Carlos Bolsonaro chama Regina Duarte de comunista e desaprova decisão do pai #boato

Boato – Carlos Bolsonaro se irrita com indicação de Regina Duarte para a a Secretaria Especial de Cultura e chama atriz de comunista. 

Em Brasília (DF), a situação na Secretaria Especial de Cultura não anda fácil. Após a demissão do ex-secretário Roberto Alvim, por ter feito um discurso similar ao de Joseph Goebbels (ministro da Propaganda de Hitler) em um vídeo, diversas personalidades mostraram sua indignação.

Buscando contornar a situação, o presidente Jair Bolsonaro logo anunciou um possível substituto para a vaga. No dia 17 de janeiro de 2020, Bolsonaro convidou a atriz Regina Duarte para passar por um período de testes a frente da Secretaria de Cultura. O pedido foi aceito e o ‘noivado’ (termo utilizado pelo presidente) começou.

Porém, de acordo com uma história que anda circulando por aí, parece que nem todo mundo concordou com a decisão de Bolsonaro. Segundo publicações, a insatisfação teria partido do vereador e filho do presidente, Carlos Bolsonaro. Ainda de acordo com a história, Carlos teria chamado Regina Duarte de “comunista” e dito que a pasta precisaria de alguém com um “perfil bolsonarista”. A história também aponta que Carlos teria ficado bastante irritado e que toda a conversa teria acontecido no gabinete do senador e irmão Flávio Bolsonaro. Confira:

“Carlos Bolsonaro chama Regina Duarte de comunista e desaprova decisão do pai. A ex-atriz, assim pode se dizer, Regina Duarte, ganhou um rival dentro da família Bolsonaro. O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) não aprovou a decisão do pai, o atual presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), ao indicar Regina para a Secretaria de Cultura.

Segundo o vereador, a famosa é “comunista” e a escolha deveria ter sido um nome que teria o “perfil bolsonarista”. A manifestação sobre a opinião do mesmo aconteceu no gabinete do irmão,  o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), na semana passada, em Brasília. A conversa foi um tanto quanto tensa entre os irmãos, e aconteceu antes do “noivado” entre Regina e Bolsonaro. […]

Carlos Bolsonaro chamou Regina Duarte de comunista e desaprovou decisão do pai?

A informação movimentou as redes sociais e gerou um verdadeiro desconforto por aí. Mas será que essa história de que Carlos Bolsonaro teria chamado a atriz Regina Duarte de comunista e se posicionado contra à decisão do pai é real? Não é.

É fato que Carlos Bolsonaro já arranjou diversos rivais dentro do governo (que, inclusive, chegaram a ser vítimas de vários tuítes do vereador). Alguns exemplos são o ex-ministro Gustavo Bebianno, o ex-ministro general Carlos Alberto Santos Cruz, general Augusto Heleno e até o vice-presidente Hamilton Mourão. Porém, nesse caso, não há provas de que ele tenha chamado a atriz Regina Duarte de comunista ou se posicionado contra sua nomeação.

Além disso, apesar de, nos últimos tempos, Carlos Bolsonaro ter adotado uma postura mais moderada nas redes sociais (chegando a desativar suas contas), suas páginas não deixam mentir: o político gosta de publicar o que pensa e atacar seus rivais. Se essa história realmente fosse verdade, é bastante provável que Carlos Bolsonaro publicasse algo a respeito.

A principal prova disso aparece quando buscamos por outros detalhes sobre o caso. Descobrimos que toda essa história começou com a publicação de uma matéria da Veja. A reportagem, publicada no dia 21 de janeiro de 2020, informava que Carlos Bolsonaro consideraria Regina Duarte “comunista” e “isentona”. Além disso, a matéria ainda informa que Carlos acharia a atriz uma “péssima” escolha por ser uma “artista global”, já que Bolsonaro declarou guerra contra a TV Globo.

Mas tão logo a matéria foi divulgada no Twitter, o vereador Carlos Bolsonaro reagiu de forma negativa à publicação. Carlos retrucou, de forma nada educada, o tuíte da Veja com a matéria. Após a resposta, a Veja questionou se a informação era mentira e pediu um posicionamento ao vereador, que voltou a ofender o veículo de comunicação. Após a repercussão, a Veja resolveu tirar a matéria do ar.

Em resumo: a história que diz que Carlos Bolsonaro chamou Regina Duarte de comunista e se opôs à nomeação da atriz na Secretaria de Cultura é falsa! A fonte que publicou a história não sustentou a informação (obtida sob anonimato, por sinal). Carlos Bolsonaro afirmou, em público, que não se opõe a Regina Duarte. Dessa forma, podemos considerar a informação como boato (pelo menos, até que ele venha a público, novamente, para dar um posicionamento diferente ou que alguém prove que ele realmente tenha dito tudo isso). Até a próxima!

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/30ro2Jf