Governo petista do Rio Grande do Norte enterra merenda em escola para prejudicar Bolsonaro #boato

Boato – O governo do PT do Rio Grande do Norte está pedindo ao governo federal merenda escolar para enterrar nas escolas. O objetivo é prejudicar o presidente Jair Bolsonaro.

Em muitos casos, as notícias falsas que viralizam na internet são criadas por meio de distorções de informações reais. Quando a notícia é impactante, a distorção faz mais sucesso ainda. É o caso do texto que vamos tratar hoje e que fala do governo do estado do Rio Grande do Norte.

Após uma notícia real que mostra sacos de alimentos que seriam utilizados como merenda escolar serem enterrados em uma escola de Natal, começou a circular na internet uma mensagem que apontava que o responsável pela ação seria o “governo petista do RN” (a governadora do estado é Fátima Bezerra, do PT) e que o objetivo seria prejudicar o governo de Bolsonaro. Leia a mensagem que circula online:

“O GOVERNO PETISTA DO RN DEPOIS DE SOLICITAR AO GOVERNO FEDERAL, ESTÁ ORDENANDO AS ESCOLAS PARA ENTERRAREM AS MERENDA DAS CRIANÇAS” para falar nas escolas aos pais que não foi atendido o pedido e que Bolsonaro odeia o povo do nordeste..!! – *Escola Estadual Carmem Reis – Vila de Ponta Negra Natal RN*.

Governo petista do Rio Grande do Norte enterrou merenda em escola para prejudicar Bolsonaro?

O que não faltaram foram pessoas se aproveitando do vídeo da merenda enterrada para colocar a culpa no governo do Rio de Grande do Norte. O que muitos não sabem é que o caso não tem nada a ver com o governo estadual (muito menos com Bolsonaro).

O histórico recente de ataques a governadores por meio de fake news já nos faz ficar desconfiados da história. Só falando em RN, temos dois exemplos: o fake do álcool gel com serragem e o fake dos buracos nas estradas para “ferrar Bolsonaro”. Assim como nos outros, a mensagem (que tem características de boatos online como ser vaga, alarmista, com erros de português e falta de citação de fontes confiáveis) não procedia.

Na realidade, o caso ocorreu no Centro Municipal de Educação Infantil Professora Carmem Maria Reis e não em uma escola estadual. Ou seja: a gestão da instituição é da prefeitura de Natal e não do governo do estado. O próprio governo do estado desmentiu a fake news. Leia nota publicada no perfil oficial do órgão no Facebook:

Não compartilhe fake news. Busque informações em meios oficiais. O vídeo que está circulando nas redes sociais de um servidor desenterrando alimentos é de um CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) de Natal, ou seja, escola municipal. Não é escola estadual.

A prefeitura de Natal também explicou o caso. Em nota oficial, a Secretaria de Educação de Natal apontou que a merenda deveria, por causa da pandemia da Covid-19, ser distribuída para pais de alunos, que o caso está sendo apurado e que serão tomadas as “medidas cabíveis”.

É importante citar que em nenhuma notícia sobre o assunto (como, por exemplo, essa do G1 ou essa do Agora RN) não há qualquer menção em tentativa de prejudicar Bolsonaro (até porque o presidente não tem nada a ver com a escola municipal). Também é importante citar que a mensagem foi desmentida pelo serviço de fact-checking do Estadão, o Estadão Verifica.

Resumindo: a história que aponta que o governo do Rio Grande do Norte resolveu enterrar merenda para prejudicar Bolsonaro é falsa. Quem é responsável pela escola em questão é a prefeitura de Natal e, em nenhum momento, fontes confiáveis citaram qualquer tentativa de prejudicar o presidente.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)