Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Informação que aponta que doações para vítimas da enchente em Lajeado (RS) estão retidas até a chegada de Lula na cidade não procede

Informação que aponta que doações para vítimas da enchente em Lajeado (RS) estão retidas até a chegada de Lula na cidade não procede

Doações para vítimas da enchente em Lajeado (RS) estão retidas até a chegada de Lula, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – As doações para as vítimas das enchentes em Lajeado (RS) só serão feitas após o presidente Lula chegar ao Brasil e ir para o Rio Grande do Sul. 

  Análise

No domingo, 10 de setembro de 2023, começou a circular na internet um vídeo de uma mulher identificada como Samara, uma responsável por uma ONG de proteção animal no Rio Grande do Sul. Nas imagens, ela denuncia o que seria uma situação em relação à doação para pessoas atingidas pelas enchentes em Lajeado (RS).

Ela teria dito que as doações estariam retidas por um motivo: estavam esperando o presidente Lula chegar à cidade para realizar uma ação pública (em outras palavras, politicagem). Leia algumas mensagens que estão se espalhando e também a transcrição do vídeo:

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

Versão 1: GRAVÍSSIMO !!! Está circulando na INTERNET um vídeo que as DOAÇÕES RECEBIDAS para serem distribuídas para as VÍTIMAS DAS ENCHENTES do VALE DO TAQUARI e LAGEADO e, RS, SOMENTE SERÃO DISTRIBUÍDAS após a CHEGADA DE LULA no local. Disse a AGENTE PÚBLICA que postou o vídeo, que essa “ordem” de ADIAR A DISTRIBUIÇÃO dos DONATIVOS SOCIAIS veio de “AUTORIDADES”. 

Versão 2: Vergonha. Inacreditável. Doações para vítimas do RS serão entregues após chegada de Lula Lula proíbe distribuição de alimentos e ração que foi doada pela população para Lageado, até a chegada dele para tirar fotos e fazer filmagem. Enquanto isso a população e animais passam fome

Versão 3: Centro de arrecadação e distribuição de Lageado de doações para as vítimas das enchentes não vão fazer a distribuição dê alimentos enquanto Lula não chegar na região e tirar fotos…. Afinal  Sempre usam as tragédias para fazer politicagem, fazem

Transcrição: Pessoal aqui é a Samara, presidente da UPA de Sarandi. Estamos aqui em Lajeado fazendo apoio à TAMA e as ONGs aqui da região pra fazer recolhimento dos donativos de de ração que estão aqui da região e chegamos agora num centro de distribuição de lajeado e recebo recebemos a informação de que não vai ser liberado alimentos pra serem feito a doação, esse trabalho que os voluntários estão fazendo porque eles tem que o presidente Lula chegar em Lajeado pra fazer foto e vídeo e publicação em cima das das doações. 

Então assim eh o que que é a política né? O pessoal está aqui as se voluntariando eh ONGs ajudando, pessoal se mobilizando de cidades eh de todo o Rio Grande do Sul de fora do estado pra região do Vale do Taquari e as as doações não estão sendo liberadas pra serem distribuídas pra população, pros animais e pras pessoas que estão precisando tem que aguardar o presidente Lula chegar na região pra fazer distribuição desses donativos. Então só pra né? 

A gente vai eh passar essa informação que seja divulgada aí pro pessoal pra gente ver como que funciona as coisas. As pessoas passando fome, passando necessidade e estão esperando vim fazer politicagem em cima da tragédia alheia. Então pra repassar a informação pra vocês

Checagem

Agora, na parte da checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que as doações para vítimas da enchente em Lajeado só serão feitas após Lula chegar ao Rio Grande do Sul? 2) Por que a mulher gravou o vídeo falando que as vítimas em Lajeado só iriam receber as doações após Lula chegar à cidade? 3) Está ocorrendo algum problema com retenção de doações?

É verdade que as doações para vítimas da enchente em Lajeado só serão feitas após Lula chegar ao Rio Grande do Sul?

