Falso padre é preso ao tentar visitar Lula na PF de Curitiba #boato

Boato – Homem que se passou por padre para visitar Lula na cadeia foi preso pela Polícia Federal. Falso padre, que viajou 24 vezes para Cuba e Venezuela em 2018, entregou uma carta ao ex-presidente.

No último sábado (14/04), o ex-presidente Lula completou uma semana de prisão. De acordo com os veículos de comunicação, Lula não tem feito nenhuma reclamação sobre sua cela ou sobre a comida. Diferente da rotina pacata que o ex-presidente Lula vive na sede da Polícia Federal, o clima está quente “do lado de fora”. Muitos apoiadores do ex-presidente estão acampando no entorno da sede da PF e realizando manifestações.

Em meio a tudo isso, uma informação tem chamado atenção. Segundo um texto, um falso padre chamado Rubens Miguel da Silva foi preso logo após visitar o ex-presidente na sede da PF. Ainda segundo a informação (viral no WhatsApp e Facebook), ele teria conseguido entregar uma carta a Lula e possui 24 registros de viagens à Cuba e Venezuela. Confira:

FALSO PADRE DETIDO DEPOIS DE VISITAR LULA. Ninguém ainda explicou quais as verdadeiras intenções do falso padre que entrou para visitar Lula, Rubens Miguel da Silva, de 27 anos, que já foi preso anteriormente por trafico e por agredir dois Oficiais da Reserva em frente ao Clube Militar, tem registrado apenas em 2018, vinte e quatro viagens internacionais para Cuba e Venezuela.

Conforme relatou os agentes Rubens chegou trajando uma roupa de padre, apresentou-se como auxiliar do Bispo de Primaz do Brasil, e levava nas mãos um envelope lacrado com selo, que segundo Rubens era o Selo Papal; o envelope passou pelo scanner e continha apenas papel.

Como havia no sistema a visita pré- agendado em seu nome, os agentes após identificação permitiram a entrada, mas como é de praxe foram checar o cidadão, assim que descobriram que o sujeito tinha uma ficha mais longa que o cabelo de Rapunzel, prenderam imediatamente. Correio do Paraná

Falso padre é preso ao tentar visitar Lula na PF de Curitiba?

Já avisamos que não estamos aqui para opinar sobre a prisão de Lula (vamos deixar isso nas mão da Justiça). E também deixamos claro que fake news não passarão. Com isso, saiba que essa história de falso padre não passa de balela (das grandes). Então, se você quer mais detalhes, continua lendo.

Primeiro, você sabe de onde surgiu a tal história? Pois é, identificar a origem da notícia é sempre uma boa forma de não cair em fake news. Nesse caso, o perfil que criou e divulgou a história é bastante conhecido por espalhar boatos nas redes sociais. Entre eles, podemos citar as histórias sobre guerra civil e o boato de que dona Marisa estaria viva e morando na Itália.

Pois bem, isso, por si só, já seria motivo suficiente para te deixar com um pé atrás. Mas a história complica. Ao longo da notícia, o texto fornece como fonte o jornal Correio do Paraná e um endereço eletrônico. O link não existe. Já o jornal existiu até 1966. E, como é de se imaginar, não encontramos nenhuma matéria sobre Lula no jornal citado.

Além disso, também não encontramos notícias sobre o tema em outros veículos de comunicação. Supondo que, hoje, Lula é a pessoa mais vigiada do Brasil (mais do que os participantes do BBB), uma notícia dessas seria um verdadeiro escândalo. E, claro, noticiada não só no Brasil, mas como nos “quatro cantos” do mundo.

Por fim, a foto do falso padre não tem nada a ver com essa história! A foto foi retirada de uma outra matéria (verdadeira). O tal falso padre, de fato, foi preso. Porém, o homem foi detido no aeroporto de Guarulhos, quando tentava embarcar para a África do Sul transportando cocaína em 2007. Ou seja, a foto tem mais de dez anos.

Vale ressaltar aqui também que o ex-presidente Lula só pode receber visitas de familiares ou advogados. E essa tem sido a única reclamação de Lula desde que foi preso. Governadores e senadores que tentaram visitar o ex-presidente foram barrados. Ou seja, seria impossível um padre entrar na sede da Polícia Federal para fazer uma visita e ainda entregar uma carta.

Em resumo, a história que diz que um falso padre foi preso após visitar o ex-presidente Lula não faz o menor sentido e se trata apenas de um boato. As fotos da tal prisão e o nome do falso padre foram retirados de outra matéria em outro contexto (o homem foi preso por tráfico internacional de drogas). Sendo assim, não compartilhe essa notícia! São apenas boatos. Até a próxima!

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitoras do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)