Gilberto Gil e Roberto Carlos criticam Sérgio Moro: “terrorismo” #boato

Boato – Gilberto Gil e Roberto Carlos se manifestaram dizendo que o que está acontecendo é “terrorismo no Brasil”. Eles criticaram Sérgio Moro.

Não há dúvidas que a 24ª fase da Operação Lava-Jato (chamada de Aletheia) está mexendo com a opinião pública no Brasil. De um lado, pessoas contrárias ao atual governo, PT e Lula dizem que ele está mais próximo de ser preso. Do outro, defensores de apontam que há injustiça e que tudo é uma armação para desestabilizar o governo Dilma.

Roberto Carlos e Gilberto Gil criticaram Sérgio Moro, diz boato
Roberto Carlos e Gilberto Gil criticaram Sérgio Moro, diz boato

No meio disso tudo, o nome do juiz Sérgio Moro aparece mais do que nunca. Tanto que alguns textos na internet dão conta que artistas estão criticando as práticas do juiz responsável pela Lava-Jato. Um deles diz que Gilberto Gil está criticando e falando em terrorismo no Brasil. Leia:

GILBERTO GIL CRITICA SERGIO MORO ISSO É TERRORISMO NO BRASIL

O que fizeram com Lula não passa de uma das maiores práticas de terrorismo, o nosso maior lider que tanto lutou pela democracia não merecia uma desfeita dessa pelo Juiz Sérgio Moro

Durante o carnaval em Salvador, o cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil afirmou que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff morreu e que a política precisa se reeducar; já sobre Lula, disse que tem esperanças de que o ex-presidente possa “se livrar dessas investigações”; “Que ele possa ter saídas, que não comprometam definitivamente sua estatura, sua presença, sua história, sua dimensão de homem público, defensor dos setores menos protegidos da sociedade brasileira”

Também surgiu um link no Facebook falando que Roberto Carlos teria criticado Moro e falado em terrorismo no Brasil. Leia:

Roberto Carlos critica Sergio Moro isso é terrorismo no Brasil .

O que fizeram com Lula não passa de uma das maiores praticas de terrorismo, o nosso maior lider que tanto lutou pela democracia não merecia uma desfeita dessa do Juiz Sergio moro. GRANAFREE.COM

Os dois links citados acima geraram uma reação estranha na internet: tanto defensores como pessoas contrárias a Lula começaram a compartilhar a informação. De um lado era destacado o apoio de artistas ao ex-presidente. Do outro, eles ficaram como “vendidos”. Ou seja, os dois lados caíram em um boato neste caso. Sim, porque as declarações dos artistas são falsas.

Tudo começou com a história do Gil. Um site “clone” do Portal UOL pegou uma entrevista de Gil durante o Carnaval de Salvador em que ele fala de política, colocou o primeiro parágrafo, o título da indignação com Moro e a fala sobre terrorismo.

Com Roberto Carlos, o trabalho para inventar o boato foi mais simples ainda. Um site chamado “Grana Free” pegou o primeiro parágrafo do boato sobre Gil, trocou o nome e as fotos. Pronto, estava feito.

Agora ficou uma dúvida: o que Gil e Roberto Carlos falaram sobre as ações da Lava-Jato relacionadas a Lula? A resposta é nada, pelo menos em redes sociais. Tanto Gilberto Gil como Roberto Carlos postaram, da última sexta-feira, até hoje posts pessoais ou sobre a carreira. Nenhuma opinião sobre política.

Sendo assim, podemos afirmar que nem Gilberto Gil nem Roberto Carlos criticaram o juiz Sérgio Moro e falaram em terrorismo no Brasil. Tudo não passa de mais um boato envolvendo a Lava-Jato.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)