Cesare Battisti recebia pensão de R$ 31 mil no Brasil #boato

Boato – O italiano Cesare Battisti recebia mais de R$ 31 mil por causa de uma pensão de perseguido político concedido pela Comissão da Verdade.

Nos últimos dias, o noticiário policial tem se voltado para duas figuras em especial: o médium João de Deus e o italiano Cesare Battisti. Condenado à prisão perpétua na Itália, Battisti teve o pedido de extradição aceito pelo governo brasileiro e é considerado foragido pela polícia.

Em meio a busca de informações sobre Cesare Battisti (com direito à divulgação de eventuais disfarces do italiano), uma informação começou a circular na internet: a de que ele receberia uma pensão no Brasil por ser perseguido político na Italia. O valor do benefício, que teria sido concedido pela Comissão da Verdade, é de mais de R$ 31 mil. Leia a mensagem que circula online:

BRASIL O PARAÍSO PARA OS TERRORISTAS. Aos desavisados o Sr. Cesare Batista recebe mensalmente uma Pensão de Perseguido Politico concedido pela Comissão da Verdade, ou seja, ele, por ser militante de 70 na Itália recebeu uma pensão no Brasil. É para acabar ! R$ 31.845,00 trinta e hum mil reais. ENQUANTO ISTO UM SOLDADO DE 64 RECEBE R$ 2.876,00 .

Cesare Battisti recebia pensão de R$ 31 mil no Brasil?

Muita gente compartilhou a mensagem na internet e já saiu esbravejando contra a “Bolsa Ditadura”. Mas será mesmo que essa informação que fala que Cesare Battisti recebia R$ 31 mil de pensão é real? A resposta é não. Vamos aos fatos.

A mensagem por si só já nos causa certa desconfiança. Além de ela falar de um tema já batido em fake news (já falamos até do caso que apontava que Chico Buarque recebia a Bolsa Ditadura), é vaga, alarmista, com erros de ortografia (chega a chamar o cara de Batista) e não cita fontes confiáveis.

Com esse briefing, resolvemos buscar por mais informações. Vale dizer que a Comissão Nacional da Verdade (que existiu entre 2011 e 2014) não é a responsável por “dar” indenizações por causa de crimes da Ditadura. Quem é a responsável por isso é a Comissão da Anistia (ligada ao Ministério da Justiça).

E, assim como no caso da “Bolsa Ditadura”, buscamos a lista de beneficiários por causa de ações do governo militar durante a Ditadura. Como era de se esperar, não encontramos nada sobre Cesare Battisti (ou mesmo sobre Cesare Batista).

Também é importante destacar que as pensões dadas pela Comissão da Anistia são relacionadas a casos ocorridos no Brasil no período da Ditadura Militar. Ou seja: mesmo que Battisti tivesse sofrido alguma injustiça na Itália, ele sequer seria candidato a ser contemplado pela pensão no Brasil.

Resumindo: a história que aponta que Cesare Battisti recebia uma pensão da Comissão da Verdade de R$ 31 mil é falsa. Além de a mensagem ter diversas informações que nem têm chances de se encaixar com a realidade, o nome do italiano não consta entre os beneficiários da Anistia no Brasil.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)