Gilmar Mendes diz que sairá do STF se Bolsonaro for eleito #boato

Boato – Gilmar Mendes, ministro do STF, afirmou que vai deixar o Supremo Tribunal Federal se Jair Bolsonaro for eleito presidente da República.

Boa parte das fake news que circulam na internet durante as eleições seguem a linha (assim como a cobertura de política no país) do chamado “jornalismo de aspas”. Volta e meia um “fulano disse” ou “ciclano disse” viraliza mesmo sem a pessoa ter falado nada. No caso da história de hoje, a figura envolvida é o ministro do STF Gilmar Mendes.

De acordo com postagens que circulam em redes sociais, o ministro do Supremo Tribunal Federal teria dito que deixará a sua cadeira na corte se Jair Bolsonaro for eleito presidente da República. A história foi publicada por um site simpático ao deputado e viralizou no Facebook. Leia trechos da história:

“Caso Bolsonaro seja eleito, saio do STF” diz Gilmar Mendes. O jornalista Ricardo Noblat, da revista Veja, afirma que um ministro do STF pode adiantar sua aposentadoria no caso de vitória do deputado Jair Bolsonaro nas eleições. Segundo o jornalista, a intenção seria permitir que o presidente Michel Temer indique seu substituto ainda neste ano. Leia o que diz Noblat: Um dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal, que há muito fala em se aposentar antes de completar 75 anos de idade como manda a lei, surpreendeu os colegas com uma confissão. […]

Gilmar Mendes diz que sairá do STF se Bolsonaro for eleito?

Muita gente compartilhou a história a utilizando como um “motivo” para votar em Bolsonaro (partindo do pressuposto de que Gilmar Mendes não é muito querido pela opinião pública). Mas será mesmo que o ministro do STF falou isso mesmo? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

O primeiro ponto que nos fez desconfiar da informação está no próprio texto. A “fonte da informação” utilizada pela página que publicou a informação sobre Gilmar Mendes é o blog do jornalista Ricardo Noblat (por sinal, um artigo que exemplifica bem como é o “jornalismo de aspas”). Sem levar em conta o estilo textual, o fato é que o artigo de Noblat não fala qual ministro do STF teria dado a declaração. Leia aqui. 

Ao buscar por outras fontes confiáveis, nada encontramos a respeito da tal declaração de Gilmar Mendes. Ao contrário, o próprio ministro do STF negou que deixará o cargo se Bolsonaro for eleito presidente. Ao site Diário do Poder, do jornalista Cláudio Humberto, a “aspa” de Gilmar foi a seguinte:  “Eu nunca disse isso, que absurdo. Estou tranquilo em relação a qualquer resultado das urnas”.

O próprio Gilmar Mendes retuitou uma mensagem de Cláudio Humberto no Twitter. “O ministro @gilmarmendes tem sido alvo de uma nova #fofoca, a de que renunciaria ao cargo no Supremo Tribunal Federal, no caso de vitória de @jairbolsonaro. Ao @DiariodoPoder ele garantiu que nunca disse isso. E que está tranquilo quanto ao resultado da eleição”, diz a mensagem.

Resumindo: a história que aponta que Gilmar Mendes diz que deixará o STF se Bolsonaro for eleito presidente é falsa. Surgiu em um fake news que tirou a informação real de contexto e foi negada pelo próprio ministro. Balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)