Delação da JBS foi divulgada para eleger Lula e o PT #boato

Boato – O vazamento da delação de Joesley Batista, da JBS, foi divulgado para tirar Temer e colocar Lula e o PT na Presidência da República.

Um dia que durou semanas. É possível dizer que o intervalo entre as noites de 17/05 e 18/05 foi cercada de expectativas. Primeiro, a delação de Joesley Batista, dono da JBS, com acusações ao presidente da República vazou na imprensa. Depois, começaram rumores que Michel Temer renuncia. Por fim, Temer disse que ficaria e os áudios foram divulgados.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/39Tje3u

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Neste período, a incerteza sobre a continuidade de Temer não foi a única que reinou no debate na internet. Diversas pessoas começaram a compartilhar por WhatsApp uma teoria que aponta que o vazamento das JBS não passou de uma estratégia para colocar Lula e o PT no poder novamente. Separamos trechos de textos que circulam online:

Atenção repasse para todos os seus contatos! O Brasil pode virar uma Venezuela! O dono da JBS é amigo do Lula e parceiro do Lulinha, para beneficiar o Lula, Fez delações as escuras, para conseguir o impeachment do Temer. Se isso ocorrer oposição vai pedir eleições diretas ou indiretas e o Lula se candidata e volta como presidente, para fugir justiça, pois um presidente só pode ser punido por crimes cometidos depois da sua nomeação!

Esse jornalista da Globo é assumidamente petista, é só entrar nas redes sociais do cara e ver as suas publicações. Tudo acontecendo muito rápido! A notícia foi divulgada às 19:30 de ontem pela Globo News, às 20:00 horas de ontem mesmo ,já tinha dois deputados da oposição com dois pedidos de Impeachment protocolados,sem ninguém escutar os audios da delação dos irmãos.

Delação da JBS foi divulgada para eleger Lula e o PT?

É claro que a história se espalhou pela internet e ganhou uma série de versões. Mas será mesmo que há alguma comprovação de que tudo se trata de uma armação de Lula e o PT para derrubar Temer? A resposta é não. A própria lógica dos acontecimentos faz com que a tese não se sustente. Vamos analisar alguns pontos que estão nas três teses para vocês entenderem.

No texto 1, há a informação de que o dono da JBS é parceiro do Lulinha. Isso parte de um outro boato que há anos circula na internet: o que aponta que o filho de Lula é dono da Friboi. Veja mais detalhes sobre a história neste link. Por aqui, a gente pode se limitar a falar que a informação é falsa.

Outro ponto do primeiro texto aponta que, se acontecer o impeachment de Temer, a oposição pede “eleições diretas ou indiretas” e Lula volta como presidente. Nisso, há dois pontos. A oposição “não pede” a forma da eleição (direta ou indireta). Se Temer cair pelo Congresso (com processo de impeachment semelhante ao de Dilma), será indireta. Se Temer cair no julgamento do STF (que é réu junto com Dilma), será direta.

Se acontecerem eleições indiretas, é pouco provável que Lula se eleja. Vale apontar que mesmo que ele se candidatasse, a bancada do PT e partidos aliados na Câmara e no Senado não tem força para conseguir uma maioria de votos. A maior bancada é do PMDB nas duas casas. Em caso de eleições diretas, Lula tem chance. Mas aí que decide é o Judiciário.

O terceiro ponto é em relação ao jornalista do PT. Quem publicou isso tem desconhecimento da informação de que Lauro Jardim foi, inclusive, colunista da Veja por muito tempo. Vamos convir que a Veja não é a publicação mais simpática ao partido.

Por fim, a informação de que a JBS “quer livrar” a cara do PT também não se sustenta. A delação de Joesley também cairá como uma bomba no partido. Vale apontar há a informação, na delação, que a empresa mantinha uma conta de R$ 300 milhões para o partido na Suíça. Aguarde e você verá mais detalhes. Agora fica a pergunta: se o plano fosse salvar Lula, essa informação que vai comprometer ainda mais o ex-presidente seria publicada?

Por todos esses motivos, podemos afirmar que a história não se sustenta. Não foi o PT que “tramou” a queda de Temer. A JBS resolveu entrar em um acordo com a Justiça para aliviar a própria pena (que estava prestes a cumprir) e para isso ofereceu (mais) um strike na política brasileira. E aí, todo mundo deve dançar se confirmadas as informações.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores pelo WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)