    Permalink

    Como já foi dito e repetido, vocês compraram a versão do Bol$onaro. No máximo, vocês deviam ter dito que a história não era tão simples e esclarecer os detalhes. Agora inocentar uma pessoa que devolve dinheiro ao corrupto, pra receber de volta, por triangulação? Nunca mais frequento o site. Podiam ter passado sem essa. Juízo da próxima vez.

    Resposta
  • 14/08/2018 em 08:06
    Permalink

    Que vergonha, tapando o sol com a peneira. Enfia Bolsonaro no Cú. Várias matérias de jornais importantes desmetiram o site boatos … enfia no cú o Bolsonaro.

    Resposta
  • 10/08/2018 em 18:57
    Permalink

    Pois é..precisa fazer grande investigação para saber que era propina… Só não se pode provar pq não se investigou.. tem todos os rastros e indícios e ainda a confirmação dos delatores da empresa..Nem precisa de convicção..por muito menos que isto tem gente q tá preso.. hehehe.. Esse aí tem é uma costas bem larga..e muita cara de pau!!. e ainda acha gente q se presta a justificar.. é Brasil..!! Bola fora Boatos.com. Me engana q eu gosto..

    Resposta
  • 07/08/2018 em 19:34
    Permalink

    Aonde eu posso ver no site do TSE esse repasse de 200 mil para o bolsonaro???

    Resposta
  • 05/08/2018 em 13:31
    Permalink

    Putz! O próprio Bolsonaro disse no RODA VIVA que ele recebeu sim os 200 mil. Credibilidade dessa pagina????

    Resposta
    • 08/08/2018 em 20:46
      Permalink

      Página e uma vergonha . Tentar defender algo que o próprio cara confessou .

      Resposta
  • 01/08/2018 em 13:56
    Permalink

    Fala sério, um site q visa desmentir os boatos se prestar a um papelao desse? perdeu totalmente a credibilidade

    Resposta
  • 28/06/2018 em 04:08
    Permalink

    Boatos ??? o cara recebe um deposito em Cheque da JBS e ele em vez de devolver ao DONO (doador) devolve a grana ao partido para que este deposite novamente EM nome do Partido.

    Perdeu a credibilidade da página porque ficou com a interpretação do Bol$onaro.

    Resposta
    • 10/08/2018 em 18:51
      Permalink

      Pois é..precisa fazer grande investigação para saber que era propina… Só não se pode provar pq não se investigou.. tem todos os rastros e indícios e ainda a confirmação dos delatores da empresa..Nem precisa de convicção..por muito menos que isto tem gente q tá preso.. hehehe.. Esse aí tem é uma costas bem larga..e muita cara de pau!!. e ainda acha gente q se presta a justificar.. é Brasil..!! Bola fora Boatos.com. Me engana q eu gosto..

      Resposta
  • 05/05/2018 em 23:35
    Permalink

    Os esquerdomaniacos piram!! #bolsonaro2018

    Resposta
  • 15/04/2018 em 11:58
    Permalink

    O site perdendo credibilidade. Óbvio que é lavagem de dinheiro até então era licito. É cada um pra defender esse o bolsominion.

    Resposta
    • 23/04/2018 em 04:11
      Permalink

      concordo. site sem credibilidade depois dessa. @Edgard Matsuki péssimo profissional, pode-se constatar por esta publicação.

      Resposta
  • 15/03/2018 em 00:52
    Permalink

    Não entendi uma coisa que pra mim parece ser crucial: essa doação de campanha da jbs foi depositada diretamente na conta do Bolsonaro ? (não sei como são feitas essas transações de partido para políticos do fundo partidário, se eles usam contas pessoais, ou uma conta jurídica, enfim, sou leigo.

    Isso me parece crucial porque se o Bolsonaro esbrevejou tanto por conta da “propina legalizada” – segundo suas próprias palavras – caso esse dinheiro tivesse sido posto em uma conta sua, porque ele não devolveu a jbs a mesma quantia com um estorno?

    Resposta
    • 27/07/2018 em 17:55
      Permalink

      Sem comentários. Devolver seria o lógico. O Site perdeu a credibilidade…

      Resposta
    • 08/08/2018 em 20:44
      Permalink

      Triste um site partidário . Apoiar pré candidato. Decepcionante .

      Indiquei muita gente para receber boatos.
      Decepcionado .

      Resposta
  • 12/03/2018 em 04:52
    Permalink

    De uma coisa eu sei, que o meu candidato é ficha limpa e que 2019 vai ter que aturar Bolsonaro no comando do Brasil.

    Resposta
    • 28/06/2018 em 04:11
      Permalink

      De uma coisa eu sei…..se vc pegar uma camisinha usada no bolso de sua mulher você certamente dirá que não foi nada, porque a calcinha está limpa.

      Resposta
  • 23/02/2018 em 14:21
    Permalink

    Srs., há um problema nos dados apresentados na matéria. Se formos estritamente nos focar nas datas das transações, ele devolveu ao partido o valor de 200.000 antes mesmo de recebê-lo (23/07 mandou ao partido, 24/07 recebeu do partido via JBS e também nessa data via fundo partidário).
    PERGUNTO: as datas apresentadas são de prestação das contas ou as datas da real efetivação do débito/crédito?

    Resposta
  • 16/02/2018 em 22:09
    Permalink

    Lavagem de dinheiro braba, e vcs ainda se fazem de besta, sitezinho defensor de bolsonaro kkkk sem credibilidade

    Resposta
  • 16/02/2018 em 03:17
    Permalink

    Epa epa epa essa dos R$200 mil reais é verídica sim por favor insulte menos a nossa inteligência, pois o tal Mito fez isso sim devolveu o dinheiro para o partido lhe repassar depois , aceita que dói menos.

    Resposta
  • 14/02/2018 em 00:26
    Permalink

    O site de vcs não tem a menor credibilidade! Estão sempre fazendo malabarismo para defender o Bolsonaro e a extrema-direita. Qual será a próxima? Dizer que Hitler não matou judeus? Tomem vergonha na cara!

    Resposta
  • 29/01/2018 em 20:58
    Permalink

    Que pena. Um site que tem por finalidade desmentir boatos mentindo… Recebeu a propina, lavou no partido. E forma 300 mil. Não 200. Boatos postando boatos… Lamentável.

    Resposta
  • 06/01/2018 em 16:55
    Permalink

    Prezados, o autor do texto precisa fazer uma correção urgente, sem a qual não dá para compartilhar. Onde está escrito “também receberão” , o correto é “também receberam”, pois não é algo que vai acontecer, mas já aconteceu. Também tem erros de concordância, como “o blogs”. Ou é “o blog” ou “os blogs”. Abraço.

    Resposta
    • 31/01/2018 em 04:24
      Permalink

      Corrigir o português sabe, agora quero ver provar que o Bolsonaro não é corrupto recebendo grana da JBS.
      Se poupe!

      Resposta
  • 30/12/2017 em 12:50
    Permalink

    Ta beleza..ele devolveu os 200.000 para o partido e o partido fez o que com o dinheiro ? Devolveu a JBS? E Ai?

    Resposta
  • 24/12/2017 em 00:15
    Permalink

    Site tendencioso e parcial quando diz que ele era esperto no que fez. Se ele ficasse com o dinheiro estaria na Lava Jato e como devolveu é esperto!

