Delegado que encontrou bomba em Brasília apertou mão de terrorista amigo de Janja e Alckmin #boato

Boato – Uma série de fotos revela a verdade. O delegado que encontrou a bomba em Brasília apertou a mão do terrorista que mandou colocar explosivos que, por sua vez, é amigo de Janja e Alckmin.

De um lado, há pessoas mal-intencionadas que subestimam a inteligência das pessoas. De outro, há pessoas que não decepcionam e acreditam em qualquer mentira que circula por aí. Esse exemplo pode ser visto em mais uma história.

Uma série de fotografias visa “revelar a verdade sobre o caso”. Na primeira imagem, um homem apresentado como “o terrorista que mandou colocar a bomba em Brasília” aparece abraçado com Janja (esposa de Lula e futura primeira-dama) e Geraldo Alckmin (futuro vice-presidente). Na segunda, o suposto “terrorista” aparece apertando a mão do delegado Robson Cândido da Silva.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

As mensagens que acompanham as imagens levantam suspeitas de que o delegado que encontrou a bomba em Brasília era amigo do “terrorista” que, por sua vez, seria amigo de Janja, Alckmin e, claro, Lula. Os textos também suspeitam da rápida resolução do caso. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Versão 1: BRASIL NÃO É PARA AMADORES. O DELEGADO QUE ENCONTROU EXPLOSIVOS É O MESMO DA FOTO QUE ESTÁ APERTANDO A MAO DE QUEM MANDOU COLOCAR OS EXPLOSIVOS EM BRASILIA E O MESMO AMIGO DE JANJA E ALCKMIN KKKKK. Versão 2: O delegado-geral, Robson Candido da Silva é muito competente, localizou as bombas perto do Aeroporto de Brasília antes de explodirem e já pegou o suspeito, quem é o FBI!

Delegado que encontrou bomba em Brasília apertou mão de terrorista amigo de Janja e Alckmin?

Por mais absurda que a tese seja, ela viralizou com todas as forças nos WhatsApp bolsonaristas por aí (é assim que os ânimos são inflados). Porém, é falsa a informação que aponta que o delegado em questão apertou a mão do terrorista ou, ainda, que o “terrorista” é amigo de Janja e Alckmin.

A mensagem tem algumas das principais características de fake news. É vaga, alarmista, tem erros de português e não cita qualquer fonte confiável que comprove a informação.

A única prova seriam as fotos em questão. E aí está o detalhe: a pessoa que está com o delegado Robson Cândido da Silva em uma foto e com Janja e Alckmin na outra não é o “homem acusado de colocar explosivos em Brasília”.

A pessoa é o governador reeleito do Distrito Federal Ibaneis Rocha. A imagem do aperto de mão está em uma matéria do Metrópoles que aponta para a confirmação da permanência de Robson Candido como delegado-geral da Polícia Civil do Distrito Federal.

Dias antes, o próprio Metrópoles apontou que Ibaneis se encontrou com Janja e Alckmin em Brasília. Foi de lá que saiu a foto que está circulando online.

Vale só apontar que não foi o delegado que “encontrou a bomba”. Na verdade, foi o caminhoneiro do caminhão em que estava a bomba que encontrou o artefato e foi o esquadrão antibombas da PM e da Polícia Federal que a desarmaram. O delegado em questão foi responsável pela prisão do suspeito de armas a bomba.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o delegado que atuou no caso dos explosivos no Distrito Federal apertou a mão do terrorista e que este, por sua vez, apertou a mão de Janja e Alckmin.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet