Ministra Damares Alves cria projeto que limita sexo apenas para procriação #boato

Boato – A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, criou um projeto que limita a prática de sexo apenas para reprodução humana (procriação).

Dentre os 22 ministros do governo Bolsonaro, uma das mais polêmicas é a responsável pela pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos. Desde que assumiu o cargo, Damares Alves já passou por diversas “saias justas” (que nem precisamos enumerar por aqui). E, de acordo com uma notícia que circula na web, vem mais polêmica por aí.

Um print do portal G1 está viralizando no Facebook e dá conta de que Damares está sugerindo um projeto ao Congresso que limita a prática do sexo apenas para reprodução. O texto aponta que a ministra quer criminalizar outras práticas e que vai criar uma espécie de “disque denúncia”. Leia trechos da mensagem que circula online:

Ministra Damares Alves apresenta projeto que limita sexo apenas para procriação. A Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, apresentará na tarde desta segunda-feita um projeto de lei que limita o sexo apenas entre casais heterossexuais e com a finalidade exclusiva de procriação. […]

Segundo Damares Alves, a nova era que chegou ao Brasil vai também trazer de volta os verdadeiros valores cristãos como Deus exige de todos nós e em breve todo tipo de atos pecaminosos como o sexo indevido será banido da sociedade brasileiras.

Ela espera contar ainda com denúncias anônimas de vizinhos, parentes ou de qualquer outro indivíduo do bem que perceba prática de sexo indevido. A denúncias serão recebidas por telefones que serão informados após a aprovação do projeto.

Ministra Damares Alves cria projeto que limita sexo apenas para reprodução?

O print circulou por aí e chegou até a gerar comentários irônicos no Facebook. Mas será mesmo que essa notícia que está circulando por aí procede? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

De cara, a gente desconfiou da veracidade da história. Primeiro, porque o print do G1 mostra uma página completamente diferente do layout do portal de notícias da Globo. Segundo porque a mensagem tem muitos erros de português (o que nos deixa desconfiados de que tenha saído de um site de notícias).

Com essa desconfiança na cabeça, resolvemos procurar mais detalhes sobre o caso. Como imaginávamos, nada encontramos. Nem no G1 tampouco em qualquer outra fonte confiável. Se, de fato, Damares tivesse sugerido um projeto tão polêmico (e absurdo), com certeza viraria notícia. Não foi o que aconteceu.

Só pelo absurdo do causo, características do texto e falta de fontes confiáveis já dá para cravar que a história que aponta que Damares Alves sugeriu um projeto que limita o sexo apenas para procriação é falsa. Não passa de mais um boato sobre a ministra que circula por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)