    Resposta
  • 12/12/2017 em 11:28
    Permalink

    ele lavou o dinheiro devolvendo para o partido que por sua vez o devolveu, isso é crime, lavagem de dinheiro

    Resposta
    • 13/12/2017 em 19:11
      Permalink

      Receitas de campanha: migre.me/sOqa4
      Ofício do partido: migre.me/sOqc8
      Despesas de campanha: migre.me/sOqds

      Resposta
  • 08/12/2017 em 17:56
    Permalink

    Putz, que explicação vagabunda. Ele recebeu dinheiro da JBS, “devolve” pro partido (em vez de devolver pra quem doou) e recebe a mesma quantia do partido. Me poupem. E essa de que ele rendeu dinheiro ao partido é furada. Sem um partido ele não poderia ter concorrido.

    Resposta
  • 30/11/2017 em 00:04
    Permalink

    Caramba!
    Estou decepcionado com mais uma “justificativa” evasiva. Aliás, já havia cobrado isso do site em outras postagens e não tive nenhum retorno.
    Lamentável!

    Resposta
    • 08/12/2017 em 17:32
      Permalink

      É, nesta o Boatos forçou a interpretação. É o mesmo que o ladrãozinho bater a carteira e no momento em que é flagrado devolver a carteira ao dono. Daí pode dizer que nunca roubou, pois devolveu. Esse lance de acreditar em justificativas simplesmente ninguém será condenado. É como o sujeito indo com uma mala de dinheiro e dizer que não sabia que dentro da mala havia dinheiro.

      Resposta
  • 24/10/2017 em 22:20
    Permalink

    Alem de honesto, eh inteligente! Nem com armadilha conseguiram pega-lo. Parabens, futuro presidente de 1 de Janeiro de 2019!

    Resposta
  • 13/09/2017 em 03:53
    Permalink

    Que sitezinho canalha. Não é a primeira.

    Ele não recebeu os 200 mil?? recebeu… não está registrado até no TSE? está… então não tem NADA de boato.

    “Devolver” ao partido (dele) para tentar “lavar a doação” depois que viram que ele recebeu é fácil. Aliás… “comprar esse discurso” é de uma ingenuidade caricata parecida com a de quem aplaude um prefeito porque ele veste uma roupa de gari e faz uma simulação de varrer rua por 20 segundos.

    Esse tipo de coisa antigamente a gente só via em programas do tipo Zorra Total

    Resposta
    • 11/11/2017 em 03:40
      Permalink

      Apenas para completar…
      Ele recebeu o R$ da JBS, diretamente e devolveu para o partido??
      Que porra é essa?? deveria devolver a quem depositou!!! e não a “terceiros”…
      Tem gente que gosta de ser enganado, só pode!!!
      Falcatrua total que o site defende!!!

      Resposta
      • 27/11/2017 em 16:17
        Permalink

        Meu caro, ele recebeu o dinheiro do partido, era o fundo partidário. Porém, o assessor dele telefonou para ele e disse que o doador daquele a dinheiro era a JBS, portanto no outro dia, ele devolveu o dinheiro ao partido, pois não queria o dinheiro vindo da JBS.

        Resposta
  • 25/05/2017 em 16:44
    Permalink

    Ele sempre falou que dvolveu, fez vídeo registrou a devolução e e documentou em cartório isso tudo em 2014 quando recebeu e devolveu . O Bolsonaro sempre atacou o PT e a friboi por serem aliados , quando ele viu o cheque achou estranho aid nda mais sendo da JBS, com isso eldevolveu e ainda avisou seus eleitores do fato bizarro e postou a foto da devolução devidamente documentada, hoje ele ta ai, nao foi citado , esta limpo e todos que receberam estão sobe investigação , e ele ta é dando gargalhadas.

    Resposta
    • 15/07/2017 em 00:20
      Permalink

      Verdade, mas ele devolveu os 200 da JBS para o partido, e pegou 200 do partido, ou seja, trocou 6 por meia duzia.

      Resposta
      • 24/10/2017 em 22:55
        Permalink

        Um é da JBS, outro veio dos impostos, se ele aceitasse o dinheiro da JBS os 200 dos impostos publicos iriam ficar no cofre do partido (e poderia ser roubados).
        Mas ele decidiu pegar o dinheiros que veio dos impostos, apenas para garantir… Ou não. Sei lá.

        Resposta
      • 24/12/2017 em 00:02
        Permalink

        Então se eu te emprestar um dinheiro, 200 mil e disser que é de merenda de uma escola, e tu não quiseres, tudo bem, mas logo depois digo que te empresto 200 que é meu, ai tudo bem? Como vais saber se é de merenda escolar ou meu mesmo? Dinheiro não tem dono e nem endereço, o que tem é a origem de onde ele vem registrado!

        Resposta
  • 25/05/2017 em 16:22
    Permalink

    O partido não “doa” para o candidato. O partido transfere. Não é uma concessão. É um direito do parlamentar.

    Resposta
  • 25/05/2017 em 13:31
    Permalink

    Admirava esse site, mas embasar como justificativa o próprio vídeo do Bolsolixo aí já é demais. Tudo não passou de uma manobra pra lavar dinheiro pelo fundo partidário, essa é uma prática constante entre os politicos, partidos e empresários.

    Resposta
    • 27/11/2017 em 16:24
      Permalink

      Vai pesquisar primeiro.

      Resposta
  • 24/05/2017 em 02:11
    Permalink

    Erradíssimo! Ele recebeu sim o dinheiro. Ele foi “esperto” em devolver e pedir para receber em nome do partido, mas é a mesma coisa, recebeu sim. a prestação de contas mostra isso.

    Resposta
  • 23/05/2017 em 18:25
    Permalink

    Na verdade recebeu sim e não devolveu. Isso não é boato.

    Resposta
  • 23/05/2017 em 18:15
    Permalink

    Ele recebeu R$ 200.000,00 na conta dele e R$ 100.000,00 na conta do filho. Isso totaliza R$ 300.000,00. Ele devolveu ao partido R$ 200.000,00. Você têm notícia se o filho dele devolveu os R$ 100.000,00 restante? Sem contar que essas apurações estão muito fracas. Os R$ 200.000,00 que ele devolveu da JBS voltaram para a empresa? Isso tem cara de lavagem de dinheiro sim!

    Resposta
    • 09/12/2017 em 02:07
      Permalink

      Ele devolveu ao partido, era fundo partidário.

      Resposta
    • 24/12/2017 em 00:04
      Permalink

      O filho devolveu sim, e assim como o pai sabia que era dinheiro ilícito moralmente, mas legalmente eles poderiam ficar que era um dinheiro legal naquela época. Isso ninguém vê!

      Resposta
  • 23/05/2017 em 11:39
    Permalink

    Só posso dizer uma coisa ” CHUPA PETRALHADA” eheheheheheheheh
    BOLSONARO PRESIDENTE!!

    Resposta
    • 09/11/2017 em 04:52
      Permalink

      Claro, somente seu bandido de estimação pode enfiar a mão no seu bolso. Muito condizente com o eleitorado do seu candidato. Coerência zero!
      Sorte do Brasil que não vai ter que passar por mais esse revés. Esse traste não ganha nem a pau! Amém!!!

      Resposta
    • 12/03/2018 em 04:48
      Permalink

      kkkkk… Bolsonaro 2018 a oposição fica doooooidaaaa. kkkk

      Resposta
  • 22/05/2017 em 19:59
    Permalink

    Eu gosto muito desse site, mas acho que vcs estão colocando a mão no fogo dessa vez sem fazer uma apuração melhor, ainda mais se tratando de quem é. Se ele devolveu ao partido, a doação voltou para conta da JBS? Se não voltou, então ele só “lavou o dinheiro”, não é? E se a doação era lícita, porque ele recusou? Essa de vocês está me fazendo desistir de consulta-los.

    Resposta
  • 22/05/2017 em 19:19
    Permalink

    200 mil que se sabe e os outros 2 milhões? Esse Bolsonaro é politico e não existe um que não roube…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)