Glenn Greenwald tem prisão decretada e é impedido de sair do Brasil pela PF #boato

Boato – A Justiça acabou de decretar a prisão preventiva de Glenn Greenwald. Ele tentou fugir do Brasil, mas foi impedido pela Polícia Federal no aeroporto.

O capítulo mais recente da história que envolve o vazamento de conversas do ministro da Justiça Sérgio Moro é a prisão de quatro pessoas acusadas de hackear o celular do ex-juiz da Lava Jato. Logo que o resultado da Operação Spoofing foi divulgado na mídia, começou a surgir uma informação bombástica e que envolve o jornalista norte-americano Glenn Greenwald responsável pelo site The Intercept.

De acordo com informações que viralizaram online, a Justiça decretou a prisão de Glenn Greenwald. Mais do que isso, ele e David Miranda foram impedidos pela Polícia Federal de sair do Brasil quando tentavam despachar 11 malas no aeroporto. Leia a mensagem que circula online e que é acompanhada de duas fotos de agentes da Polícia Federal em um aeroporto:

Versão 1: URGENTE!!! Glenn Greenwald acaba de Ter decretada prisão preventiva!! A polícia Federal acaba de impedir o espião de sair do país. Já teria despachado American Airlines, no ghichê de check-in e foi barrado pelos policiais. Estava fugindoooooooooooooooooo! Já havia despachado 11 MALAS!!!

Versão 2: Decretada a prisão preventiva de Glenn Greenwald. Ele e David Miranda já tinham intenção de fugir do país quando providenciaram o passaporte dos filhos.

Glenn Greenwald teve prisão decretada e foi impedido de sair do Brasil pela PF?

O que não faltou foi gente comemorando a informação e compartilhando a história por aí. Só há um detalhe: a informação que aponta para a prisão de Glenn Greenwald e tentativa de fuga do Brasil não procede. Vamos aos fatos.

Assim como no caso de tantos outros boatos na internet, a mensagem tem características como ser vaga (não fala, por exemplo, do aeroporto em que teria ocorrido a prisão), alarmista, com erros de português e não citar fontes confiáveis. Isso já nos deixou desconfiados.

Desconfiança que só aumentou ao descobrirmos que, ao buscar mais informações sobre o assunto, nada encontramos além do texto que viralizou online. Até o momento da produção deste texto não havia nenhum pedido de prisão contra o jornalista do The Intercept.

Para enterrar a tese, fomos atrás das imagens que “ilustram o conteúdo” e descobrimos que nenhuma tem a ver com prisões ou com Glenn Greenwald. A foto que mostra muitas pessoas com celulares na mão foi tirada em março de 2016, quando o ex-presidente Lula foi conduzido para prestar depoimento no aeroporto de Congonhas. A outra é de 2012, quando policiais realizaram uma “operação-padrão” no aeroporto de Guarulhos.

Resumindo: a história que aponta que Glenn Greenwald teve a prisão decretada e que foi impedido de sair do Brasil pela Polícia Federal é falsa. Não passa de mais uma fake news que circula na internet e fala do jornalista do The Intercept.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)