Cotas para homossexuais em concursos públicos #boato

Boato – Projeto de lei prevê 15% de vagas em concursos públicos para homossexuais.

O Congresso nem começou ainda a trabalhar em 2016, e o que já apareceram de projetos de lei (falsos) na internet. Só neste mês de janeiro de 2016 já falamos sobre “licença-maternidade”,prisão para quem amamentar” e outras coisas mais. A informação nova que pinta na web aponta que agora vão criar cotas para gays em concursos públicos. Leia texto que circula online:

Cotas para gays em concurso público, diz boato
Cotas para gays em concurso público, diz boato

Homossexuais terão cota em concursos públicos: Projeto de lei estabelece cota de 15% das vagas dos concursos públicos federais para homossexuais e transexuais. Bissexuais continuam na luta pelo benefício mas ainda não foram contemplados no texto base do projeto.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Mais um projeto de lei do Congresso Nacional está causando polêmica na comunidade evangélica brasileira. O projeto que prevê cotas de 15% para homossexuais e transexuais em concursos públicos federais é alvo de severas críticas da bancada evangélica, mas dificilmente será barrado antes da aprovação. Depois de ser aprovado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) seguirá para votação em abril e já conta com o apoio de 254 deputados federais.

Projeto de autoria do deputado Marquinhos Freire (PT – BA) não foi tão bem recebido pela comunidade LGBT, pois ele só contempla com as cotas homossexuais e transexuais. A Federação Brasileira dos Bissexuais exige que a lei abrace também esta orientação que é vítima de preconceito dobrado. Outra queixa é que as cotas são de apenas 15%, segundo o movimento LGBT o justo seria pelo menos 25% das vagas.

A história tem enganado muita gente online (dado o número de compartilhamentos que tem rolado nas redes sociais). Porém, a informação da lei é falsa. E assim como nos outros casos de “leis balelas”, não foi muito difícil de desmentir.

O primeiro e preponderante ponto é a fonte da informação. Apesar de ter rolado na internet por muitos lugares, o site que publicou o conteúdo foi o Enfu. Este blog de humor já é conhecido aqui no Boatos.org pela categoria “Shownarlismo”, em que publica informações falsas. Se você pesquisar o nome do tal deputado, vai notar que ele não existe.

Olhando o site da Câmara, tentamos ver se achamos alguma informação sobre “cotas para homossexuais” ou “cotas para gays”. Como você pode imaginar, não encontramos nada. Nem lei e nem projeto.

Sendo assim, podemos afirmar que o projeto que prevê cotas para homossexuais em concursos públicos não existe. Foi só uma notícia postada em um site de humor e que enganou algumas pessoas internet afora.

PS: Esse artigo foi uma sugestão dos leitores Cludemir Todo-Bom, Cristina Paula e Samuel Borges. Se você quer sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet