Carta da Shell da década de 80 mostra uma raridade sobre Lula #boato

Boato – Nos anos 80, o ex-presidente Lula enviou uma carta à Shell reclamando da Lei Seca no dia das eleições. Ele achava que ela não permitia venda de combustíveis.

Antes da adquirir a pecha, por parte dos críticos, de “grande corrupto”, o ex-presidente Lula era criticado, principalmente, por uma suposta falta de letramento. Nesta onda, haviam boatos que falavam sobre supostas gafes dele. Um deles, que envolve também a empresa Shell, voltou a circular em 2020.

De acordo com uma imagem que mostra um recorte de jornal, Lula teria enviado à Shell, na década de 1980, uma carta em que reclamava da Lei Seca nas eleições porque não conseguiria abastecer o seu “Corcel II 1986”. Como resposta, ele teria ouvido que a Leia Seca não atingiria combustíveis. Leia:

Carta da Shell da década de 80 mostra uma raridade sobre Lula. O texto transcrito a seguir é verdadeiro e faz parte dos arquivos histórico da Shell e do Brasil. A empresa o está divulgando por tratar-se de uma carta escrita pelo então torneiro mecânico Luis Inácio da Silva (ainda não era Lula) no anos 80, quando o país já tinha o álcool como combustível. A Shelle preservou a forma original da carta, inclusive com os erros gramaticais, também mantidos na transcrição abaixo. Confira!

Olá!Tenho um Corcel II 1986 a álco e sou cliente dos posto Shell. Não abasteço em nenhum otro posto há mais de 5 ano. Tô escrevendo porque tô com uma dúvida na qual acho que vocês são os mais indicado a me ajuda.

A questã é que tô progamando uma viage para domingo dia 27/10. Nesse dia será realizado o 2º turno das eleição e mais uma vez vai tê a proibição de venda de alco da meia noite até a meia noite de domingo. A chamada lei seca. Mas o trajeto que pretendo percorre no domingo é muito maior do que cabe de alco no tanque do meu carro, já que não vai tê venda de alco, vô te que carrega em alguma vasilha o resto que segundo meus cálculo é um tanque e meio quase 100 litro . Gostaria de sabe qual a vasilha mais segura pra transporta o alco ou se tem alguma outra solução pro meu pobrema. Pensei em talvez abastece com gasolina por que a proibição de venda é so de alco pelo que eu vi.

Caso a solução seja mesmo a de transporta o combustive a se usado, gostaria de sabe se algum posto de vocês na região da Grande ABC poderia faze um desconto por que eu vo está comprando mais de 150 Litro de alco no sábado. Conto com a ajuda de vocês. Assinado: Luis Inacio da Silva Torneiro Mecânico – São Bernardo do Campo/SP’

Resposta da SHELL: Prezado Sr. Luis Inácio da Silva Em retorno à sua carta, gostaríamos de esclarecer que a lei a que o senhor se refere, proíbe apenas a venda de bebidas alcoólicas nos dias de eleições e não a de combustíveis automotores. Shell Brasil S.A. Petróleo

Carta da Shell da década de 80 que mostra uma raridade sobre Lula é real?

A mensagem circulou muito por aí. Não se sabe exatamente o porquê, mas em 2020 voltou a circular. Porém, e como já falamos outra, a tal carta não existe. Como o desmentido que fizemos em 2017 vale para 2020, relembre o que foi dito na época.

Por mais que a história tenha um fundo de humor, achamos muito estranha. Partindo disso, começamos a cruzar mais dados e a balela se revelou. O primeiro ponto que denuncia a mentira é relacionado à trajetória do próprio Lula.

Às eleições de 1986 foram justamente as que levaram o nome de Lula definitivamente ao cenário político nacional. Naquele ano, ele foi eleito o deputado federal mais votado do país. Tão envolvido no pleito, ele já deveria saber o que era Lei Seca. O segundo ponto é em relação a suposta data das eleições, que seria 27/10/1986. As eleições de 1986 aconteceram, na realidade, no dia 15/11.

Só para terminar, resolvemos procurar de onde veio a tal carta da Shell e descobrimos que ela chegou à internet com outra pessoa como remetente. Nas primeiras versões do texto (lá por 2001), a “dúvida” seria de Conrado Augustino Jr. Detalhe: na primeira versão da “reclamação” não havia erros de português. Eles foram adaptados para a versão “Lula”.

Ao pesquisar o nome, descobrimos que a pessoa está em outros pedidos de informação inusitados como, por exemplo, esse para a HP. Só não deu para saber se a pessoa existe e se o pedido foi real ou só uma “trollagem”. Mas o fato é que não foi um tal de Lula que fez a pergunta.

Resumindo: a história que aponta que Lula escreveu uma carta para a Shell na década de 80 é falsa. Trata-se de um boato que circula há anos na internet, a empresa nunca divulgou nada do tipo, a carta já circulou com outra autoria e as datas não batem com o contexto histórico.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2H2c3Iu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet