Casal que levou cuspida de José de Abreu é de amantes #boato

Boato – Casal que discutiu e levou cuspida do ator José de Abreu é formado por um advogado casado e sua amante modelo.

A briga política não tem limites. E neste sentido quem defende o direito às mulheres pode se transformar em um ultraconservador na outra semana. O termômetro só é qual lado político defender.

Casal que levou cuspe de José de Abreu era de amante, diz boato
Casal que levou cuspe de José de Abreu era de amante, diz boato

Pois é. Circula na internet alguns textos que apontam que o casal que discutiu com o ator global José de Abreu seriam de amantes. Ele, um advogado. Ela, uma modelo. A informação foi postada no Blog da Cidadania e replicada por diversos sites favoráveis ao governo (como o Brasil 247). Leia trechos do texto postado no site “Plantão Brasil”:

Casal que xingou Zé de Abreu e levou cusparada era de amantes. Advogado é casado

É uma daquelas situações incompreensíveis a forma como algumas pessoas estão tratando o episódio envolvendo o ator global José de Abreu e um (aparentemente) jovem casal na semana passada.

O caso é extremamente simples. Qualquer pessoa com olhos e ouvidos em funcionamento é capaz de entender exatamente o que ocorreu entre as pessoas supracitadas. Porém, entre o fato e a versão há sempre uma zona nebulosa que permite aos espertalhões distorcerem a verdade.

No sábado, o Blog chegou a acessar a página dela no Facebook. Porém, nesta segunda-feira o perfil da “ex-modelo” naquela rede social foi apagado. Em uma busca na internet, descobre-se que ela tem um perfil na rede social Linkedin. Ou melhor, tinha. Porque também foi apagado.

Fonte do Blog que atua em um grande jornal paulista explica a perda de ímpeto militante desse casal fascista após o ímpeto agressor inicial. O tal “advogado” que agrediu José de Abreu estava no meio de uma traição à esposa, que não pode saber que que ele jantava com outra mulher no dia em que ambos decidiram dar vazão ao próprio fascismo.

Casal de amantes brigou com José de Abreu?

Caramba. Que ataque baixo! Não vamos entrar nem no mérito de quem estava com razão na discussão (apesar de que é fato que uma cusparada é, sim, agressão), mas a história deles serem amantes não procede. Vamos aos fatos.

O primeiro ponto está na própria estruturação do texto. Neste sentido, ele nada mais é do que uma defesa da ação de Abreu. Lá para o seu final, a acusação do casal ser de amantes é só mais um ponto na história (depois da afirmação de que a moça deletou suas redes sociais). Está aí mais um erro. O nome da mulher identificado está no Facebook. Não vamos divulgar no nome aqui, mas é só dar um Google e checar lá.

Ao longo do texto, é dado do nome da mulher com TODAS as letras, profissão e chama atenção o fato de ser “ex-modelo” (com a intenção de dizer que ela se prostituía). Pelo o que apuramos, ela era modelo de modelar. Até porque, vimos em postagens antigas campanhas que ela fazia. Por sinal, a moça, moradora do bairro Itaim Bibi, é filha de um dono de escritório de advocacia e felizmente (para ela) não precisaria “buscar” dinheiro em programas.

Outro ponto que chama atenção no texto é o fato do autor não citar o nome do homem. Quer dizer, ele identifica a mulher, a expõe e nem dá o nome do sujeito? Das duas, uma. Ou ele quis “poupar o homem” (e agiu de forma muito machista, culpando a mulher do adultério) ou não sabe quem ele é. E se não sabe quem ele é, como vai saber se é casado.

E aí chegamos ao último ponto da história: vocês viram a fonte da informação que aponta que o casal é de amantes? “Fonte do blog de um grande jornal paulista”? Quem acompanha o Boatos.org sabe que este tipo de fontes é típico de boatos online. É quase como “um tenente do meu batalhão” ou “uma enfermeira do Hospital Universitário”.

Resumindo: pode ser que seja um casal de amantes? Até pode (o que, por sinal, só diz respeito a eles em âmbito pessoal). Porém, o que os textos que circulam na internet fazem acusando ele de ser casado e ela de se prostituir passa muito longe da realidade que apuramos. Que venham provas mais concretas porque essa daí não colou.

PS: fizemos as seguintes perguntas ao blog que postou a informação:

Caros. Sou Edgard Matsuki, editor do Boatos.org. Recebi sugestões para que eu averiguasse se uma informação que saiu no blog de vocês é certa ou errada. Consta a informação que o casal que recebeu a cusparada do José de Abreu seria de amantes. Gostaria de perguntar o seguinte: 1) como vocês verificaram a fonte da informação? 2) Há alguma prova? 3) Por que razão só o nome da mulher é citado? 4) Qual é o nome do homem? Desde já agradeço a atenção

Até o momento, não obtivemos respostas.

Ps.: Esse artigo foi uma sugestão dos leitores (e amigo) Leandro Melito, Aranei Gutterres, Erô Valentine e Lucélia Jerônimo. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)