Ibaneis Rocha, governador do DF, viaja bêbado e dá vexame em avião #boato

Boato – Durante voo de Brasília para Lisboa (Portugal), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, ficou bêbado e deu vexame no avião.

No último domingo (21), Brasília teve, digamos, um dia agitado. No dia do seu aniversário de 59 anos, a capital federal passou por uma chuva torrencial e atípica (palavras de quem a presenciou) que derrubou árvores e causou transtornos.

Na mesma data (mais exatamente no horário da chuva), o governador Ibaneis Rocha (MDB) estava embarcando para Portugal, onde participaria de um evento. E foi justamente a tal viagem que rendeu uma história que começou a circular na internet.

De acordo com um grande texto publicado em blogs e perfis em redes sociais, o governador Ibaneis Rocha teria viajado bêbado, armado confusão e dado um vexame no aeroporto de Brasília e no voo da TAP. Leia a mensagem que circula online:

IBANEIS ROCHA, GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL FICA BÊBADO E PASSA VERGONHA EM VIAGEM PARA PORTUGAL. ALÉM DA EMBRIAGUEZ, IBANEIS EXIGIU QUE ENTRASSE NO AVIÃO PRIMEIRO QUE AS CRIANÇAS E IDOSOS. JA DENTRO DO AVIÃO, FOI ADVERTIDO POR JOGAR RESTO DE COMIDA NO CHÃO DA AERONAVE. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi advertido com severidade durante o voo 58 da Linhas Aéreas Portuguesas, na noite de domingo, 21, no trajeto Brasília-Lisboa. Motivo da repreensão: excesso de embriaguez. […]

Constrangido com a cena, o ex número 1 da Advocacia-Geral da União Luiz Alberto Adams, advogado como Ibaneis, preferiu cochilar para presenciar mais cenas de um verdadeiro pesadelo moral. Ibaneis já embarcou bêbado, garantem testemunhas oculares. Na sala vip do Aeroporto JK, em Brasília, ele exigiu ser servido com garrafas exclusivas de vinho. É tradição que a bebida servida seja coletiva, e degustada com moderação. […]

Tradicionalmente reconhecida como briosa, a tripulação do voo 58 (como de resto dos demais aviões da TAP) ficou desconcertada quando o governador, com voz alterada e em tom presunçoso, exigiu embarcar antes de crianças, idosos e passageiros premium. Após uma curta conversa, foi permitida a exceção. Ibaneis seguiria puxando a fila. Não por sua condição de governador, mas por temor de que, bêbado, regurgitasse sobre outros passageiros à sua frente. […]

Ibaneis Rocha, governador do DF, viajou bêbado e deu vexame em avião?

Como diria o poeta, o “babado é forte”! A história não demorou muito para ser replicada, compartilhada e comentada. Mas será mesmo que a história que aponta que Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal, fez esse “showzinho” em um voo é real? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo.

Como foi possível ver no relato (explicado com os mínimos detalhes), a acusação é pesada. Porém, para além do texto que circula online e uma foto (que tem como fonte “o WhatsApp” e não mostra muita coisa), não há qualquer prova da realidade. Será que um barraco desses (com a quantidade de pessoas “armadas” com smartphone) não resultaria em um vídeo sequer?

Com uma “pulga atrás da orelha”, fizemos mais uma busca e descobrimos que a informação foi desmentida por “testemunhas oculares” e empresas envolvidas. O ex-Advogado-Geral da União, Luíz Inácio Adams, fez questão de desmentir a tese da “confusão de Ibaneis”. Aos jornais Metrópoles e Correio Braziliense, ele apontou que nada de anormal aconteceu no voo.

Ao Correio Braziliense, Adams disse que se manifestou só porque foi citado na história: “Isso é uma mentira grosseira. Não gosto de ser envolvido em mentiras”. Ele também apontou que não é, exatamente, um grande amigo de Ibaneis (mais um motivo não o defender de graça). O Metrópoles também falou com outros advogados que desmentiram a versão do vexame.

O site BSB Magazine apontou, ainda, que a própria TAP e a Infroamérica (administradora do aeroporto de Brasília) desmentiram a história. Ambos falaram que nenhum incidente foi registrado. Só para encerrar a “novela”, a Polícia Civil do Distrito Federal disse que está já investigando quem espalhou a fake news.

Com tudo isso, podemos dizer que a história que aponta que o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha ficou bêbado e deu um vexame no aeroporto de Brasília é falsa. Além de não existir qualquer prova que confirme a história, ela foi desmentida por muitas pessoas e empresas envolvidas.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)