Flordelis assume cargo na Secretaria da Mulher da Câmara #boato

Boato – A deputada federal Flordelis (PSD/RJ), suspeita pela morte do marido, foi nomeada pelo partido como titular da Secretaria da Mulher da Câmara. Ela vai assumir o cargo.

Com a eleição de Arthur Lira (PP/AL) como presidente da Câmara dos Deputados, nomes começam a ser indicados para assumir secretarias e comissões. Alguns estão causando muito espanto (e, infelizmente, parecem ser reais). Porém, um chamou atenção em especial.

De acordo com matérias (até na grande mídia) e publicações em redes sociais, a deputada federal Flordelis (PSD/RJ) iria assumir uma vaga na Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados. Vale lembrar que ela é suspeita de matar o próprio marido e está solta por conta da imunidade parlamentar.

A base de tudo seria o próprio registro do perfil de Flordelis na Câmara dos Deputados. Na página, consta que ela é titular da Secretaria da Mulher desde 02/02/2021. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Versão 1: A deputada federal Flordelis (PSD) foi indicada e nomeada pelo seu partido como titular da Secretaria da Mulher da Câmara. Ela é ré por suspeita de ser a mandante da morte marido, pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho de 2019. A informação entrou no perfil da parlamentar no site da Casa, na terça-feira (2/2)

Versão 2: Isso é Brasil, tudo normal! Ré pela morte do marido, Flordelis recebeu R$ 10,1 mi em emendas em 2020 e nesta terça-feira ela assume como uma das titulares da Secretaria da Mulher que, entre diversas atribuições, também combate a violência doméstica.

Flordelis assumiu cargo na Secretaria da Mulher da Câmara?

Tá lá na página da Flordelis que ela é titular na Secretaria da Mulher da Câmara. Porém, isso não significa que ela tenha sido indicada pelo partido para assumir a vaga tampouco que ela tenha ganho o cargo na secretaria.

A resposta para a dúvida está no próprio regimento da Câmara e foi dada por algumas deputadas. A deputada Professora Dorinha, atual coordenadora-geral da Secretaria da Mulher, esclareceu, por meio de nota (publicada nesta matéria do Metrópoles), que a “nomeação” se deu por conta de Flordelis ser mulher. “Todas as deputadas são titulares da Secretaria da Mulher, justamente para que possamos realizar as nossas eleições através do Sistema de Informações Legislativas (Sileg)”.

Na realidade, a secretaria em questão é formada de maneira diferente das comissões (que são preenchidas com indicações dos partidos). Quando há troca na composição (normalmente de dois em dois anos), todas as deputadas mulheres são “nomeadas”. Apenas depois que são definidas as coordenadoras da secretaria.

A própria Flordelis, de acordo com essa matéria do Congresso em Foco, desmentiu que tenha intenção de assumir qualquer cadeira na secretaria (ao todo, é uma coordenadora-geral e três adjuntas). E, em nota no Facebook, a deputada publicou o seguinte:

Prezados. Informo inicialmente que todas as deputadas são titulares da Secretaria da Mulher. Justamente para que possamos realizar as nossas eleições através do Sistema de Informações Legislativas – SILEG. Informo que os prazos para as indicações aos cargos da Secretaria ainda não foram abertos. Portanto, qualquer especulação neste sentido não procede. Dep. Federal Flordelis.

Resumindo: não é verdade que Flordelis vá assumir um cargo na Secretaria da Mulher da Câmara (que não é uma comissão, por sinal). O nome dela consta como nomeada porque todas mulheres, inicialmente, ficam com este status até que as coordenadoras da secretaria sejam definidas. E a própria deputada já apontou que não tem intenção se assumir tal cargo.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2m2887O
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet