Carlos Marun dança e debocha dos caminhoneiros após fim da greve #boato

Boato – Vídeo mostra o ministro-chefe da Secretaria de governo, Carlos Marun, dançando e debochando dos caminhoneiros do Brasil após “vitória” do governo e fim da greve.

Uma das figuras que mais apareceu na mídia durante a greve dos caminhoneiros que, segundo governo e líderes de movimentos, está se encerrando, foi a do ministro-chefe da Secretaria de governo, Carlos Marun. Com um jeito rude, foi ele que “decretou o fim da greve” algumas vezes e “levantou a bola” para a hipótese de que a greve seria um locaute (algo que não foi comprovado até o momento).

A exposição de Marun está fazendo com que o nome dele seja utilizado em alguns boatos online. Já desmentimos a informação de que Marun teria gravado um áudio falando em intervenção militar. Agora, outra informação está circulando na internet.

Um vídeo de Marun dançando e cantando em tom de deboche começou a circular na internet. No vídeo, ele diz “um, dois, já. Tudo está no seu lugar, graças a Deus, graças a Deus. Surramos mais uma vez essa oposição que não consegue nenhuma ganhar. Acabou”. O vídeo (que você verá na segunda parte do texto) é acompanhando da seguinte mensagem:

RECEBI DE UM AMIGO, CARLOS MARUN, Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência do Brasil, o mesmo COMEMORA EM TOM DE DEBOCHE, A POSSÍVEL VITÓRIA SOBRE OS CAMINHONEIROS DE TODO BRASIL!!! AVOR COMPARTILHAR O MÁXIMO POSSÍVEL

Carlos Marun canta, dança e debocha dos caminhoneiros após fim da greve?

Agora que a greve (parece que é sério agora) se encaminha para o fim, o tal vídeo está circulando muito. Mas será mesmo que Carlos Marun deu uma debochada dos caminhoneiros após “vitória do governo”? A resposta é não. Vamos explicar tudinho para você.

Para começar, a mensagem peca na falta de detalhes. Não é dito em que situação ela aconteceu, quem filmou, onde foi publicado etc. Também há um tom alarmista (urgência para espalhar o absurdo) e pedido de compartilhamento. Você pode perceber que não há citação de fonte e a mensagem está cheia de erros de ortografia. Com tudo isso, abriu-se um sinal amarelo.

Segundo ponto: não há nenhum veículo de mídia, órgão oficial ou mesmo páginas oficiais que falem dessa comemoração de Marun contra os caminhoneiros. Aliás, ele nem teria o que comemorar. Se alguém saiu vencedor após a greve, não foi o governo. Além do desgaste político, o governo teve que ceder economicamente, viu preços dispararem e as ações da Petrobras despencarem.

A prova final está na origem do vídeo. É claro que é Marun na filmagem. Porém, ela é antiga. De fato, é uma comemoração de uma situação questionável. A comemoração foi após Temer se livrar da denúncia relacionada à delação da JBS, em outubro de 2017. Na época, até Benito de Paula (compositor de Tudo Está no Seu Lugar) ficou “xatiado” com o deputado, que disse que não interpretaria mais a canção. Confere aí o vídeo.

Resumindo: a história que fala que o ministro Carlos Marun comemorou a “vitória” do governo sobre os caminhoneiros é falsa. Nem o vídeo é recente e tampouco o governo pode sair assim tão feliz desse episódio.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)