Fernando Segóvia, chefe da PF, foi a protesto com nariz de palhaço #boato

Boato –Fernando Segóvia, agora diretor-geral da Polícia Federal, foi flagrado em protesto “Fora Dilma” com um nariz de palhaço.

Desde que o senador Romero Jucá foi grampeado pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, falando em “estancar a sangria” da Operação Lava-Jato, o nível de confiança da população em relação à continuação das investigações diminuiu. De lá para cá, muita coisa aconteceu. O “último ato” foi a nomeação de um novo diretor-geral da Polícia Federal.

Ao tomar posse do cargo (com a presença do presidente Temer), Fernando Segóvia falou em “deter a corrupção”. Porém, uma declaração dele sobre as denúncias contra o presidente chamou mais atenção: ele teria dito que “uma mala não seria prova suficiente”. Logo que tomou posse e deu a declaração, uma foto começou a circular na internet.

A imagem mostra um homem com nariz de palhaço e uma camisa da seleção brasileira verde (sim, existe camiseta verde da seleção). De acordo com um texto que acompanha a mensagem, era o diretor-geral da PF: “Adivinha quem é o palhaço da foto: Fernando Segóvia o novo Chefe da Polícia Federal, aquele que afirmou que uma mala de dinheiro não é prova contra Temer”, diz a mensagem.

Fernando Segóvia, chefe da PF, foi a protesto com nariz de palhaço?

Não precisou muito para a foto viralizar no WhatsApp, Facebook e ser publicada por blogs contrários a Temer e que apoiaram Dilma durante o seu governo. Mas será mesmo que a pessoa da foto é o diretor-geral da PF? A resposta é não.

Antes de falar se a foto é real ou não, uma coisa precisa ser dita. Mesmo sendo da Polícia Federal, não há nada que o impeça de participar de manifestações. Afinal, todos têm direito de ter opinião política (infelizmente, nem todos pensam assim). Dito isso, vamos aos fatos.

A primeira coisa que fizemos foi procurar a origem da foto. Pelas nossas buscas, ela foi feita pela fotógrafa Sirli Freitas (que, por sinal, é viúva de uma das vítimas do voo da Chapecoense) em um protesto contra a então presidente Dilma em março de 2015 na cidade de Chapecó. A foto foi publicada no jornal Diário Catarinense na época. Na publicação original, a foto é descrita como “manifestação em Chapecó”. Não há o nome da pessoa fotografada.

Recentemente: a revista Carta Maior utilizou a imagem para descrever “o pessoal da Paulista” em uma matéria sobre Segóvia. A partir daí, internautas começaram a publicar que a pessoa da imagem era o diretor da Polícia Federal.

Com base nestas informações, podemos chegar a algumas conclusões. A primeira é que houve uma construção de um “telefone sem fio” por parte de “gênios da web”. Não há em local algum qualquer descrição (anterior ao boato, claro) de que o homem da foto é Fernando Segóvia.

A segunda conclusão que derruba o fato é geográfica. Segóvia é natural de Brasília, trabalhou na África, no Maranhão e voltou para Brasília. Por que ele estaria em Chapecó em um protesto contra Dilma. Trabalho? Mas será que ele “faria o sacrifício” de sair às ruas em meio ao trabalho para a manifestação? Férias? Em Chapecó, pouco provável.

Para terminar, uma comparação que “mata o boato”. Em agosto 2014, Segóvia falou no Senado. Agora faça uma comparação de fisionomia entre o homem da foto e Segóvia no vídeo. Você verá diferenças nos olhos, no nariz (não o de palhaço, claro), nas orelhas e em marcas de expressão. A única coisa similar é o formato do rosto.

Resumindo: ao contrário do que está sendo publicado na internet, a pessoa que aparece com nariz de palhaço em um protesto contra a presidente Dilma Rousseff não é o diretor-geral da Polícia Federal Fernando Segóvia.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

3 comentários em “Fernando Segóvia, chefe da PF, foi a protesto com nariz de palhaço #boato

  • 25/11/2017 em 14:43
    Permalink

    Sim, há semelhanças no nariz. O de palhaço, óbvio.

    Resposta
  • 25/11/2017 em 10:57
    Permalink

    Muito parcial. Inclusive essa afirmação de que o policial federal “tem todo o direito de participar”… apesar de oportunista é incorreta devendo ser melhor esclarecida; infelizmente não tenho “na ponta da língua” os argumentos legais com que revidá-la: código de, estatuto, atribuições e proibições aos servidores da PF, etc. O simples argumento da localização geográfica, fotógrafa (?) e a em seguida contra argumentação do “e o que faria em Santa Catarina…” Ora, são policiais, senhores ingênuos!, Dispõem de verbas, autonomia de locomoções, diárias…

    Resposta
  • 22/11/2017 em 14:27
    Permalink

    Palha assada kkkkkkk isto é BRAZILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL
    BORA PENSAR SÉRIO SENHORES INTERNAUTAS…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)