Greve dos caminhoneiros 2015: saiba o que é boato e o que é verdade

Se você está com medo de uma possível greve dos caminhoneiros de novembro de 2015, saiba que muitas informações que estão circulando na internet e WhatsApp são falsas. Clique e entenda.

Desde o final de outubro de 2015, está circulando na internet a informação de que haverá uma greve de caminhoneiros no dia 9 de novembro de 2015 para pedir a saída de Dilma Rousseff da presidência. A informação deixou muita gente apreensiva e outras um tanto quanto preocupadas. A partir daí, muita informação (e desinformação) circulou online. Para separar o joio do trigo, o Boatos.org fez uma lista do que é verdade e boato.

Saiba o que é verdadeiro e falso na greve dos caminhoneiros
Saiba o que é verdadeiro e falso na greve dos caminhoneiros

1 – Haverá paralisação de alguns caminhoneiros – Verdade

Existe um grupo de caminhoneiros denominado “Comando Nacional do Transporte” que está organizando a paralisação. Pelo o que tudo aponta, eles são ligados a outros grupos de direita (e contra o governo) que são fortes na internet como o Movimento Brasil Livre. Em março, o grupo organizou outra paralisação e tem feito a convocação pela internet. Não há ao certo o número de pessoas que vão parar.

2 – Todos os caminhoneiros do Brasil vão parar – Mentira

O CNT não tem pessoa jurídica e não é nenhuma entidade representativa dos caminhoneiros. Apesar de alguns simpatizantes do grupo pararem, a grande maioria dos integrantes da classe deve trabalhar normalmente. Sindicatos como a Unicam e Abcam já disseram não reconhecer a greve. Ou seja, a greve deve atingir um número pequeno de caminhoneiros.

Apesar de um número pequeno de caminhoneiros pararem, há a possibilidade de bloqueio de estradas. Se isso acontecer, ninguém anda ou se andar vai ser na base da confusão. Nesse sentido, a paralisação pode ter impacto até que se consiga uma decisão judicial para desbloqueio de vias.

3 – A paralisação preocupa o governo – Verdade

Como o assunto tomou conta da internet, o governo começou a se mobilizar para saber mais sobre a greve. A preocupação é que o movimento, que pede inicialmente a saída de Dilma, piore ainda mais a imagem da presidente. Mesmo que não seja um movimento grande, ele faz com que a frase “fora Dilma” volte a ser ouvida na mídia.

4 – Encham o tanque: vai faltar combustível! – Mentira

Tem circula pelo WhatsApp o seguinte texto:

ATENÇÃO CAMBADA! ENCHAM O TANQUE PORQUE A REFINARIA DE ARAUCÁRIA ACABOU DE FECHAR E VAI FALTAR GASOLINA NO PARANÁ INTEIRO ESSA SEMANA! É O COMEÇO DA MAIOR GREVE RODOVIÁRIA DA HISTÓRIA DA AMÉRICA LATINA! A GREVE DOS CAMINHONEIROS ESTÁ VINDO PRA DERRUBAR ESSES MALDITOS SOCIALISTAS DO PODER! A GREVE COMEÇA DIA 09/11, MAS A REFINARIA JÁ ESTÁ PARADA! REPASSE

Apesar da informação bombástica, a Petrobras nega que esteja acontecendo qualquer tipo de desabastecimento no Paraná, apenas queda. Um detalhe importante: isso não tem nada a ver com greve dos caminhoneiros e sim de integrantes das refinarias.

5 – Será a maior greve de caminhoneiros da história – Mentira

Da forma que o movimento está esvaziado, é pouco provável que a greve seja a maior da história. É difícil mensurar qual foi a maior greve da história: se foi a de 2012 ou a de 1999. A não ser que a situação vire e outros movimentos entrem na greve, ela não deve ser a maior da história.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet