Exército Brasileiro determina voto impresso nas eleições de 2022 #boato

Boato – O Exército Brasileiro determinou que as eleições de 2022 vão ter voto impresso. Foi dito que se o Congresso não aprovar o voto impresso não haverá eleições.

Faltando mais de um ano para as eleições de 2022, um tema tem dominado o “debate eleitoral”: a implementação do voto impresso no próximo pleito. Enquanto o Congresso dá mostras de que não deve aprovar a proposta, simpatizantes do governo já começam a condicionar (mesmo sem nenhuma prova) a lisura das eleições com o que chamam de voto auditável. Em meio a isso, uma mensagem está circulando online.

De acordo com textos e vídeos que circulam em redes sociais e YouTube, o Exército teria determinado (atente-se para este termo) o voto impresso para as próximas eleições. As Forças Armadas teriam apontado que não haverá eleições se não houver voto impresso. Leia uma das mensagens que circulam online:

URGENTE EXÉRCITO DETERMINA O VOTO IMPRESSO OU NÃO TEREMOS ELEIÇÃO… O Exercito Brasileiro já mandou recado, ou o congresso aprova o voto impresso ou não teremos eleições… vamos compartilhar e apoiar o exercito e o presidente querem da um golpe no brasil não vamos permitir…

Exército Brasileiro determinou voto impresso nas eleições de 2022?

A tese se espalhou com muita força na internet e, na última semana, chegou até a gerar um “zumzumzum” entre mídia, autoridades e redes sociais. Porém, não é verdade que o Exército determinou que não haverá eleições em 2022 se não houver voto impresso.

Na realidade, está havendo um superdimensionamento de uma reportagem da última semana que apontava o general Braga Netto, ministro da Defesa, teria falado, por meio de emissários, que “não haveria eleições se não houvesse voto impresso” ao presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira.

Depois que a matéria foi divulgada, todos os lados negaram o diálogo. Braga Netto negou que tivesse enviado qualquer mensagem do tipo. Arthur Lira também negou que tivesse recebido a tal mensagem. Ou seja: se o Exército tivesse, de fato, “determinado algo”, não teriam tantas negações.

Vale apontar que a “confusão” envolvendo a história acabou, de acordo com os próprios deputados (que são responsáveis por aprovar o projeto de voto impresso nas eleições do ano que vem), enfraquecendo as chances de sucesso do projeto. Também vale apontar que, depois de todos os desmentidos, não houve qualquer pronunciamento ou determinação de que não haverá eleições no que vem se o voto impresso não for aprovado.

Pela falta de provas e mesmo de capacidade (o Exército não pode determinar se haverá ou não haverá eleições no ano que vem), podemos dizer que não é verdade que as Forças Armadas determinaram que o pleito está condicionado ao sistema de votação. A única coisa que temos é uma suposta mensagem que acabou sendo negada por todos os lados envolvidos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet