Funcionária do Ibope e Datafolha denuncia manipulação nas pesquisas eleitorais #boato

Boato – Funcionária contratada pelo Datafolha e Ibope diz em vídeo que as pesquisas eleitorais mostradas na Rede Globo são manipuladas para prejudicar Bolsonaro.

Chega um momento que a criatividade humana tem um limite. O poeta não consegue criar o próximo verso, a músico já não encontra mais o melhor acorde, a próxima novela das 9 já não tem um plot twist sensacional que nos deixará de boca aberta. Pois é, a criatividade humana tem dessas coisas, e nós do Boatos.org estamos chegando ao ponto de saturação para inícios de textos legais (risos).

Está difícil encontrar novas formas de chamar a atenção de vocês, caros leitores, quando a grande maioria de nossas histórias recentes deveriam todas começar com “saiu mais um boato sobre política”. Pois é, adivinhem? Saiu mais um boato sobre política, e para fugir dos rodeios, vamos falar logo sobre ele.

Um vídeo largamente compartilhado nas redes sociais (no Youtube e Facebook, principalmente) mostra uma suposta funcionária dos institutos Ibope e Datafolha colocando à prova todas as pesquisas eleitorais realizadas recentemente. Conceição Duarte, como ela se apresenta, denuncia em mais de 8 minutos de vídeo todo o processo fraudatório das pesquisas e como a própria Rede Globo está manipulando as pessoas mostrando resultados falsos.

Basicamente, a suposta funcionária divide o vídeo em 5 grandes denúncias: 1) as pesquisas são enviesadas, as perguntas de intenção de voto para presidente são feitas quatro vezes e colocam o nome de Jair Bolsonaro por último, conduzindo então o eleitor a citar os primeiros candidatos que são mencionados; 2) estão utilizando a resposta “Fernando Haddad” dada sempre que perguntam qual o substituto de Lula para “forjar” que o candidato petista é a real intenção de voto do entrevistado; 3) Jair Bolsonaro não tem rejeição de 44/46%, a intenção de votos para ele beira os 90% da  população brasileira; 4) as pesquisas são feitas por telefone e estão todas gravadas, logo seria possível provar tudo 5) a Globo está manipulando tudo para que a gente vote em quem eles querem. Leia a mensagem que circula online junto ao vídeo (que não iremos exibir aqui):

Texto da mensagem: BOMBA- BOMBA Funcionária do IBOPE NÃO AGUENTOU mais e Denuncia o CRIME- MANIPULAÇÃO. Existe caso que Bolsonaro chega a 90% Repasse para chegar nas Autoridades https://youtu.be/Bd8jtnKw-AM. Texto no link de vídeo: FUNCIONÁRIA DO IBOPE E DATA FOLHA DESMASCARA O INSTITUTO E FALA A VERDADE

Funcionária do Ibope e Datafolha denunciou manipulação nas pesquisas eleitorais?

Se a resposta que buscamos para essa pergunta é que uma mulher desconhecida apareceu dizendo tudo o que escrevemos acima, poderíamos então dizer que sim. No entanto, é falso que ela seja uma funcionária do Ibope e Datafolha e não são verdadeiras várias outras coisas. Para facilitar o processo, que tal seguirmos com as explicações em forma de lista igual as denúncias? Vamos lá.

1) O método utilizado nas pesquisas não tem relação alguma com a forma como ela descreve. O Ibope e a Datafolha, quando estão aplicando o questionário nos entrevistados, apresentam as opções de candidatos em forma de disco (tipo pizza), justamente para que a ordem em que os candidatos apareçam não interfira na resposta;

2) Também é falsa a forma como é feita a pergunta sobre Fernando Haddad. De acordo com o Comprova, projeto composto por diversos veículos de imprensa dedicados a desmentir mentiras deste processo eleitoral, o entrevistador questiona o eleitor apenas se “com certeza votaria em Fernando Haddad, poderia votar nele ou não votaria em Fernando Haddad de jeito nenhum?”. Inclusive, é possível verificar os questionários aplicados no site do TSE.

3) Não é só o Ibope ou a Datafolha que tem analisado a corrida eleitoral 2018. Diferentes especialistas  já comentaram o cenário atual dizendo que a polarização e a quantidade de candidatos faz com que as intenções em primeiro turno sejam muito dispersas. Além disso, votos brancos e nulos figuram entre 11 e 12%, a não ser que a população brasileira some mais de 100% essa conta não fecha. Sobre a rejeição, qualquer pessoa com bom senso sabe que, embora tenha muitos eleitores, Jair Bolsonaro também tem cultivado uma horda de opositores. Vide o movimento #EleNão que ganhou até apoio de artistas internacionais.

4) No mesmo site do TSE é possível verificar que as pesquisas NÃO são feitas por telefone e sim presencialmente. O Ibope entrevista os eleitores em seus domicílios enquanto a Datafolha faz os questionários em locais de grande fluxo. Existem institutos de pesquisa que fazem os levantamentos por telefone como, por exemplo, o DataPoder360 e o BTG/FSB, mas não é os casos de Ibope e Datafolha.

5) Não é de hoje que estão dizendo que a Globo é esquerdista e que está manipulando as pessoas contra o Bolsonaro em favor do PT. Cada um é livre para acreditar no que quiser, o fato é que provamos por A+B que as metodologias de pesquisa são conduzidas de forma que não permitam resultados dúbios ou manipulações. Todas elas, inclusive, representam apenas uma amostra da população brasileira. Por fim, de tanto que o vídeo tem sido compartilhado, as próprias instituições de pesquisa esclareceram que Conceição Duarte não é, nem nunca foi funcionária deles. O Ibope emitiu nota:

O IBOPE Inteligência tomou conhecimento das declarações de Conceição Duarte em um vídeo publicado no YouTube no qual diz que trabalha com pesquisas eleitorais e que há três meses atua para IBOPE e Data Folha. Esclarecemos que Conceição Duarte não trabalha e nunca trabalhou para o IBOPE Inteligência ou para qualquer um de nossos fornecedores. Portanto, é falsa qualquer afirmação contida neste vídeo atribuída ao IBOPE Inteligência. Lembramos que o maior patrimônio de uma empresa de pesquisa é sua credibilidade. Por isso o IBOPE Inteligência segue rigorosamente os códigos de ética e regulamentação da Associação Mundial de Empresas de Pesquisa (Esomar) e da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep). Além disso, a empresa é certificada pela ISO 9.001 e ISO 20.252.

Resumindo: de tudo que levantamos, não é verdade que as pesquisas eleitorais realizadas até o momento foram manipuladas. Até que se prove o contrário, essa história é #boato. Dito isso, aguardemos o próximo boato sobre política.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)