Globo está por trás da Operação Aletheia, contra Lula e PT #boato

Boato – Operação Aletheia deveria se chamar Operação Globo. Canal de TV está por trás da investigação contra o ex-presidente Lula e o PT.

Na manhã do dia 4 de março, uma bomba estourou no Brasil. O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi chamado para prestar depoimento para a Polícia Federal. A condução coercitiva foi feita na 24ª fase da Operação Lava Jato, chamada de Aletheia. Claro que a importância da figura chamou atenção da mídia e de quem acompanha o caso.

Globo está por trás da Operação Lava-Jato, diz boato
Globo está por trás da Operação Lava-Jato, diz boato

Enquanto críticos ao ex-presidente comemoraram como se ele tivesse sido preso (o que não é verdade), defensores de Lula começaram a atacar a Polícia Federal, o juiz Sérgio Moro e a TV Globo. Blogs favoráveis ao governo começaram a levantar que a TV Globo está por trás de tudo. Leia alguns textos que circulam online:

DESLIGUEM AS TEVÊS! Não compactuaremos com o golpe midiático em curso! A PF e a Rede Globo estão armando um circo para insuflar a população contra o governo, contra o PT e contra o ex-presidente Lula. Estão dispostos a passar por cima de princípios constitucionais, como a presunção da inocência e o direito da defesa para alimentar o ódio. Como assim mandato coercitivo, se o Lula não se negou a depor? Como assim delação premiada, se o senador Delcídio tem foro privilegiado e para fazer acordo precisaria da autorização do procurador geral da República? Sabemos que o ódio é o alimento do fascismo e não compactuaremos com isso. Digam não ao ódio!

A Operação Aletheia – que deveria se chamar Operação Globo – não define nada. Seu mérito maior, se é possível usar essa expressão, é revelar as intenções da Lava Jato e Sergio Moro, sob as bênçãos dos Marinhos e, por extensão, da plutocracia.

Mas será verdade mesmo que a TV Globo está por trás da Operação Lava-Jato, da Aletheia e das ações da Polícia Federal. Pelo o que tudo indica, não. As acusações contra a emissora e pedido que “desliguem as tevês” não fazem muito sentido se analisadas fria e equilibradamente. Vamos aos fatos.

O primeiro ponto é em relação à participação da Globo nas ações da PF. Se isso realmente fizesse lógica, algumas afiliadas do canal não estariam sendo investigadas pela própria Polícia Federal na Operação Zelotes. Que controle é esse que deixa a emissora ser investigada?

Sobre a questão do depoimento. Primeiro, ele foi chamado a prestar alguns esclarecimentos à Polícia Federal. Mas não foi indiciado. Por que ele foi intimado e não convidado? Um dos motivos pode estar relacionado ao fato de ele não ter prestado depoimentos na ocasião em que foi chamado a depor (não obrigatoriamente).

Outro ponto que “condenaria” a Globo seria em relação à cobertura midiática intensa sobre o caso. Mas me responda: se um ex-presidente estivesse sido convocado para depor e um monte de gente se mobilizasse para isso, você não faria uma grande cobertura? Se eu tivesse os recursos da Globo, também faria. Aliás, tantos os grupos de mídia favoráveis como os contrários a Lula só estão falando nisso.

Resumindo: é claro que o depoimento de Lula enfraqueceu a imagem dele (apesar de não significar nada na prática). Porém, o argumento que a mídia está querendo dar um golpe político no ex-presidente nada mais é do que estratégia de defesa dele. Até o momento, tudo que temos são investigações. E que continuem. Seja contra quem é favorável ou contrário ao governo.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)