Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Flávio Dino não se fantasiou de índio ou dançou Claudinho e Buchecha e axé em uma festa

Flávio Dino não se fantasiou de índio ou dançou Claudinho e Buchecha e axé em uma festa

Flávio Dino é flagrado dançando fantasiado de índio em festa, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)

Boato – Vídeo mostra Flávio Dino fantasiado de índio e dançando música de Claudinho e Buchecha e axé em uma festa.

Análise

Desde que Flávio Dino foi indicado para ocupar a cadeira de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), fake news sobre o assunto começaram a pipocar na internet. A sabatina que Dino vai enfrentar no Senado deve acontecer no dia 13 de dezembro de 2023 e, só após a aprovação, Flávio Dino assumirá o cargo.

Mas de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, Flávio Dino deveria ficar preocupado após o vazamento de um vídeo onde, supostamente, ele apareceria. Segundo a história, as imagens mostrariam Flávio Dino fantasiado de índio e dançando, semi nu, uma música da dupla Claudinho e Buchecha. Confira:

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

Versão 1: “Flávio Dino em momento de descontração! Flávio Dino bailarino!”. Versão 2: “Flávio Dino conquistando aprovação do Senado ! FLÁVIO DINO?”. Versão 3: “Festa do pescador De Baixo Guandu. Isso é postura de um Ministro?”.

A história viralizou nas redes sociais, em especial, no Tik Tok e deixou muitas pessoas revoltadas com a suposta postura de Flávio Dino. Porém, a história de hoje apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto (que, convenhamos, se fosse verdadeiro, estaria em todas as páginas mais conservadoras).

A partir daí, investigamos um pouco mais essa história e vamos te responder se ela é real ou não: 1) O vídeo atribuído ao ministro Flávio Dino dançando vestido de índio foi gravado na Pescador do Baixo Guandu? 2) A pessoa dançando no vídeo é o ministro Flávio Dino? 3) Teria algum problema se fosse o candidato ao STF no vídeo?

Checagem

O vídeo atribuído ao ministro Flávio Dino dançando vestido de índio foi gravado na Pescador do Baixo Guandu?

Não existem provas. A teoria fica ainda mais frágil quando percebemos que o “anúncio” de que o vídeo teria sido gravado na festa do Pescador do Baixo Guandu foi publicado em uma página de humor do Espírito Santo. A página em questão compartilha situações envolvendo o nome do estado. Não encontramos a origem do vídeo e também não conseguimos identificar se o som é original ou não. Mas sabemos que se essa história fosse real, teríamos mais gravações de outros ângulos (o que não ocorreu).

A pessoa dançando no vídeo é o ministro Flávio Dino?

Não. E o homem que aparece nas imagens nem se parece com Flávio Dino. Não há qualquer registro de que Dino teria participado de uma festa assim. Se isso não bastasse, esse é um caso clássico, onde pessoas mal intencionadas pegam vídeos de homens dançando e atribuem a Flávio Dino.

Teria algum problema se fosse o candidato ao STF no vídeo?

Se o homem fosse Flávio Dino e tivesse sido convidado por uma aldeia indígena para participar de alguma maifestação cultural, não teria problema algum. Porém, pelas imagens, é possível ver que a pessoa se fantasiou de indígena e está dançando coreografias que nada tem a ver com tribos indígenas. E como já estamos cansados de saber, a cultura indígena não é fantasia. Usar elementos da cultura indígena como fantasia é uma forma de chacota e também é extremamente desrespeitoso.

Conclusão

Fake news ❌

Flávio Dino não se fantasiou de índio e dançou Claudinho e Buchecha na festa do Pescador de Baixo Guandu. Não conseguimos identificar a origem do vídeo e se a música pertencia originalmente ao vídeo. Porém, podemos afirmar que o homem que aparece nas imagens não é Flávio Dino (e eles nem se parecem). Além disso, a informação de que o vídeo teria sido gravado na festa do Pescador de Baixo Guandu surgiu em uma página de humor do Espírito Santo.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)