Não é verdade. O vídeo, por si só, não tinha muitas informações, mas o conteúdo bombástico fez com que ele se espalhasse. Por isso, autoridades locais correram para desmentir a alegação contida no vídeo. O prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, usou o Instagram para desmentir a informação. Leia o que ele escreveu:

Em Lajeado as doações seguem normalmente, inclusive chamaremos os clubes de serviços e voluntários pra acelerar a distribuição pra chegar nas famílias que começam a retornar para as casas. Não recebemos nenhuma orientação de nenhum governo, nem tampouco cumpriríamos tal absurda determinação se viesse. Defesa Civil de Lajeado desmente vídeo que afirma que doações pararam de ser distribuídas para aguardar a chegada de Lula em Lajeado

O governo federal também desmentiu a acusação. Usando a própria publicação do prefeito da cidade, foi dito o seguinte: “Alerta de Fake News: É falsa a informação de que doações teriam parado de ser distribuídas em Lajeado (RS) por orientação do Governo Federal. O Governo já destinou R$ 741 milhões para atender as cidades atingidas, e segue dando todo o apoio necessário para os municípios do RS”.

Por que a mulher gravou o vídeo com a informação errada?

Mais tarde, ainda no dia 10 de setembro, a própria mulher que gravou o vídeo “denúncia” fez uma segunda publicação se retratando da informação anterior e apontando que ela havia “se equivocado”. Leia a transcrição do que ela disse:

Pessoal aqui é Samara tá? Desculpa a qualidade do vídeo que eu estou na estrada estou com pouco sinal aqui pouca luz está na estrada voltou em Lajeado é eu fiz um vídeo e foi repassado só no grupo da minha ONG eu não sei como esse vídeo vazou tá? Aí obrigado melhorou

Eh e tanto que eu disse pras meninas não repassarem isso acho que acabou vazando que eu estava possuída porque eu tinha acabado de sair lá do do centro de Lajeado e sim nós não recebemos doação hoje de manhã lá. Disseram que não teria. E que nem a gente falou pra vocês passaram pra nós que Só que daí agora, né? Política, nem ninguém, daí não, daí ninguém falou nada, né? Nós estivemos lá. Tá? Eh, eu acabei me expressando errado porque eu estava muito revoltada no momento. Eu falei sim sobre o presidente Lula no vídeo que está rolando. 

Disse pra errado pela raiva então seria o presidente Alckmin que está em exercício tá? Eh então é isso que o presidente não viria. Falei no nome do Lula ah me equivoquei no momento. Nós estamos aqui eh ajudando diretamente nas populações afetadas e como vocês viram eu estou fazendo eh lives ao vivo, os vídeos ao vivos pro pessoal acompanhar o nosso trabalho, conhecer o que a gente está fazendo. E pra quem quiser ajudar

 Eh não tenho partido político, não sou filiada a nenhum partido, tá? A minha luta é única e exclusivamente pelos animais, tá? Eu não tenho filiação a partir do político nenhum, me expressei errado no momento e era um vídeo que eu não, tanto que não foi publicado aqui na página, tá um vídeo que eu mandei na hora e eu e eu mandei pras meninas do grupo que não era pra pra ser postado tá? Eh vou ter que ver porque que esse vídeo vazou, porque foi no momento antes que eu fiz na esperem deixa eu buscar mais informações

 e esse vídeo que eu mandei só para as integrantes do meu grupo vazou está rolando por aí peço desculpas porque eu me equivoquei em falar no nome do presidente Lula mas sim foi nos passado informação e eu estive sim no centro de distribuição de Lajeado hoje pela manhã. Tinha várias pessoas comigo, tá? E não foi a gente não conseguiu distribuição de ração. Tá? É isso

Não é possível precisar os motivos que ela gravou o vídeo (o fato é que está sendo muito utilizado politicamente). Porém, tudo indica que ela não parece ter ficado feliz com a repercussão da fala e voltou atrás.

Está ocorrendo algum problema com retenção de doações em Lajeado?

Não, de acordo com informações da própria Defesa Civil da cidade. Porém, o prefeito Marcelo Caumo, no sábado, 10 de setembro, fez uma publicação apontando que o volume de doações foi tão grande que não havia mais espaço e que, no momento, precisaria de voluntariado. Vale reafirmar que a tese de que doações estão sendo retidas por causa de Lula é falsa.

Conclusão

Fake news ❌

É falsa a informação que aponta que as doações em Lajeado estão sendo retidas até a chegada de Lula no Rio Grande do Sul. O prefeito da cidade já desmentiu, a Secretaria de Comunicação do governo federal já desmentiu e até a mulher que espalhou a informação falsa já desmentiu.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm