Gilmar Mendes nunca foi advogado e nunca passou em um concurso público #boato

Boato – Descobriram uma coisa incrível: o ministro do STF Gilmar Mendes nunca atuou como advogado e nunca passou em um concurso público. Ou seja: ele é uma farsa.

Aqui no Boatos.org temos um critério para a classificação de textos que chamamos de “clássico”. Se um texto voltou a ser um dos mais buscados do site depois de um ano da sua publicação, ele é republicado e vira clássico. Se isso se repete, ele passa a ser classificado como “superclássico”. É o que ocorreu com a história de hoje.

Um texto que aponta para supostas denúncias sobre o ministro do STF Gilmar Mendes voltou a viralizar em 2022 (em pleno ano da tecnologia). A mensagem aponta para um cidadão que teria descoberto que Gilmar Mendes nunca havia passado em um concurso público e que ele nunca havia sido advogado. Leia:

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

QUEM DIRIA HEIM GILMAR BANDIDO SEM OAB … POIS NEM ADVOGADO É!  ISTO É INACREDITÁVEL, ISTO É UM ABSURDO, ISTO É MUITA SACANAGEM. SÓ NESTE BRASIL ACONTECE ISTO Hélio Dias sobre Gilmar Mendes: Há dois dias que faço buscas e pesquisas em todos os tribunais do sul, sudeste e centro-oeste, buscando ações em que Gilmar Mendes houvesse atuado como advogado… e, para minha surpresa, ele jamais advogou… isso me intrigou e fui fazer buscas sobre algum concurso público para o MP ou juiz de direito… ele também nunca prestou… ele e Tóffolli foram enfiados no STF na mesma condição… de forma ilegal… e pior, descobri que a sabatina de Gilmar Mendes no senado, depois de ser nomeado para o STF por FHC, estava marcada para o dia 8 de maio de 2002, mas naquele exato dia a OAB entrou com um impeditivo justamente porque Gilmar Mendes jamais havia advogado…

 a sabatina foi adiada e o então senador Suplicy pediu vistas do processo da OAB e mandou investigar… na semana seguinte, aproveitando a ausência deste senador, 16 outros senadores fizeram uma “sabatina” rápida e aprovaram a nomeação de Gilmar Mendes… só para se ter ideia, Gilmar já teve uns 5 ou 6 pedidos de impeachment desde 2004 para cá… até o MPF já entrou com impeachment e não conseguiu… Gilmar já libertou bandidos de alta periculosidade para o país, como Daniel Dantas… quando FHC nomeou Gilmar para o STF, o grande jurista Dalmo de Abreu Dallari, professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, afirmou, em artigo de opinião publicado na Folha de S. Paulo, que tal indicação representava um sério risco para a proteção dos direitos no Brasil, o combate à corrupção e a própria normalidade constitucional. Segundo ele, Gilmar Mendes estaria longe de preencher os requisitos necessários para ser membro da mais alta corte do país…. daí se tira a ideia de quem é Fernando Henrique Cardoso & Gilmar Mendes…” ATENÇÃO POPULAÇÃO VAMOS DEIXAR ESSE MINISTRO STF FAMOSO COM ESSA INFORMAÇÃO……..VAMOS DIVULGAR COMPARTILHE EM TODOS CANAIS DAS REDES SOCIAIS

Gilmar Mendes nunca foi advogado e nunca passou em um concurso público?

Nos WhatsApps das pessoas que estão revoltadas com o STF, a história circulou com todas as forças. Porém, não procede a informação que aponta que Gilmar Mendes nunca passou em concursos ou que nunca advogou.

Desmentimos esta história pela primeira vez em 2018. Em 2021, voltamos a fazer um desmentido sobre o assunto. Como o que falamos outrora vale para hoje, relembre o que escrevemos:

1) O ministro já foi alvo de alguns pedidos de impeachment. Em 2017, foram protocolados sete pedidos contra o ministro. Neste ano, o jurista Modesto Carvalhosa, professor aposentado da Universidade de São Paulo, entrou com um pedido de impeachment pedindo a saída do magistrado.

2) As críticas do jurista Dalmo Dallari também são reais. Em 2002, em um artigo intitulado “Degradação do Judiciário”, publicado pela Folha de São Paulo, o jurista afirmou que “o nome indicado está longe de preencher os requisitos necessários para que alguém seja membro da mais alta corte do país”.

3) O adiamento da sua sabatina também procede. Na época, a “reputação ilibada” de Mendes foi contestada pelo ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Reginaldo de Castro. Outro ponto que é fato é que Mendes é conhecido por libertar condenados.

Apesar destes fatores reais, o início do texto apresenta informações falsas. A primeira é a que aponta que ele nunca advogou. Antes de se tornar ministro do STF, Gilmar Mendes foi, inclusive, advogado-geral da União. Inclusive, seu currículo ostenta a aprovação em diversos concursos públicos. E mais: quando indicado, a OAB não contestou a indicação pelo fato do magistrado não ter advogado e sim por Gilmar Mendes responder, à época, a processos por ofensa à honra e improbidade administrativa.

Por fim, a sabatina foi realizada com vinte e dois senadores da Comissão (e não 16, como dito) de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e não foi assim tão rápida. O debate, que durou mais de quatro horas, aprovou o parecer favorável à indicação de Gilmar Mendes a para o cargo de ministro do STF por 16 votos a seis.

Com isso, podemos cravar que a informação que aponta que o ministro do STF Gilmar Mendes é um falso jurista, nunca advogou e nunca passou em um concurso público é falsa. Ele já passou  em concursos e já foi advogado.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet